Translate

domingo, 7 de maio de 2017

Aprendendo a não agir precipitadamente por causa da IRA

A ira, quando colocada em prática, torna-se um obstáculo ao nosso crescimento espiritual e muitas vezes ao crescimento do Reino de Deus, pois sempre produz um resultado negativo. Ela machuca não só ao nosso próximo, como também a nós mesmos.

Sem falar que as pessoas que andam na prática da ira não herdarão o Reino de Deus:


(Gálatas 5)

(19) “Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem;
(20) idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções
(21) e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti, que os que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus.”


Conselho prático para vencer a ira

(Tiago 1:19,20) "Meus amados irmãos, tenham isto em mente:


Ou seja: Nunca se esqueçam.


Sejam todos prontos para ouvir,


Em primeiro lugar, ouvir a Palavra de Deus. Refere-se também ao versículo interior, porque somos gerados pela Palavra da verdade, e devemos ser guiados por ela:

  • (Tiago 1:18) “Por sua decisão ele nos gerou pela palavra da verdade, para que sejamos como que os primeiros frutos de tudo o que ele criou.” 
E aprender também a ouvir o nosso próximo – ouvir com inteligência.

tardios para falar


O melhor caminho para a sabedoria é pensar antes de falar.

  • (Tiago 1:26) “Se alguém se considera religioso, mas não refreia a sua língua, engana-se a si mesmo. Sua religião não tem valor algum!” 

e tardios para irar-se, 
pois a ira do homem não produz a justiça de Deus."

Agindo como ensinado anteriormente, é possível controlar a ira interna.

1) Prontos para ouvir:

(Provérbio 18:13) "Quem responde antes de ouvir, comete insensatez e passa vergonha.”

É muito importante conhecermos todos os fatos antes de responder, principalmente quando tiver outras pessoas envolvidas: 
  • (Provérbio 18:17) “O primeiro a apresentar a sua causa parece ter razão, até que outro venha à frente e o questione.” 
É muito importante ouvir e analisar primeiro para não cometermos injustiças.

2) Tardios para falar:

(Provérbio 13:3) "Quem guarda a sua boca guarda a sua vida, mas quem fala demais acaba se arruinando."

Devemos ser tardios em revelar aquilo que sentimos, porque palavras insensatas ditas em um momento de ira trazem muitos problemas. Precisamos desenvolver o hábito de ouvir o que as pessoas também têm a dizer.
  • (Provérbio 18:21) "A língua tem poder sobre a vida e sobre a morte; os que gostam de usá-la comerão do seu fruto.” 

3) Tardios para irar-se:

(Provérbio 15:18) "O homem irritável provoca dissensão, mas quem é paciente acalma a discussão."

Uma pessoa irada sempre se envolve em muitas confusões.

Não podemos permitir que a ira se transforme em pecado, devemos resolvê-la no mesmo dia:
  • (Efésios 4:26,27) "Quando vocês ficarem irados, não pequem. Apaziguem a sua ira antes que o sol se ponha, e não deem lugar ao diabo." 

4) A ira do homem não opera a justiça de Deus:

(Romanos 12:19) Amados, nunca procurem vingar-se, mas deixem com Deus a ira, pois está escrito: "Minha é a vingança; eu retribuirei", diz o Senhor”.

Deixar a correção nas mãos de Deus. Ele corrigirá na medida certa. 

Nós devemos perdoar as pessoas que nos ofendem:
  • (Marcos 11:25) “E quando estiverem orando, se tiverem alguma coisa contra alguém, perdoem-no, para que também o Pai celestial lhes perdoe os seus pecados.” 

Conclusão:

Somos tentados a reagir diante das provações e dos problemas da vida com ira e indignação, mas isso além de não resolver os problemas, gera mais problemas ainda. Devemos nos entregar nas mãos do nosso Deus confiando que tudo está em Seu controle e que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que O amam.
  • (Romanos 8:28) “Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.” 

Graça e paz,
Pra. Angela Caldas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Registre e compartilhe conosco uma experiência vivida ou um comentário de bênção. Obrigado