Translate

terça-feira, 18 de julho de 2017

A verdadeira sabedoria

Neste texto Tiago declara que existem dois tipos de sabedoria:
  • Sabedoria terrena.
  • Sabedoria celestial.

(Tiago 3)

(13) "Quem é sábio e tem entendimento entre vocês? 
  • Sábio – com respeito as coisas divinas, esclarecido, que está de acordo com a pureza de coração e vida.
  • Entendimento - conhecer a fundo, possuir extrema competência.

Complementar:

Tiago fez essa pergunta para cristãos que acreditavam serem sábios e entendidos.
  • Quem é realmente sábio e entendido não fica ostentando.

Que o demonstre por seu bom procedimento, mediante obras praticadas com a humildade que provém da sabedoria.
  • Sabedoria: representa a sabedoria divina, a capacidade de regular o relacionamento da pessoa com Deus.
Que demonstre (sua sabedoria e entendimento) por meio de obras praticadas com humildade (sabedoria e humildade andam juntas).

Assim como identificamos uma árvore pelos frutos, identificamos se uma pessoa é sábia ou não pelas suas atitudes e não somente pelo que ela fala.
  • (Mateus 12:33) "Considerem: uma árvore boa dá bom fruto; uma árvore ruim, dá fruto ruim, pois uma árvore é conhecida por seu fruto."

Complementar:

O que a pessoa fala é muito importante, mas as palavras devem ser acompanhadas de atitudes.

Sabedoria terrena

(14) Contudo, se vocês abrigam no coração inveja amarga e ambição egoísta, não se gloriem disso, nem neguem a verdade. 

Vícios a serem evitados:


Inveja amarga: 

  • Desgosto pelo bem alheio que leva a uma atitude áspera e ressentida para com os outros.
A inveja quer privar o outro do que ele tem, ao passo que o ciúme deseja ter a mesma coisa ou o mesmo tipo de coisa para si.

Ambição egoísta: 

  • Rivalidade pelo interesse próprio a qualquer custo, incluindo passar por cima dos outros. 
  • Refere-se também, a qualquer pessoa que fica irada ou enciumada acerca de um assunto, a ponto de ela retirar-se, física ou psicologicamente, da igreja.

Eles acreditavam que eram sábios e entendidos, e se gloriavam por isso, mas estavam abrigando inveja amarga e ambição egoísta no coração. Estavam vivendo totalmente em contradição aos princípios bíblicos.

(15) Esse tipo de "sabedoria" não vem do céu, mas é terrena, não é espiritual e é demoníaca. 

Esse tipo de "sabedoria" de um coração cheio de inveja amarga e ambição egoísta, não é divina, mas terrena, da alma e inspirada pelo diabo.

(16) Pois onde há inveja e ambição egoísta, aí há confusão e toda espécie de males. 
  • Confusão - instabilidade, desordem, tumulto.
Confusões e outras práticas pecaminosas... O poder destrutivo da inveja amarga e da ambição egoísta. 

Complementar:
  • Além deles serem pessoas cheias de si, havia entre eles um espírito de competição. 

Sabedoria do alto

Virtudes da sabedoria sabedoria do alto a serem cultivadas:
  • Essas virtudes são obras do Espírito Santo em nossas vidas, elas crescem à medida que crescemos no conhecimento e prática da Palavra de Deus. 

(17) Mas a sabedoria que vem do alto é antes de tudo pura; depois, pacífica, amável, compreensiva, cheia de misericórdia e de bons frutos, imparcial e sincera. 

A sabedoria que vem do alto é antes de tudo (prioridade)... Pura: Perfeita, santa. Acerca de Deus. 

Trazendo para a nossa vida pessoal...

Viver em santidade. Corpo, alma e espírito (1 Tessalonicenses 5:23).
  • (1 João 3:3) "Todo aquele que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo, assim como ele é puro."

Depois... PacíficaUma paz autêntica, livre de uma atitude briguenta. 

Trazendo para a nossa vida pessoal...

Promover a paz, mas não ao custo da santidade. A paz opõe-se à confusão.
  • (1 Coríntios 14:33a) "Pois Deus não é Deus de desordem, mas de paz."

Amável
Mansa, branda, gentil, moderada, paciente. 

Trazendo para a nossa vida pessoal...

Ser uma pessoa tolerante, gentil, que não provoca brigas mesmo sofrendo injustiças. Uma pessoa de fácil convivência.
  • (Filipenses 4:5) "Seja a amabilidade de vocês conhecida por todos. Perto está o Senhor."

CompreensivaDisposta a ceder. 

Trazendo para a nossa vida pessoal...

Ser uma pessoa que tem facilidade para ceder aos outros. Que Trabalha em equipe com espírito de cooperação. Que não cria conflitos quando ocorrem mudanças.
  • (Filipenses 2:3) "Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos."

Cheia de misericórdia: Ter compaixão. Demonstrar amor em larga medida.

Trazendo para a nossa vida pessoal...

Ser uma pessoa perdoadora e que trata o próximo com bondade.
  • (1 Pedro 3:8) "Quanto ao mais, tenham todos o mesmo modo de pensar, sejam compassivos, amem-se fraternalmente, sejam misericordiosos e humildes."

Bons frutos: Atitudes corretas. 

Trazendo para a nossa vida pessoal...

Agir em concordância com a Palavra de Deus.
  • (Mateus 7:17) "Semelhantemente, toda árvore boa dá frutos bons, mas a árvore ruim dá frutos ruins."

Imparcial: Reta, justa. Trazendo para a nossa vida pessoal...

Não fazer acepção de pessoas. 
  • (Tiago 2:3,4) "Se vocês derem atenção especial ao homem que está vestido com roupas finas e disserem: "Aqui está um lugar apropriado para o senhor", mas disserem ao pobre: "Você, fique de pé ali", ou: "Sente-se no chão, junto ao estrado onde ponho os meus pés", não estarão fazendo discriminação, fazendo julgamentos com critérios errados?"

Sincera: 
Não fingida, real, verdadeira. 

Trazendo para a nossa vida pessoal...

Agir com honestidade, viver sem máscaras, fala a verdade sem ofender.
  • (Efésios 4:15) "Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo."

Complementar:

Para um bom funcionamento na igreja local deve existir um espírito de cooperação.

(18) O fruto da justiça semeia-se em paz para os pacificadores."
  • Fruto da justiça - Práticas exteriores da Palavra de Deus. 

Todas essas virtudes que foram ensinadas são para serem praticadas de forma pacífica.
  • (Mateus 5:9) "Bem-aventurados os pacificadores, pois serão chamados filhos de Deus."

Conclusão:

A sabedoria que vem de Deus, sempre nos levará a um relacionamento correto com o nosso próximo. 

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Alegre-Se Jovem!

(Eclesiastes 11:9) "Alegre-se, jovem, na sua mocidade! Seja feliz o seu coração nos dias da sua juventude! Siga por onde seu coração mandar, até onde a sua vista alcançar; mas saiba que por todas essas coisas Deus o trará a julgamento."

Não é um incentivo ao pecado, é uma advertência! 

A Palavra de Deus é bem clara: se vivermos uma vida agradando apenas a nossa carne, sem nos preocuparmos com a Palavra de Deus, prestaremos contas de todas as nossas atitudes a Deus.

A mensagem é: desfrute a vida, a mocidade, aproveite bastante, mas não desobedeça à Palavra de Deus.

Devemos nos alegrar com responsabilidade, sem cometermos pecado.
  • (Eclesiastes 12:4) "Pois Deus trará a julgamento tudo o que foi feito, inclusive tudo o que está escondido, seja bom, seja mal." 

Graça e paz,
Pra. Angela Caldas.

domingo, 25 de junho de 2017

O homem prudente e o homem insensato

O texto que vamos meditar agora é a conclusão do sermão da montanha que está registrado no livro de Mateus capítulos 5, 6 e 7, onde Jesus ensinou alguns princípios do Reino de Deus.
Jesus finalizou contando uma parábola mostrando a necessidade de praticar os Seus ensinamentos.
  • Só ouvir não é o suficiente, é necessário praticar.

(Mateus 7)

(24) "Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha.
(25) Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu, porque tinha seus alicerces na rocha.(26) Mas quem ouve estas minhas palavras e não as pratica é como um insensato que construiu a sua casa sobre a areia. 
(27) Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela caiu. E foi grande a sua queda."

São vários pontos em comum...


Vamos comparar os versículos 24 e 26:
O homem prudente e o homem insensato ouvem as mesmas palavras.

(24) Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha.
  • Prudente - inteligente, sábio.
O homem prudente é um discípulo ouvinte e praticante da Palavra de Deus. Ele vive segundo os princípios da Palavra de Deus.

De forma ilustrativa... Ele é considerado um sábio construtor... sua casa é bem alicerçada.


(26) Mas quem ouve estas minhas palavras e não as pratica é como um insensato que construiu a sua casa sobre a areia. 

  • Insensato - tolo, incrédulo.
O homem insensato é apenas um discípulo ouvinte, ele não é praticante da Palavra. Ele não vive segundo os princípios da Palavra de Deus.

De forma ilustrativa... Ele não é considerado um sábio construtor... sua casa está sendo construída sem alicerces.



Vamos comparar os versículos 25 e 27:
O mesmo tipo de tempestade caiu sobre as duas casas.

(25) Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu, porque tinha seus alicerces na rocha.
  • (Lucas 6:48) "É como um homem que, ao construir uma casa, cavou fundo e colocou os alicerces na rocha. Quando veio a inundação, a torrente deu contra aquela casa, mas não a conseguiu abalar, porque estava bem construída."
A prática da Palavra de Deus se torna uma fundação firme. 

(27) Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela caiu. E foi grande a sua queda.
  • (Lucas 6:49) "Mas aquele que ouve as minhas palavras e não as pratica, é como um homem que construiu uma casa sobre o chão, sem alicerces. No momento em que a torrente deu contra aquela casa, ela caiu, e a sua destruição foi completa."
Aquele que só ouve e não pratica, está enganando a si mesmo.
  • (Tiago 1:22) "Sejam praticantes da palavra, e não apenas ouvintes, enganando-se a si mesmos."

Conclusão:
  • Ponto principal desse ensinamento: A vida de fé será colocada à prova tanto nessa vida, quanto na eternidade. 
Aqui enfrentamos várias provações (Tiago 1:2), e na eternidade os salvos enfrentarão o "Tribunal de Cristo", onde as obras serão provadas pelo fogo (1 Coríntios 3:10-15). E os não salvos enfrentarão o "Grande trono branco" onde serão julgados e condenados (Apocalipse 20:11-15).

Temos que ter a consciência que nenhuma atividade religiosa substitui a prática da Palavra de Deus.
Só ouvir a Palavra de Deus não garante a salvação, os não praticantes passarão a eternidade longe da presença de Deus.
  • (Mateus 7) (13) "Entrem pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que leva à perdição, e são muitos os que entram por ela. (14) Como é estreita a porta, e apertado o caminho que leva à vida! São poucos os que a encontram.”

Graça e paz,
Pra. Angela Caldas.


segunda-feira, 12 de junho de 2017

Passos para confissões de fé

Muitas pessoas não conseguem manter suas confissões de fé, porque alimentam pensamentos e palavras contrárias à Palavra de Deus. Com este ensino vamos aprender princípios bíblicos para um crescimento na vida de fé e na vida oração.

1º) Rejeitar pensamentos negativos:


Devemos rejeitar todos os pensamentos negativos e substituí-los pela Palavra de Deus. Pensamentos negativos nos enfraquecem e nos desanimam.

Os nossos pensamentos estão de acordo com Filipenses 4:8?

(Filipenses 4:8) "Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas."

Os nossos pensamentos se manifestam através de nossas palavras e atitudes, por isso a nossa mente precisa ser renovada diariamente pela Palavra de Deus, só assim viveremos segundo os seus princípios.

  • (Romanos 12:2) "Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus."

Somos instruídos a meditarmos na Palavra de Deus e não nos problemas:
  • (Salmo 1:2) "Ao contrário, sua satisfação está na lei do Senhor, e nessa lei medita dia e noite."

2º) Não devemos confessar palavras contrárias à Palavra de Deus:
  • Nós podemos nos tornar vítimas de nossas próprias palavras.
Devemos tomar cuidado não só com o que declaramos em relação as nossas vidas, mas também com aquilo que declaramos sobre a vida dos outros.

Criticar, caluniar, amaldiçoar, declarar juízo sobre a vida dos outros, faz com que a nossa boca seja uma fonte de água amarga, impedindo assim de recebermos as respostas das nossas orações.


De uma mesma boca não pode proceder à bênção e maldição (Tiago 3:10). Ou a nossa boca é uma fonte de água doce ou a nossa boca é uma fonte de água amarga (Tiago 3:11). 


(Tiago 3:2) "Todos tropeçamos de muitas maneiras. Se alguém não tropeça no falar, tal homem é perfeito, sendo também capaz de dominar todo o seu corpo."
  • Quais os tipos de palavras que temos declarado? Bênçãos ou maldições?
As nossas palavras exercem uma grande influência sobre a nossa vida, porque elas são sementes da nossa futura colheita. Nunca devemos declarar aquilo que não queremos receber.

Linguagem positiva de Josué e Calebe depois de espiarem a terra de Canaã:

Linguagem em linha com a promessa de Deus...
  • (Números 13:30) "Então Calebe fez o povo calar-se perante Moisés e disse: "Subamos e tomemos posse da terra. É certo que venceremos!"
  • (Números 14:6-9) (6) "Josué, filho de Num, e Calebe, filho de Jefoné, dentre os que haviam observado a terra, rasgaram as suas vestes (7) e disseram a toda à comunidade dos israelitas: A terra que percorremos em missão de reconhecimento é excelente. (8) Se o Senhor se agradar de nós, ele nos fará entrar nessa terra, onde manam leite e mel, e a dará a nós. (9) Somente não sejam rebeldes contra o Senhor. E não tenham medo do povo da terra, porque nós os devoraremos como se fossem pão. A proteção deles se foi, mas o Senhor está conosco. Não tenham medo deles!"

Linguagem negativa dos outros 10 líderes depois de espiarem a terra de Canaã:

Linguagem contrária à promessa de Deus...
  • (Números 13) (31) "Mas os homens que tinham ido com ele disseram: Não podemos atacar aquele povo; é mais forte do que nós. (32) E espalharam entre os israelitas um relatório negativo acerca daquela terra. Disseram: A terra para a qual fomos em missão de reconhecimento devora os que nela vivem. Todos os que vimos são de grande estatura. (33) Vimos também os gigantes, os descendentes de Enaque, diante de quem parecíamos gafanhotos, a nós e a eles."

Murmuração dos israelitas depois de serem contaminados pela linguagem negativa dos dez espias:
  • (Números 14:2) “Todos os israelitas queixaram-se contra Moisés e contra Arão, e toda a comunidade lhes disse: "Quem dera tivéssemos morrido no Egito! Ou neste deserto!

E eles possuíram aquilo que declararam:


Foram vítimas das suas próprias palavras...
  • (Números 14) (27) "Até quando esta comunidade ímpia se queixará contra mim? Tenho ouvido as queixas desses israelitas murmuradores. (28) Diga-lhes: ‘Juro pelo meu nome, declara o Senhor, que farei a vocês tudo o que pediram: (29) Cairão neste deserto os cadáveres de todos vocês, de vinte anos para cima, que foram contados no recenseamento e que se queixaram contra mim. (30) Nenhum de vocês entrará na terra que, com mão levantada, jurei dar-lhes para sua habitação, exceto Calebe, filho de Jefoné, e Josué, filho de Num. (31) Mas, quanto aos seus filhos, sobre os quais vocês disseram que seriam tomados como despojo de guerra, eu os farei entrar para desfrutarem a terra que vocês rejeitaram. (32) O cadáveres de vocês, porém, cairão neste deserto. (33) Os filhos de vocês serão pastores aqui durante quarenta anos, sofrendo pela infidelidade de vocês, até que o último cadáver de vocês seja destruído no deserto. (34) Durante quarenta anos vocês sofrerão a conseqüência dos seus pecados e experimentarão a minha rejeição; cada ano corresponderá a cada um dos quarenta dias em que vocês observaram a terra’. (35) Eu, o Senhor, falei, e certamente farei essas coisas a toda esta comunidade ímpia, que conspirou contra mim. Encontrarão o seu fim neste deserto; aqui morrerão."

E Deus registrou no Novo Testamento para advertência para nós:
  • (1 Coríntios 10) (10) "E não se queixem, como alguns deles se queixaram — e foram mortos pelo anjo destruidor. (11) Essas coisas aconteceram a eles como exemplos e foram escritas como advertência para nós, sobre quem tem chegado o fim dos tempos."

3º) Fazer declarações de fé:
  • A fé deve ser colocada em prática.
(Marcos 11:23) "Porque em verdade vos afirmo que se alguém disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar no seu coração, mas crer que se fará o que diz, então terá o que disse."
  • Monte simboliza - problemas difíceis ou impossíveis de se resolverem.
Essa metáfora já era conhecida pelos israelitas. Os grandes rabinos e líderes espirituais eram conhecidos como levantadores de montanhas, porque eles podiam resolver problemas difíceis e aparentemente fazer o impossível.

Devemos declarar especificamente a saída do mal, em o nome do Senhor Jesus... e não ficarmos alimentado pensamentos negativos...

Mesmo depois de 45 anos, Calebe permaneceu com uma linguagem em linha com as promessas de Deus:
  • (Josué 14) (10) "Pois bem, o Senhor manteve-me vivo, como prometeu. E foi há quarenta e cinco anos que ele disse isso a Moisés, quando Israel caminhava pelo deserto. Por isso aqui estou hoje, com oitenta e cinco anos de idade! (11) Ainda estou tão forte como no dia em que Moisés me enviou; tenho agora tanto vigor para ir à guerra como naquela época. (12) Dê-me, pois, a região montanhosa que naquela ocasião o Senhor me prometeu. Na época, você ficou sabendo que os enaquins lá viviam com suas cidades grandes e fortificadas; mas, se o Senhor estiver comigo, eu os expulsarei de lá, como ele prometeu. (13) Então Josué abençoou Calebe, filho de Jefoné, e lhe deu Hebrom por herança."

Complementar:

  • (Hebreus 11:6) "Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam."

Conclusão:
Devemos mudar a nossa maneira de pensar e falar, só assim teremos vitória em nossa vida de fé e em nossa vida de oração. No tempo de Deus colheremos todas as coisas boas que o Senhor tem para nós (Eclesiastes 3:1).
  • (Efésios 3:20) "Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera."

Graça e paz,
Pra. Angela Caldas.

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Exaltando à Palavra de Deus

(Deuteronômio 11)
(18) “Gravem estas minhas palavras no coração e na mente; 

A Palavra de Deus declara:
  • (Mateus 15:19) "Pois do coração saem os maus pensamentos, os homicídios, os adultérios, as imoralidades sexuais, os roubos, os falsos testemunhos e as calúnias."
Devemos meditar na Palavra de Deus com o interesse de aprender e fazer dela o nosso manual de vida.
  • (Salmo 119:11) "Guardei no coração a tua palavra para não pecar contra ti."
Todos os seus ensinamentos são de grande valor e nos direcionam para a verdadeira vida.

amarrem-nas como símbolos nas mãos e prendam-nas na testa.

Deus levantou a Sua Palavra como memorial para o povo que saiu do Egito e para a futura geração não se esquecerem de como maravilhosamente eles foram libertos do Egito, e para permanecerem fiéis aos Seus mandamentos (Deuteronômio 11:1-9).
  • As palavras eram escritas em pergaminhos e colocadas em pequenas caixas de couro pequenas e pretas chamadas filactérios. Os filactérios para a cabeça eram divididos em dois compartimentos, cada um contendo um pergaminho separado. Os filactérios de braço não tinham divisão, um único pergaminho continha as passagens bíblicas. O texto era (Deuteronômio 6:4-9), junto como (Deuteronômio 11:13-21), (Êxodo 13:1-10, 11-16).  Eram presas por tiras de couro ao antebraço esquerdo e à testa de cada homem judeu com mais de 13 anos.  (Eles usavam na oração da manhã, exceto no sábado e em dias de festa).

(19) Ensinem-nas a seus filhos, conversando a respeito delas quando estiverem sentados em casa e quando estiverem andando pelo caminho, quando se deitarem e quando se levantarem.

A palavra não é dirigida diretamente aos filhos, mas aos pais porque eles são os responsáveis por ensinarem a Palavra de Deus. E devem ensinar em todas as oportunidades...
  • (Provérbio 22:6) "Instrua a criança segundo os objetivos que você tem para ela, e mesmo com o passar dos anos não se desviará deles."
A fidelidade à Palavra de Deus de geração em geração é a garantia da bênção permanecer na família:
  • (Gênesis 18:19) "Pois eu o escolhi, para que ordene aos seus filhos e aos seus descendentes que se conservem no caminho do Senhor, fazendo o que é justo e direito, para que o Senhor faça vir a Abraão o que lhe havia prometido."

(20) Escrevam-nas nos batentes das portas de suas casas, e nos seus portões,

Levantá-la em lugar visível como memorial para não se esquecerem de Deus.
  • Mezuzá - Caixa contendo um pergaminho com textos bíblicos.

Resultados:
(21) para que, na terra que o Senhor jurou que daria aos seus antepassados, os seus dias e os dias dos seus filhos sejam muitos, sejam tantos como os dias durante os quais o céu está acima da terra.

Vida longa. 

(22) Se vocês obedecerem cuidadosamente todo o mandamento que lhes mando cumprir, amando o Senhor, o seu Deus, andando em todos os seus caminhos e apegando-se a ele,
(23) então o Senhor expulsará todas essas nações da presença de vocês, e vocês despojarão nações maiores e mais fortes do que vocês.

Vitória sobre o inimigo e bens materiais.
  • (Eclesiastes 2:26) “Ao homem que o agrada, Deus recompensa com sabedoria, conhecimento e felicidade. Quanto ao pecador, Deus o encarrega de ajuntar e armazenar riquezas para entregá-las a quem o agrada. Isso também é inútil, é correr atrás do vento."

(24) Todo lugar onde vocês puserem os pés será de vocês. O seu território se estenderá do deserto do Líbano e do rio Eufrates ao mar Ocidental.

Grandes conquistas.

(25) Ninguém conseguirá resisti-los. O Senhor, o seu Deus, conforme lhes prometeu, trará pavor e medo de vocês a todos os povos daquela terra, aonde quer que vocês forem.

Vitória sobre o inimigo.
  • (Deuteronômio 28:10) “Então todos os povos da terra verão que vocês são chamados pelo nome do Senhor e terão medo de vocês."
Nós vemos... Que o sucesso dependeria primeiramente da dependência e obediência à Palavra de Deus e não da capacidade/força do exército.

(26) Prestem atenção! 

O que vai ser ensinado é de grande importância...

Hoje estou pondo diante de vocês a bênção e a maldição.
(27) Vocês terão bênção, se obedecerem aos mandamentos do Senhor, o seu Deus, que hoje lhes estou dando;
(28) mas terão maldição, se desobedecerem aos mandamentos do Senhor, o seu Deus, e se afastarem do caminho que hoje lhes ordeno, para seguir deuses desconhecidos."

Não vivemos debaixo da Lei de Moisés, vivemos debaixo da graça (Romanos 6; 8). Mas os princípios de Deus são os mesmos, Ele nos abençoa quando obedecemos e nos disciplina quando desobedecemos.
  • (Hebreus 12:10) "Nossos pais nos disciplinavam por curto período, segundo lhes parecia melhor; mas Deus nos disciplina para o nosso bem, para que participemos da sua santidade."
Estamos debaixo da graça, mas não seremos abençoados se andarmos na prática do pecado:
  • (Romanos 8) "(6) "A mentalidade da carne é morte, mas a mentalidade do Espírito é vida e paz; (7) a mentalidade da carne é inimiga de Deus porque não se submete à lei de Deus, nem pode fazê-lo. (8) Quem é dominado pela carne não pode agradar a Deus."

Graça e paz,
Pra. Angela Caldas.

sábado, 27 de maio de 2017

Sinais de um verdadeiro crescimento espiritual

O desejo de Deus é que todo cristão cresça espiritualmente e alcance a maturidade espiritual:
  • (Efésios 4:13) "Até que todos alcancemos a unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, e cheguemos à maturidade, atingindo a medida da plenitude de Cristo." 

1º) Temor ao Senhor:

(Provérbio 8:13) "Temer ao Senhor é odiar o mal; odeio o orgulho e a arrogância, o mau comportamento e o falar perverso."
    Temer ao Senhor é odiar aquilo que Deus odeia e a amar aquilo que Deus ama. A prática do pecado consciente diminui a cada dia, e a paz é perdida até diante dos deslizes.

    O temor ao Senhor é a base/alicerce de tudo, porque ele torna o cristão:
    • Sensível a voz do Espírito Santo.
    • Receptivo à Palavra de Deus.
    • Gera um desejo de obediência.

    2º) Desejo por alimento espiritual:

    (1 Pedro 2:2) "Desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado, para que por ele vades crescendo."
    Assim como todo bebê deseja o leite materno, o cristão temente ao Senhor deve buscar a Palavra de Deus.

    Mas para o cristão crescer espiritualmente, este leite espiritual não pode ser "falsificado", isto é, corrompido pelo homem:
    • (2 Coríntios 2:17) "Porque não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus; antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus."
    É necessário aprender a ser um examinador da Palavra de Deus.
    • (Atos 17) (11) "Os bereanos eram mais nobres do que os tessalonicenses, pois receberam a mensagem com grande interesse, examinando todos os dias as Escrituras, para ver se tudo era assim mesmo. (12) E creram muitos dentre os judeus, bem como dentre os gregos, um bom número de mulheres de elevada posição e não poucos homens."

    3º) Prática da Palavra de Deus:
    • (Tiago 1:22) "Sejam praticantes da palavra, e não apenas ouvintes, enganando-se a si mesmos."

    O cristão que só ouve a Palavra de Deus e não a pratica, regride espiritualmente:


    (Hebreus 5:11-14)


    (V.11) "Do qual muito temos que dizer, de difícil interpretação; porquanto vos fizestes negligentes para ouvir.

    Não existe crescimento espiritual sem o interesse pelo ouvir a Palavra de Deus. 

    (V.12) Porque, devendo já ser mestres pelo tempo, ainda necessitais de que se vos torne a ensinar quais sejam os primeiros rudimentos das palavras de Deus; e vos haveis feito tais que necessitais de leite, e não de sólido mantimento.

    Quem não ouve a Palavra de Deus com atenção regride espiritualmente porque até as revelações que já recebeu de Deus será tirada.
    • (Marcos 4) (23) Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça! (24) "Considerem atentamente o que vocês estão ouvindo", continuou ele. "Com a medida com que medirem, vocês serão medidos; e ainda mais lhes acrescentarão. (25) A quem tiver, mais lhe será dado; de quem não tiver, até o que tem lhe será tirado."

    Volta a precisar de leite espiritual, isto é dos primeiros ensinos:
    • Pecado
    • Arrependimento
    • Novo nascimento
    • Perdão
    • Justificação
    • Santificação
    • Fé...

    (V.13) Porque qualquer que ainda se alimenta de leite não está experimentado na palavra da justiça, porque é menino.

    Só saem da infância espiritual aqueles que se alimentam diariamente da Palavra de Deus.


    (V.14) Mas o mantimento sólido é para os perfeitos, os quais, em razão do costume, têm os sentidos exercitados para discernir tanto o bem como o mal."


    Só alcança a maturidade espiritual através da oração, do conhecimento e prática da Palavra de Deus. Os praticantes têm a sua faculdade de percepção exercitada e sabem discernir com clareza tanto o bem e o mal.

    • (1 Tessalonicenses 5:22) "Abstende-vos de toda a aparência do mal."

    Oração de Salomão:

    • (1 Reis 3:9) "Dá, pois, ao teu servo um coração cheio de discernimento para governar o teu povo e capaz de distinguir entre o bem e o mal. Pois, quem pode governar este teu grande povo?"

    4º) Vida de gratidão:

    (Salmo 103:2) "Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nenhum de seus benefícios."

    Gratidão a Deus é um dos sinais de maturidade espiritual. As pessoas maduras não andam na prática da murmuração. Vivem uma vida de total dependência de Deus.

    5º) Confiança no Senhor:

    (Salmo 37:5) "Entregue o seu caminho ao Senhor; confie nele, e ele agirá."

    Jesus apresentou a Deus como o nosso Pai celestial:
    • (Mateus 6:9) "Vocês, orem assim: "Pai nosso, que estás nos céus! Santificado seja o teu nome."

    Um pai que quer o melhor para o seu filho:
    • (Mateus 7:11) "Se vocês, apesar de serem maus, sabem dar boas coisas aos seus filhos, quanto mais o Pai de vocês, que está nos céus, dará coisas boas aos que lhe pedirem!"

    O Pai celestial é onisciente, onipresente e onipotente. Ele conhece o futuro e sabe o que é melhor para cada um de Seus filhos. Precisamos aprender a entregar diariamente os nossos planos a Ele. Ele cuidará de todas as causas que colocarmos em Suas mãos.

    Conclusão

    Não se cresce espiritualmente do dia para a noite. É o caminhar com Deus conhecendo e obedecendo à Sua Palavra que levará o cristão ao verdadeiro crescimento.
      Graça e paz,
      Pra. Angela Caldas.

      domingo, 7 de maio de 2017

      Aprendendo a não agir precipitadamente por causa da IRA

      A ira, quando colocada em prática, torna-se um obstáculo ao nosso crescimento espiritual e muitas vezes ao crescimento do Reino de Deus, pois sempre produz um resultado negativo. Ela machuca não só ao nosso próximo, como também a nós mesmos.

      Sem falar que as pessoas que andam na prática da ira não herdarão o Reino de Deus:


      (Gálatas 5)

      (19) “Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem;
      (20) idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções
      (21) e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti, que os que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus.”


      Conselho prático para vencer a ira

      (Tiago 1:19,20) "Meus amados irmãos, tenham isto em mente:


      Ou seja: Nunca se esqueçam.


      Sejam todos prontos para ouvir,


      Em primeiro lugar, ouvir a Palavra de Deus. Refere-se também ao versículo interior, porque somos gerados pela Palavra da verdade, e devemos ser guiados por ela:

      • (Tiago 1:18) “Por sua decisão ele nos gerou pela palavra da verdade, para que sejamos como que os primeiros frutos de tudo o que ele criou.” 
      E aprender também a ouvir o nosso próximo – ouvir com inteligência.

      tardios para falar


      O melhor caminho para a sabedoria é pensar antes de falar.

      • (Tiago 1:26) “Se alguém se considera religioso, mas não refreia a sua língua, engana-se a si mesmo. Sua religião não tem valor algum!” 

      e tardios para irar-se, 
      pois a ira do homem não produz a justiça de Deus."

      Agindo como ensinado anteriormente, é possível controlar a ira interna.

      1) Prontos para ouvir:

      (Provérbio 18:13) "Quem responde antes de ouvir, comete insensatez e passa vergonha.”

      É muito importante conhecermos todos os fatos antes de responder, principalmente quando tiver outras pessoas envolvidas: 
      • (Provérbio 18:17) “O primeiro a apresentar a sua causa parece ter razão, até que outro venha à frente e o questione.” 
      É muito importante ouvir e analisar primeiro para não cometermos injustiças.

      2) Tardios para falar:

      (Provérbio 13:3) "Quem guarda a sua boca guarda a sua vida, mas quem fala demais acaba se arruinando."

      Devemos ser tardios em revelar aquilo que sentimos, porque palavras insensatas ditas em um momento de ira trazem muitos problemas. Precisamos desenvolver o hábito de ouvir o que as pessoas também têm a dizer.
      • (Provérbio 18:21) "A língua tem poder sobre a vida e sobre a morte; os que gostam de usá-la comerão do seu fruto.” 

      3) Tardios para irar-se:

      (Provérbio 15:18) "O homem irritável provoca dissensão, mas quem é paciente acalma a discussão."

      Uma pessoa irada sempre se envolve em muitas confusões.

      Não podemos permitir que a ira se transforme em pecado, devemos resolvê-la no mesmo dia:
      • (Efésios 4:26,27) "Quando vocês ficarem irados, não pequem. Apaziguem a sua ira antes que o sol se ponha, e não deem lugar ao diabo." 

      4) A ira do homem não opera a justiça de Deus:

      (Romanos 12:19) Amados, nunca procurem vingar-se, mas deixem com Deus a ira, pois está escrito: "Minha é a vingança; eu retribuirei", diz o Senhor”.

      Deixar a correção nas mãos de Deus. Ele corrigirá na medida certa. 

      Nós devemos perdoar as pessoas que nos ofendem:
      • (Marcos 11:25) “E quando estiverem orando, se tiverem alguma coisa contra alguém, perdoem-no, para que também o Pai celestial lhes perdoe os seus pecados.” 

      Conclusão:

      Somos tentados a reagir diante das provações e dos problemas da vida com ira e indignação, mas isso além de não resolver os problemas, gera mais problemas ainda. Devemos nos entregar nas mãos do nosso Deus confiando que tudo está em seu controle e que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que O amam.
      • (Romanos 8:28) “Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.” 

      Graça e paz,
      Pra. Angela Caldas.