Translate

sexta-feira, 1 de abril de 2016

VITÓRIA E PROTEÇÃO - Orando A Palavra - Valnice Milhomens

1)      A armadura de Deus
Eu me fortaleço em Ti, Yahweh, e sou revestido de poder através da minha união contigo. Extraio minha força de Ti (aquela força que o Teu poder ilimitado provê).

Revisto-me agora de toda a armadura que Tu me deste – aquela armadura de um soldado fortemente armado, que Tu supres – para que eu possa com êxito permanecer firme contra todas as estratégias e maquinações do diabo.

Reconheço que não estou lutando contra a carne e o sangue – contendo apenas com oponentes físicos – mas contra os despotismos, contra os poderes, contra os espíritos mestres que são os governantes mundiais das trevas presentes, contra as forças espirituais da maldade na esfera celestial (espiritual).

Portanto, revisto-me da Tua completa armadura, ó Deus, para que eu possa resistir e permanecer firme em minha posição no dia mau (de perigo), e, havendo feito tudo – que a crise exige – permanecer firmemente em meu lugar.

Estou, pois, firme – defendendo minha posição – tendo ajustado o cinto da verdade em volta dos meus lombos. Tu me santificas na verdade; a Tua palavra é a verdade. Nela tenho todas as armas da minha luta, que não é carnal, poderosas em Ti, para derrubar as fortalezas inimigas.

Ponho a couraça da justiça – integridade e da retidão moral e posição correta em Ti, ó Deus. O inimigo não tem reivindicações sobre mim, pois estou em Cristo e nenhuma condenação há para mim.

Sou justiça de Deus, em Cristo Jesus. Calço os meus pés na preparação – para enfrentar o inimigo com firme estabilidade, e agilidade e prontidão produzida pelas boas novas do Evangelho da paz.

Tenho paz contigo, Yahweh, e sou conservado em perfeita paz, porque a minha mente está firme em Ti, porque confio em Ti. A tua paz, que excede todo o entendimento, guarda o meu coração e pensamentos em Cristo, meu Senhor, e tenho paz com todos os homens.

Sou ministro de reconciliação, anunciando as boas novas aos homens. Levanto sobretudo – cobrindo-me – o escudo da fé salvadora, com o qual poderei apagar todos os mísseis incendiários do maligno.

Ando por fé e não por vista e triunfo sobre o inimigo, pela fé. Tomo também o capacete da salvação, firmando-me nos pensamentos, sentimentos e propósitos do Teu coração, e a espada que o Espírito maneja, que é a Palavra de Deus.

Tomo a Tua Palavra e com ela, pela confissão dos meus lábios, despedaço as setas inimigas. Pela Tua Palavra e o sangue do Cordeiro, sou um vencedor.

Oro em todo o tempo – em toda ocasião, em cada época – no Espírito, com toda maneira de oração e súplica. Para o mesmo fim, conservo-me alerta e vigilante com firme propósito e perseverança, intercedendo a favor de todos os santos – o povo consagrado de Deus.

Graças Te dou, meu Deus, pela Tua armadura que me protege e me equipa para luta. Meu poder, habilidade e suficiência vêm de Ti. Tu mesmo me tens qualificado como ministro e despenseiro de uma nova aliança (da salvação através de Cristo), não da letra, mas do Espírito que vivifica.

2)      Oração de Guerra
Pai, coloco-me diante de Ti, bendizendo o Teu nome, porquanto me tens abençoado com toda sorte de bênçãos espirituais nas regiões celestes, em Cristo Jesus, meu Senhor.

Tomo agora todo pensamento cativo e o sujeito à obediência de Cristo, para que apenas o que procede de Ti ocupe minha mente e coração.

Revisto-me agora de toda a Tua armadura, protegendo-me contra todas as interferências externas e estando pronto para deter as forças inimigas. Oro para que o sangue do Cordeiro seja colocado entre mim e Satanás e seus agentes e proíbo-os de toda interferência nesta hora de oração, em minha mente, sentimentos, vontade, corpo e meu espírito. Ordeno que todas as hostes organizadas do mal se mantenham afastadas, em Nome de Jesus.

Louvo-Te, pai, porque na Tua presença a própria atmosfera do Céu me envolve e sinto-me parte de uma grande Assembléia que Te adora. Tenho chegado ao Monte Sião, e à Cidade do Deus Vivo, à Jerusalém celestial, à miríades de anjos; à universal assembléia e a Igreja dos primogênitos inscritos nos Céus, e a Ti, meu Deus, o Juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados,; e a Jesus, o Mediador de uma nova aliança e ao sangue da aspersão, que fala melhor do que o de Abel.

Graças Te dou porque sou feitura Tua, criado em Cristo Jesus e pelo Seu sangue vertido no Calvário em meu lugar, eu, que antes estava longe das alianças da promessa, por meio deste mesmo sangue, tenho chegado perto. Sou concidadão dos santos e da família de Deus!

Estou consciente, Pai, da Tua obra redentora operada em mim. Tua semente Divina, que é Tua palavra incorruptível, viva e eterna, foi plantada em meu coração. Teu bom Espírito operou em mim e fê-la germinar, nasci como Teu filho, participante da Tua natureza, Teu herdeiro e co-herdeiro com Cristo Jesus, e me fizeste habitação do Teu Espírito.

Sou um santuário, casa de oração, lugar de adoração e cumpro minha vocação de templo na Tua presença, ministrando a Ti. Uni-me a Ti, em Cristo Jesus, e me tornei um só Espírito com Ele . Como é grande o senso de pertencer a Ti, estar ligado, inseparavelmente, a Ti! Nada me poderá separar do Teu amor!

Por causa de tudo isto e o que sou em Cristo, irei ao encontro deste novo dia sabendo que em todas as coisas sou mais do que vencedor. Darás ordens aos Teus anjos a meu respeito, para que me guardem em todos os caminhos.

Graças Te dou porque, em Cristo, me conduzes sempre em triunfo. Sou um vencedor, pela palavra do meu testemunho e do sangue do Cordeiro que me remiu.

Proclamo que as portas do inferno não prevalecerão contra mim. Deste-me as chaves do Reino dos Céus e os ricos tesouros da Tua graça estão escancarados para mim e os poderes do inferno estão trancados e não me poderão atingir.

Pai, eu Te louvo porque Jesus me conferiu autoridade para pisar serpentes e escorpiões habilidade e força física, mental e espiritual sobre todo o poder do inimigo, e absolutamente nada me causará dano.

Em Nome de Jesus expulso demônios. Lanço mão da Tua Palavra, que é espírito e vida, a Espada do Espírito, mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes, apta para discernir os propósitos do coração, como arma poderosa em Ti, para demolir as fortalezas inimigas, despedaçá-las e desbaratar suas tropas, no Nome de Jesus.

Resisto, na autoridade de Jesus, meu Senhor, aos principados, potestades e forças organizadas do mal nas regiões celestes, pois Tu, ó Pai, adestras as minhas mãos para a batalha e os meus dedos para guerra. Com Teu auxílio dou numa tropa; contigo salto uma muralha. Pois adestras as minhas mãos para a peleja, de sorte que os meus braços vergam um arco de bronze.

Também me deste o escudo da Tua salvação; a Tua mão direita me sustém, e a Tua clemência me engrandece. Alargas o caminho diante de mim, e os meus pés não resvalam. Persigo os meus inimigos e os alcanço; não volto senão depois de os ter consumido.

Não são os inimigos de carne e sangue; são espíritos malignos reais. Com as armas espirituais que me dás, atravesso-os, de modo que nunca mais se levantarão; e caem debaixo dos meus pés. Pois me cinges de força para a peleja; prostras debaixo de mim aqueles que contra mim se levantam.

Proclamo com ousadia e confiança, na autoridade da Tua Palavra, que não pode mentir, que nenhuma arma forjada contra mim prosperará; e toda língua que se levantar contra mim em juízo, será condenada. Esta é minha herança e de Ti procede minha justificação.

Porque fiz de Ti, Yahweh, meu refúgio e minha habitação, nenhum mal me sucederá; praga alguma chegará à minha tenda. Teus anjos, espíritos ministradores, estão trabalhando a meu favor mesmo enquanto faço a Ti minha oração. Dar-lhes-ás ordens especiais a meu respeito pra me acompanharem, defenderem e preservarem em todos os meu caminhos ( de obediência e serviço). Eles me sustentarão nas suas mãos, para que meus pés não tropecem em alguma pedra.

Pisarei o leão e a áspide; calcarei aos pés o filho do leão e a serpente (espíritos satânicos). Tu, Yahweh, me livrarás e por-me-ás num alto retiro, porquanto Te amo e tenho conhecido o Teu nome.

Não temo os terrores da noite, nem a seta que voe de dia, nem demônios que andam na escuridão, nem mortandade que assole ao meio dia. Mil destes demônios cairão ao meu lado e dez mil a minha direita, e passarei livremente e não serei atingido, pois estou obrigado em Ti. Já os derrotei e os venci, porque maior é Aquele que vive em mim, Cristo Jesus, meu Senhor, na pessoa do Seu Espírito, do que aquele que vive no mundo.

Pai, eu fortaleço em Ti, e na força do Teu poder. Tua Palavra permanece em mim e tenho vencido o maligno e ele não tem mais autoridade de me tocar, porquanto sou nascido de Ti e me guardas.

Por isso também venço o mundo, com sua massa de pensamentos, conceitos, princípios e filosofias; e esta é a vitória que vence o mundo: a minha fé em Ti, meu Deus, e na Tua Palavra, que não se aparta da minha boca e do meu coração.

Também venço o pecado, Yahweh. Bem sei que meu velho homem foi crucificado com Cristo, para que o corpo do pecado seja desfeito e eu não sirva mais ao velho patrão pecado. Ele não tem mais domínio sobre mim.
Meus membros são agora servos da justiça, a Seu serviço, para a santificação. Estou liberto do pecado, e feito Teu servo, Yahweh, tendo o meu fruto para a santificação e por fim a vida eterna. Em Cristo, sou vencedor sobre o diabo, a carne, o mundo e o pecado.

Graças Te dou, Pai santo, porque posso viver este novo dia na Tua presença, trazendo nos meus lábios e em meu coração uma confissão de fé e louvor: À Ti, Ó Deus, que és poderoso para me guardar de tropeçar, ou cair e apresentar-me ante a Tua glória, imaculado em triunfante júbilo e exultação – com indizível deleite – a Ti, o único Deus, meu Salvador, por Jesus Cristo meu Senhor, glória (esplendor), majestade, domínio, poder e autoridade, antes de todos os séculos, e agora, e para todo o sempre. Amém.

3)      Pelo Sangue do Cordeiro
Pai, graças Te dou pelo bendito sangue do Cordeiro, Cristo Jesus, meu Senhor, base da derrota de Satanás em minha vida e garantia da minha vitória.

Venço a Satanás confessando o que o sangue de Jesus derramando na cruz em meu lugar, representa para mim. Seu sangue foi o preço que Tu mesmo pagaste para que eu fosse parte da Sua igreja. Por isso proclama, em gratidão e louvor:

Pelo sangue derramado por Jesus, participo da nova aliança e provo a remissão dos meus pecados.

Através do sangue de Jesus fui redimido da mão de Satanás e dos pecados.

Pelo sangue de Jesus, tenho a redenção, a remissão dos meus pecados.

Pelo sangue de Jesus, todos os meus pecados estão purificados.

Pelo sangue de Jesus, estou agora justificado e salvo da ira vindoura. Fui feito justiça, como se nunca houvera pecado.

Pelo sangue de Jesus fui santificado, separado para Teu uso exclusivo, ó Deus.

Pelo sangue de Jesus, alcancei a paz e a reconciliação contigo, podendo hoje, como ousadia, entrar no lugar santíssimo e chegar ao Teu Trono de graça, sabendo que de Ti alcanço o socorro, sempre que necessário.

Pelo sangue de Jesus tenho comunhão com Ele, participo do Seu cálice de benção e cheguei perto da comunidade de Israel e das alianças da promessa.

O sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno Se ofereceu a Si mesmo imaculado a Ti, purifica das obras mortas a minha consciência, para que eu sirva a Ti, ó Deus vivo.

Pelo precioso sangue, como de um Cordeiro sem defeito e sem mancha, o sangue de Jesus, fui resgatado da minha vã maneira de viver e hoje vivo em novidade de vida.

Pelo sangue de Jesus, que me ama, fui liberto do meu pecado, pelo que ele não tem mais domínio sobre mim. Sou  livre para viver em santidade.
Pelo precioso sangue de Jesus, fui comprado para Ti, meu Pai, pelo que sou Tua propriedade. És meu dono, meu amo e meu Senhor supremo.
No sangue do Cordeiro tenho lavado as minhas vestes e as branqueado, pelo alcancei o direito de estar diante do Teu Trono, ó Yahweh.
O sangue de Jesus, meu Senhor, o mediador de uma nova aliança, fala continuamente no Céu a meu favor.

Louvando, engrandecido, engrandecido, exaltado, glorificado, magnificado, adorado, sejas Tu, ó Cristo, pelo sangue remidor. Eu Te contemplo, com os olhos espirituais, no Trono de glória, junto ao Pai, vestido de um manto salpicado de sangue; e o nome pelo qual és chamado é o Verbo de Deus. No teu manto, e em Tua coxa tens escrito o nome: Reis dos reis e Senhor dos senhores.

Ó Deus de paz, que pelo sangue da aliança eterna tornaste a trazer dentre os mortos a meu Senhor Jesus, o grande Pastor das ovelhas, Tu me fortaleces (completas, aperfeiçoa) e me tornas o que Eu devo ser, e me equipas com todo o bem, para que eu possa fazer Tua vontade; [enquanto Tu mesmo] operas em mim e levas a cabo o é agradável perante Ti, por meio de Jesus Cristo, o Messias, ao qual seja a glória para todo o sempre. Amém.

4)      Diante de oposição Satânica
Pai, eu Te louvo, porque maior é O que está em mim do que aquele que está no mundo. No meio de toda oposição planejada no reino das trevas e manifestada através de instrumentos humanos ou circunstâncias, Tu me darás vitória e sou sempre mais do que vencedor, por meio de Cristo, que me amou e a Si mesmo Se entregou por mim e pelos meus pecados, para me desarraiga deste mundo perverso, segundo a Tua vontade, ó meu Deus e Pai.

Reconheço que minha determinação de expor-me ao Teu Espírito e à Tua palavra, para que minha alma seja totalmente restaurada e reflita a beleza do Senhor Jesus, despertará a fúria de Satanás contra mim. Todavia, com a Tua graça e assistência do Teu Espírito que em mim habita, não me deixarei impressionar, pelo que resisto firmemente e ele fugirá de mim.

Estou determinado a seguir a direção do Espírito na restauração da minha personalidade. O escárnio do inimigo, suas conspirações  contra mim, ameaças de morte ou atentados contra minha vida e saúde, serão frustrados, em o Nome de Jesus. Pelo Teu Espírito, farme-ás  saber suas maquinações e fortalecer-me-ás, enquanto me devoto à oração, à Tua palavra e ao trabalho que me tens proposto.

Confesso a convicção de que me darás sabedoria e revelação para discernir a astúcia do inimigo a fim de levar-me a compromissos que me afastariam da obra diligente, e recusar-me-ei a retirar a mão do arado.

Com a Tua graça, Pai, não darei ouvido às acusações e difamações que tentam denegrir minha imagem; pois já morri, e minha vida está escondida com Cristo, em Ti. Por isso prosseguirei, enquanto Tu mesmo fortaleces minhas mãos e me conservas o coração voltado para Ti e para as instruções do Teu Espírito.

Inclino meus ouvidos à Sua voz, com um coração disposto a Te obedecer. Sei que o inimigo não terá poder de me afastar do alvo, e Teus propósitos para minha vida serão plenamente estabelecidos.

5)      No meio do Conflito Espiritual
Pai, eu me humilho debaixo da Tua potente mão, para que no devido tempo me exaltes; lançando sobre Ti toda a minha ansiedade, porque tens cuidado de mim. Sou sóbrio e vigilante, porque o meu adversário, o Diabo, anda em derredor, rugindo como leão, e procurando a quem possa tragar. Resisto-o firme na fé, sabendo que os mesmos sofrimentos estão se cumprindo os meus irmãos no mundo.

Tu, Deus de toda graça, que em Cristo me chamaste à Tua eterna glória, depois de haver sofrido por um pouco, Tu mesmo me hás de aperfeiçoar, confirmar e fortalecer. A Ti seja o domínio para todo o sempre. Amém.

Porque embora eu ande na carne, não milito segundo a carne, pois as armas da minha milícia não são carnais, mas poderosas em Deus, para demolição de fortalezas; derribando raciocínios e todo baluarte que se ergue contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo.

Eu venço a Satanás pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do meu testemunho, e não amo a minha vida até a morte. De ferro e de bronze sejam os meu ferrolhos; e como os meus dias, assim seja a minha força.
Não há outro, semelhante a Ti, ó Deus, que cavalga sobre o Céu para a minha ajuda e na Tua majestade sobre as mais altas nuvens.

Ó Deus eterno, Tu és a minha habitação e por baixo de mim estão Teus braços eternos. Já lançaste o inimigo de diante de mim e disseste-me: Destrói-o.

Nenhuma arma forjada contra mim; prosperará; e toda língua que se levantar contra mim para condenação mostrarei estar errada. Esta em juízo, eu a condenarei; esta é a minha herança como Teu servo, ó Yahweh, e a minha justificação procede de Ti.

Graça e paz,
Pra. Angela Caldas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Registre e compartilhe conosco uma experiência vivida ou um comentário de bênção. Obrigado