Translate

terça-feira, 17 de abril de 2018

Advertências contra a hipocrisia

Jesus apresentou 3 grandes deveres cristãos que os fariseus gostavam de  praticá-los para ostentar espiritualidade: 
  • Dar esmolas.
  • Orar.
  • Jejuar.
Esses três princípios bíblicos, quando praticados com a motivação errada, tornam-se pura hipocrisia.

(Mateus 6:1-18)

(1) Tenham o cuidado de não praticar suas ‘obras de justiça’ diante dos outros para serem vistos por eles. Se fizerem isso, vocês não terão nenhuma recompensa do Pai celestial.

Os cristãos não devem praticar suas obras de justiça para se exibirem, mas com o interesse único de glorificar a Deus. 


Quem pratica obras de justiça com o interesse de ser visto pelos outros, além de receber o título de hipócrita, não será recompensado pelo Pai celestial. 


Complementar:

Este versículo é uma introdução aos versículos seguintes. As obras de justiça mencionadas aqui referem a dar esmolas (2-4), orar (5-15) e jejuar (16-18).

1) Dar esmolas 

(2) Portanto, quando você der esmola, 
  • Quando você der esmola... e não se você der esmola.
Deus espera que todo cristão ajude as pessoas que estão passando por necessidade.

não anuncie isso com trombetas, como fazem os hipócritas 

  • Grego hupokrites: um ator sob um personagem (ator de palco), um enganador, um impostor. No novo testamento, um hipócrita, particularmente com respeito à religião.
nas sinagogas e nas ruas, a fim de serem honrados pelos outros. Eu lhes garanto que eles já receberam sua plena recompensa.

Sua única recompensa será ser honrado pelos outros.


(3) Mas quando você der esmola, que a sua mão esquerda não saiba o que está fazendo a direita,
(4) de forma que você preste a sua ajuda em segredo. 

Na medida do possível, o cristão deve ajudar o próximo sem tocar trombetas. Quem toca trombetas para ser honrado pelos outros, perde a recompensa eterna.


E seu Pai, que vê o que é feito em segredo, o recompensará.

O Pai celestial vendo e recompensando já deve ser o suficiente. A recompensa pode ser nesta vida e na eternidade (2 Coríntios 9:10-11) ou somente na eternidade (Lucas 14:14).

2) Oração 
Jesus apresenta instruções para orientar a nossa oração.

a) Não usar o nosso momento de comunhão com o Pai para nos exibir: 

(5) E quando vocês orarem,
  • E quando vocês orarem, e não se vocês orarem. 
Deus espera a oração de Seus filhos.

não sejam como os hipócritas. Eles gostam de ficar orando em pé nas sinagogas e nas esquinas,


A oração é para manter comunhão com o Pai celestial, e não para exibir para os outros.


Os hipócritas gostavam de orar:
  • Em pé nas sinagogas (onde seriam vistos por muitas pessoas).
  • Nas esquinas (onde duas ruas se encontravam e seriam vistos por muitas pessoas).
a fim de serem vistos pelos outros. 
  • Motivação do coração: Serem vistos pelos outros. 
Eles não oravam a Deus, eles oravam aos homens.

Complementar:

A oração não é para ser apresentada aos outros como termômetro de espiritualidade, mas sim um momento de comunhão sincera com o nosso Pai celestial.

Eu lhes asseguro que eles já receberam sua plena recompensa.

Não é pecado orar em público, pecado é orar em público com a motivação errada. Orar para ser visto pelos outros, orar para receber os elogios das pessoas. 

Não receberão nenhuma recompensa de Deus.

  • Não serão respondidos pelo Senhor, ainda que orem em linha com a Palavra de Deus e que realmente estejam necessitando da resposta.

b) Devemos orar em particular antes de orar em público:


(6) Mas quando você orar, vá para seu quarto, feche a porta e ore a seu Pai, que está no secreto. Então seu Pai, que vê no secreto, o recompensará.
  • Quarto grego (tameion): câmera de armazenamento, depósito. Uma despensa que ficava na parte mais íntima da casa para guardar os mantimentos. Não possuía janelas e era trancada.
Lugar de intimidade com o Pai celestial, longe dos olhos das pessoas.

Complementar:
Jesus tinha o seu tempo a sós com Deus. 

c) Devemos orar com sinceridade:

(7) E quando orarem, não fiquem sempre repetindo a mesma coisa, como fazem os pagãos. Eles pensam que por muito falarem serão ouvidos.

O fato de repetir um pedido não o torna vã repetição, pois tanto Jesus quanto Paulo repetiram suas petições.

Um pedido torna-se "vã repetição" quando as palavras não refletem um desejo sincero de buscar a vontade de Deus, somente palavras vazias. E quando as frases são repetidas várias vezes para a oração ficar mais longa ostentando assim espiritualidade.


Complementar:

(Mateus 26:36-46), (2 coríntios 12:7,8).

(8) Não sejam iguais a eles,


Aos pagãos...


porque o seu Pai sabe do que vocês precisam, antes mesmo de o pedirem.


Ainda que o Pai celestial saiba do que Seus filhos precisam, ainda sim é necessário orar, porque todo o que pede recebe. 

  • (Mateus 7:8) "Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele que bate, a porta será aberta."

d) Devemos orar de acordo com a vontade de Deus:

Jesus apresentou um modelo de oração que inicia com 3 pedidos relacionados a Deus e 3 pedidos relacionados às necessidades do ser humano. 

1) Santificado seja o teu nome.
2) Venha o teu Reino.
2) Seja feita a tua vontade.
4) Dá-nos hoje o nosso pão de cada dia.
5) Perdoa as nossas dívidas.
6) Mas livra-nos do mal.

Como a oração começa declarando que Deus é o nosso Pai, entendemos que devemos também nos preocupar com os nossos irmãos em Cristo e não apenas com as nossas próprias necessidades.

(9) Vocês, orem assim: ‘Pai nosso, que estás nos céus!

A oração deve ser dirigida ao Pai celestial. Deus é o nosso Pai, e Ele se preocupa conosco.

Aqui Jesus não ensina a orar em Seu nome, mas a oração correta é sempre ao Pai em nome de Jesus.
  • (João 14:14) "O que vocês pedirem em meu nome, eu farei."

Complementar:
  • Ao orarmos, não podemos nos esquecer que nós (irmãos em Cristo) somos filhos do mesmo Pai celestial. Não devemos orar somente por nós, mas devemos interceder pelos nossos irmãos em Cristo.

Santificado seja o teu nome.

O primeiro pedido de oração é para Deus ser reconhecido como santo. Podemos também aproveitar esse momento para glorificarmos a Deus:
  • (Salmo 148:13) "Louvem todos o nome do Senhor, pois somente o seu nome é exaltado; a sua majestade está acima da terra e dos céus." 

Nós como filhos de Deus devemos andar em santidade e evitar pronunciar o Seu santo nome em vão (Êxodo 20:7).
  • (1 Pedro 1) (15) "Mas, assim como é santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também em tudo o que fizerem, (16) pois está escrito: "Sejam santos, porque eu sou santo"."

Complementar:
  • (2 Timóteo 2:19) Entretanto, o firme fundamento de Deus permanece inabalável e selado com esta inscrição: "O Senhor conhece quem lhe pertence" e "afaste-se da iniqüidade todo aquele que confessa o nome do Senhor".

(10) Venha o teu Reino; 

Orar para que todas as pessoas se submetam ao domínio de Deus, reconhecendo Jesus como Senhor e Salvador de suas vidas.

Devemos buscar o Reino de Deus e a Sua justiça em primeiro lugar:
  • (Mateus 6:33) "Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas." 
seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu.

Orar para as pessoas renderem-se à vontade de Deus e orar também para Deus nos guiar segundo a Sua vontade. 
  • (Provérbio 19:21) "Muitos são os planos no coração do homem, mas o que prevalece é o propósito do Senhor."

(11) Dá-nos hoje o nosso pão de cada dia.

O sustento físico embora não deva ser buscado em primeiro lugar, faz parte da oração que agrada a Deus. Quando confiamos em Deus para o nosso sustento, mostramos nossa dependência d'Ele.

(12) Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores.

O pecado é uma realidade na vida do ser humano: 
  • (1 João 1:8) "Se afirmarmos que estamos sem pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós." 
Todos nós precisamos do perdão de Deus diariamente, e precisamos aprender a perdoar as pessoas diariamente. 

(13) E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal,

Orar pela ajuda de Deus, só Ele pode livrar-nos de algumas tentações e pode fortalecer-nos para resistirmos àquelas que Ele mesmo permite que enfrentemos.

Complementar:
Nos antigos manuscritos gregos, a oração termina com esta petição.

porque teu é o Reino, o poder e a glória para sempre. Amém’.

Essa última frase foi acrescentada pelos escribas, provavelmente para lhe dar uma conclusão mais acabada quando recitada em público.

e) Devemos orar com espírito de perdão:

(14) Pois se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará.
(15) Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas.

A comunhão com Deus e as respostas às nossas orações são influenciadas pela forma como tratamos o próximo.
3) Jejum


(16) Quando jejuarem,
  • E quando jejuarem, e não se vocês jejuarem.
Deus espera o jejum de Seus filhos.

O jejum tem seu lugar de importância no relacionamento com Deus e precisa ser praticado da forma correta e com a motivação correta.

Deixar de alimentar por algumas horas ou abrir mão de certos alimentos, não é jejum. Ao jejuar é preciso tempo também para consagrar em oração.

não mostrem uma aparência triste como os hipócritas, pois eles mudam a aparência do rosto a fim de que os homens vejam que eles estão jejuando. 


Quando eles jejuavam, eles gostavam de aparecer abatidos para mostrar um nível de espiritualidade maior.


Eu lhes digo verdadeiramente que eles já receberam sua plena recompensa.


A recompensa de quem gosta de alguma maneira anunciar que está jejuando é apenas os outros saberem que está jejuando.


(17) Ao jejuar, ponha óleo sobre a cabeça e lave o rosto,

(18) para que não pareça aos outros que você está jejuando, mas apenas a seu Pai, que vê no secreto. E seu Pai, que vê no secreto, o recompensará."

Para se receber recompensas espirituais do jejum, ele deve ser feito em secreto.


Complementar:

Os fariseus gostavam de jejuar todas as segundas e quintas-feiras (Lucas 18:12), mas o único jejum que era exigido do povo judeu era o jejum da celebração anual do dia da expiação (Levítico 23:27).

Conclusão:

É muito perigoso ostentar espiritualidade. É sinal que a pessoa preocupa mais com a reputação do que com o caráter.

Sem falar que aquele que ostenta espiritualidade não receberá nenhuma recompensa do Pai celestial.

Complementar:
  • (1Pedro 1) (24) Pois, "toda a humanidade é como a relva, e toda a sua glória, como a flor da relva; a relva murcha e cai a sua flor, (25) mas a palavra do Senhor permanece para sempre". Essa é a palavra que lhes foi anunciada."

Graça e paz,

Pra. Angela Caldas.

domingo, 8 de abril de 2018

A parábola do filho perdido

Introdução: Nós temos muito a aprender com o ensino dessa parábola, mas vamos ficar apenas com a parte que ilustra a misericórdia e o perdão de Deus em favor daqueles que realmente se arrependem dos seus maus caminhos.

(Lucas 15) 
(11) "Um homem tinha dois filhos. 
(12) O mais novo disse ao seu pai: "Pai, quero a minha parte da herança". Assim, ele repartiu sua propriedade entre eles.

O pai repartiu sua propriedade entre eles. Isso ilustra o livre-arbítrio, o direito de cada um escolher o próprio caminho.

(13) Não muito tempo depois, o filho mais novo reuniu tudo o que tinha, e foi para uma região distante; e lá desperdiçou os seus bens vivendo irresponsavelmente.

Razão que levou o filho mais novo pedir a sua parte na herança: Queria viver uma vida desregrada, fora dos princípios da retidão. Uma vida sem nenhuma economia e administração financeira.
  • O custo de uma vida fora dos princípios de retidão e fora de uma boa administração financeira é alto. Esse filho não respeitou nem o tempo da herança...  Ele desejou e tomou algo fora do tempo certo, o que é bem problemático também.

(14) Depois de ter gasto tudo, houve uma grande fome em toda aquela região, e ele começou a passar necessidade.

Com a mau administração financeira e a chegada da crise, ele perdeu o controle da sua vida e começou a passar necessidade.

(15) Por isso foi empregar-se com um dos cidadãos daquela região, que o mandou para o seu campo a fim de cuidar de porcos.
  • Tendo deixado a sua casa em busca de liberdade, encontrou privação e muita humilhação.
Os porcos eram animais impuros para os judeus (Deuteronômio 14:8). Isso mostra o quanto ele foi enganado pela falsa aparência de liberdade, e o quanto ele foi humilhado.

(16) Ele desejava encher o estômago com as vagens de alfarrobeira que os porcos comiam, mas ninguém lhe dava nada.

As vagens de alfarrobeira serviam de alimentos para os animais e eram consumidas pelas pessoas em situação de extrema necessidade, era sinônimo da pobreza e miséria mais amargas. 
  • O pecado leva as pessoas a uma vida de desilusão, tristeza e necessidade.

(17) "Caindo  em si, ele disse: ‘Quantos empregados de meu pai têm comida de sobra, e eu aqui, morrendo de fome!

Caindo em si - a ilusão é passageira e havia terminado. Ele percebeu o quanto o mundo com seus falsos prazeres é enganoso.
  • A vida verdadeira e real,  encontramos somente no relacionamento correto com Deus. 

(18) Eu me porei a caminho e voltarei para meu pai, e lhe direi: Pai, pequei contra o céu e contra ti.
(19) Não sou mais digno de ser chamado teu filho; trata-me como um dos teus empregados’.

Pequei. Reconheceu que errou e precisava de perdão. Não jogou a culpa em ninguém.
  • (1 João 1:9) "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça."

(20) A seguir, levantou-se e foi para seu pai. "Estando ainda longe, seu pai o viu e, cheio de compaixão, correu para seu filho, e o abraçou e beijou.

Ele se arrependeu e decidiu voltar para a casa do pai. 

A compaixão do pai ilustra a aceitação imediata de um pecador que se volta para Deus.
  • (Hebreus 8:12) "Porque eu lhes perdoarei a maldade e não me lembrarei mais dos seus pecados."

(21) "O filho lhe disse: ‘Pai, pequei contra o céu e contra ti. Não sou mais digno de ser chamado teu filho’.

O verdadeiro arrependimento faz a pessoa enxergar com os seus olhos espirituais o estado em que ela realmente se encontra. 
  • Ele contava com a misericórdia e o perdão...

(22) "Mas o pai disse aos seus servos: ‘Depressa! Tragam a melhor roupa e vistam nele. Coloquem um anel em seu dedo e calçados em seus pés.

O reconhecimento do erro, a confissão de pecado e a atitude de voltar para o caminho da retidão fez com que o filho retornasse ao seio da família e fosse novamente reintegrado como membro dela.  Foi uma completa restauração.
  • Melhor roupa - roupa de festa.
  • Anel - provava a sua filiação.
  • Calçados - indicava que ele não estava sendo recebido como servo, apesar desse ser o seu pedido.

(23) Tragam o novilho gordo e matem-no. Vamos fazer uma festa e comemorar.

(24) Pois este meu filho estava morto e voltou à vida; estava perdido e foi achado’. E começaram a festejar."

Uma transformação como essa era digna de celebração. Esse também é o motivo pelo qual Jesus escolheu reunir-se com os perdidos.

Conclusão: Só teremos uma vida de segurança se vivermos segundo os princípios bíblicos. Quem confia demais em sua própria sabedoria entra no caminho da destruição.

Graça e paz,
Pra. Angela Caldas.

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Os dois julgamentos

Haverá dois tipos de julgamentos:
(Os julgamentos serão com muita sabedoria e seriedade)
  • Tribunal de Cristo.
  • Grande Trono Branco.
Os dois julgamentos terão semelhanças:
  • As pessoas comparecerão diante do juiz.
  • Todos os fatos serão levados em consideração.

Tribunal de Cristo: 
  • Julgamento dos salvos.
  • Suas obras passarão pelo fogo.
  • Haverá ganhos e perdas de recompensas.
  • Haverá repreensões, mas ninguém será condenado a passar a eternidade sem Deus.

Grande Trono Branco:
  • Julgamento dos não salvos.
  • As pessoas serão julgadas segundo as suas obras.
  • Haverá grau de castigo - níveis de sofrimentos.
  • Todos serão condenados a passar a eternidade sem Deus.

Jesus Cristo será o Juiz de todos os homens
(Hoje Jesus Cristo é o Salvador/Advogado)

(João 5) 
(22) "Além disso, o Pai a ninguém julga, mas confiou todo julgamento ao Filho. 
(27) E deu-lhe o poder de exercer o juízo, porque é o Filho do homem. 
(29) E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal para a ressurreição da condenação."

Complementar:

(Atos 17:31) "Pois estabeleceu um dia em que há de julgar o mundo com justiça, por meio do homem que designou. E deu provas disso a todos, ressuscitando-o dentre os mortos."

Tribunal de Cristo
(Julgamento dos cristãos por suas obras)

Todas as pessoas salvas enfrentarão o Tribunal de Cristo, mas não é para condenação, porque os cristãos não serão julgados pelos seus pecados.
  • (João 5:24) "Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida."
  • (Romanos 8:1) "Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito."

É para julgar as obras (serviços) de cada, terá ganhos e perdas de recompensas.
  • (2 Coríntios 5:10) "Pois todos nós devemos comparecer perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba de acordo com as obras praticadas por meio do corpo, quer sejam boas quer sejam más."
  • (Romanos 14:10) 'Portanto, você, por que julga seu irmão? E por que despreza seu irmão? Pois todos compareceremos diante do tribunal de Deus."

(1 Coríntios 3:11-15) 

Simbolizando a construção da igreja local
(Membros da igreja local são os trabalhadores)

(10) Conforme a graça de Deus que me foi concedida, eu, como sábio construtor, lancei o alicerce, e outro está construindo sobre ele. Contudo, veja cada um como constrói. 

(V.11) "Porque ninguém pode colocar outro alicerce além do que já está posto, que é Jesus Cristo.

Devemos construir sobre o alicerce apropriado – Jesus Cristo – o único alicerce duradouro.

O alicerce é lançado pela proclamação do evangelho de Jesus Cristo. Evangelho de cruz, de renúncias, de confronto (obediência aos princípios bíblicos)... Se não for, não é a igreja de Cristo.


Complementar:

É Jesus Cristo que deve ser glorificado na igreja. 
  • Colossenses 1:18) “Ele é a cabeça do corpo, que é a igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a supremacia. 
Supremacia: Domínio, superioridade completa, e que não pode ser contestada.

(V.12) Se alguém constrói sobre esse alicerce, 

Em primeiro lugar é uma referência aqueles que ensinam a Palavra de Deus (porque lançam os alicerces), e então, a todos os cristãos que de alguma forma cooperam com a edificação da igreja.

usando ouro, prata, pedras preciosas, 
  • Materiais de valor que serão aceitos por Deus.
Representam:
  • Ensino íntegro - Mateus 5:19.
  • Trabalho fiel - 1 Coríntios  4:2.
  • Estilo de vida no padrão bíblico - João 8:31.
  • Motivações corretas.
  • Dependência de Deus - João 15:5.
  • Cuidado com o próximo - Tiago 2:15-17 .

madeira, feno ou palha,
  • Materiais que não serão aceitos por Deus.
Representam:
  • Ensino inadequado.
  • Trabalho infiel.
  • Estilo de vida que contradiz a Palavra de Deus.
  • Motivações erradas - Mateus 6:1.
  • Independência de Deus.
  • Falta de cuidado com o próximo.

(V.13) Sua obra será mostrada, porque o Dia (Tribunal de Cristo) a trará à luz; 

O cristão vai prestar contas do seu serviço a Deus - sem fingimentos.


pois será revelada pelo fogo, que provará a qualidade da obra de cada um.

O tribunal de Cristo será um lugar de revelação. O fogo revelará a qualidade das obras de cada um individualmente.

Todos os cristãos vão prestar contas de seus serviços a Deus.
  • (1 Coríntios 4:5) "Portanto, nada julgueis antes de tempo, até que o Senhor venha, o qual também trará à luz as coisas ocultas das trevas, e manifestará os desígnios dos corações; e então cada um receberá de Deus o louvor."

Complementar:
(Apocalipse 2:18,19; 3:18; 22:12).

(V.14) Se o que alguém construiu permanecer, esse receberá recompensa.

As obras praticadas com fidelidade a Deus e motivações corretas serão a base das recompensas por toda a eternidade.
  • (Apocalipse 22:12) "Eis que venho em breve! A minha recompensa está comigo, e eu retribuirei a cada um de acordo com o que fez."

(V.15) Se o que alguém construiu se queimar, esse sofrerá prejuízo; contudo, será salvo como alguém que escapa através do fogo."

Todas as obras passarão pelo fogo, que provará a qualidade da obra de cada cristão. As obras que não forem aprovadas serão queimadas. O cristão será salvo, mas terá perdas de galardões.

A ilustração do apóstolo Paulo é de alguém correndo através de um incêndio, enquanto o edifício se desmorona.

Complementar:

A maior prestação de contas é a do pastor. O pastor está à frente da construção e prestará contas da qualidade da sua obra e da qualidade das obras de cada pessoa que trabalha debaixo da sua liderança.

Grande Trono Branco
(Julgamento dos incrédulos por suas obras)

  • O julgamento do Grande Trono Branco será logo após o tempo do milênio.
Este julgamento não é para julgar os cristãos. É para julgar os não salvos. É um julgamento para condenação.
  • Haverá um juiz, mas não haverá júri.
  • Haverá acusação, mas não haverá um advogado de defesa.
  • Haverá sentença, mas ninguém poderá se defender.

(Apocalipse 20:11-15) 

(V.11) "Depois vi um grande trono branco 
  • Grande: Enfatiza a autoridade.
  • A cor branca: Simboliza a santidade, pureza e transparência do julgamento.

e aquele que nele estava sentado. 
  • Jesus.

A terra e o céu fugiram da sua presença, e não se encontrou lugar para eles.
  • Fugiram da presença do juiz sentado no grande trono branco.
Os pecadores não terão onde se esconder. Todos terão que se apresentar diante do juiz.

(V.12) Vi também os mortos, grandes e pequenos, de pé diante do trono,

Mortos espirituais que morreram sem Cristo que estavam no lugar de tormento.

e livros foram abertos. 

A Palavra de Deus estará presente.
  • (João 12:48) "Há um juiz para quem me rejeita e não aceita as minhas palavras; a própria palavra que proferi o condenará no último dia." 
  • (Romanos 2:16) "Isso acontecerá no dia em que Deus julgar os segredos dos homens, mediante Jesus Cristo, conforme o declara o meu evangelho." 

Outro é o livro das obras de cada pessoa para determinar o grau de castigo. 
  • (Romanos 2:6) "Deus "retribuirá a cada um conforme o seu procedimento."

Outro livro foi aberto, o livro da vida. 

Onde estão registrados os nomes das pessoas salvas (fiéis).

Os mortos foram julgados de acordo com o que tinham feito, segundo o que estava registrado nos livros.

Os não salvos serão julgados "segundo as suas obras". Será determinado grau de castigos - níveis de sofrimentos. O livro das obras revelará cada ato praticado.

Alguns pecados que receberão mais duro juízo:

Pessoas que rejeitaram a Palavra de Deus:
  • (Lucas 10:10-16) "Mas em qualquer cidade, em que entrardes e vos não receberem, saindo por suas ruas, dizei: Até o pó, que da vossa cidade se nos pegou, sacudimos sobre vós. Sabei, contudo, isto, que já o reino de Deus é chegado a vós. E digo-vos que mais tolerância haverá naquele dia para Sodoma do que para aquela cidade. Ai de ti, Corazim, ai de ti, Betsaida! Porque, se em Tiro e em Sidom se fizessem as maravilhas que em vós foram feitas, já há muito, assentadas em saco e cinza, se teriam arrependido. Portanto, para Tiro e Sidom haverá menos rigor, no juízo, do que para vós. E tu, Cafarnaum, que te levantaste até ao céu, até ao inferno serás abatida. Quem vos ouve a vós, a mim me ouve; e quem vos rejeita a vós, a mim me rejeita; e quem a mim me rejeita, rejeita aquele que me enviou." 
  • (Romanos 2:8) "Mas haverá ira e indignação para os que são egoístas, que rejeitam a verdade e seguem a injustiça." 

Mestres que não ensinaram e viveram com integridade: 
  • (Tiago 3:1) "Meus irmãos, muitos de vós não sejam mestres, sabendo que receberemos mais duro juízo." 
  • (Mateus 23:13) "Mas ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que fechais aos homens o reino dos céus; e nem vós entrais nem deixais entrar aos que estão entrando."

    Hipócritas que usaram do meio "FÉ" para explorar as pessoas: 
    • (Mateus 23:14) "Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que devorais as casas das viúvas, sob pretexto de prolongadas orações; por isso sofrereis mais rigoroso juízo."

    Pessoas que se desviaram da fé: 
    • (Hebreus 10:29:31) "De quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue da aliança com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da graça? Porque bem conhecemos aquele que disse: Minha é a vingança, eu darei a recompensa, diz o Senhor. E outra vez: O Senhor julgará o seu povo. Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo."

    (V.13) O mar entregou os mortos que nele havia, e a morte e o Hades entregaram os mortos que neles havia; 

    Ninguém escapará do juízo final de Deus. 

    e cada um foi julgado de acordo com o que tinha feito.

    Haverá grau de castigo. Isso mostra a justiça de Deus.

    (V.14) Então a morte e o Hades foram lançados no lago de fogo. O lago de fogo é a segunda morte.

    Até a morte e o Hades serão lançados no lago de fogo. Que é chamado a segunda morte, porque é a condenação eterna.

    (V.15) Se o nome de alguém não foi encontrado no livro da vida, este foi lançado no lago de fogo."

    Jesus como juiz justo... Confere se o nome está escrito no livro da vida, e se não for achado será lançado no lago de fogo.
    • (Filipenses 2:9-11) "Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai."

    Conclusão:
    • (Hebreus 3:13,14) "Antes, exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado; Porque nos tornamos participantes de Cristo, se retivermos firmemente o princípio da nossa confiança até o fim."
    Temos que conhecer a Palavra de Deus e observar HOJE se ela está nos justificando ou condenando, porque sabendo ou não, crendo ou não, seremos julgados por ela. Deus é um Deus justo e não se esquece daqueles que temem o Seu Nome.
    • (Apocalipse 3:5) "O vencedor será igualmente vestido de branco. Jamais apagarei o seu nome do livro da vida, mas o reconhecerei diante do meu Pai e dos seus anjos."

      Graça e paz,
      Pra. Angela Caldas.

      domingo, 1 de abril de 2018

      Fé e gratidão

      Introdução: É possível ser uma pessoa de coração ingrato e ainda sim receber a misericórdia de Deus, mas somente as pessoas agradecidas a Ele desfrutam da Sua comunhão.

      (Lucas 17:11-19)
      (V.11) "A caminho de Jerusalém, Jesus passou pela divisa entre Samaria e Galiléia.
      (V.12) Ao entrar num povoado, dez leprosos dirigiram-se a ele. Ficaram a certa distância
      (V.13) e gritaram em alta voz: "Jesus, Mestre, tem piedade de nós!"

      Pessoas leprosas tinham que manter distância de pessoas sadias, por isso eles gritaram em alta voz para que Jesus os ouvisse.
      • (Levítico 13:46) "Enquanto tiver a doença, estará impuro. Viverá separado, fora do acampamento."

      (V.14) Ao vê-los, ele disse: "Vão mostrar-se aos sacerdotes". Enquanto eles iam, foram purificados.

      Todos os dez leprosos creram e obedeceram ao comando de Jesus, porque só depois da cura da lepra que eles poderiam apresentar-se ao sacerdote para a entrega de ofertas de gratidão a Deus.

      Complementar:
      (Marcos 9:23), (Levítico 13:2,3), (14:2-32).

      (V.15) Um deles, quando viu que estava curado, voltou, louvando a Deus em alta voz.
      (V.16) Prostrou-se aos pés de Jesus e lhe agradeceu. Este era samaritano.

      Somente um dos dez leprosos que ao perceber que havia sido curado voltou para agradecer a cura e agradeceu com humildade.

      Complementar:
      Samaritanos eram desprezados pelos judeus porque faziam parte de um povo composto por idólatras e mestiços (judeus do Reino do Norte e outros povos), mas a graça de Deus é para todas as pessoas.

      (V.17) Jesus perguntou: "Não foram purificados todos os dez? Onde estão os outros nove?
      (V.18) Não se achou nenhum que voltasse e desse louvor a Deus, a não ser este estrangeiro?"
      (v.19) Então ele lhe disse: "Levante-se e vá; a sua fé o salvou"."

      Dez foram curados, mas somente o samaritano agiu com gratidão a Deus e recebeu também a salvação para a sua alma.

      Conclusão: Os dez leprosos tiveram fé para alcançar a cura da lepra, mas apenas um homem teve fé e gratidão, e por isso, além de receber a cura para o seu corpo, recebeu a bênção mais importante da sua vida que é a salvação. O samaritano foi totalmente restaurado.

      Graça e paz,
      Pra. Angela Caldas.