Translate

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

O justo viverá pela fé


Qual o significado da palavra FÉ?
  • Fé grego (pitis): dentro do contexto de hebreus 11:1 - Uma firme convicção, uma crença na verdade de alguém ou alguma coisa. 
Sempre usada no Novo Testamento acerca da fé em Deus ou em Jesus, ou às coisas espirituais.


Todos nós recebemos de Deus uma medida de fé:
  • (Romanos 12:3b) "...De acordo com a medida da fé que Deus lhe concedeu." 

E essa medida de fé cresce quando ouvimos a Palavra de Deus:
  • (Romanos 10:17) "De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus." 

Não é simplesmente ouvir, é ouvir com interesse de aprender e praticar:
  • (Marcos 4) (23) Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça! (24) "Considerem atentamente o que vocês estão ouvindo", continuou ele. "Com a medida com que medirem, vocês serão medidos; e ainda mais lhes acrescentarão. (25) A quem tiver, mais lhe será dado; de quem não tiver, até o que tem lhe será tirado". 
  • (Tiago 1:22) “Sejam praticantes da palavra, e não apenas ouvintes, enganando-se a si mesmos.” 

O que a Palavra de Deus declara sobre FÉ?

(Hebreus 11:1) "Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos."


Fé é a certeza interior daquilo que não vemos com os olhos naturais, mas cremos que se manifestará. 

  • Certeza apoiada em Deus e em Sua Palavra. 


Devemos orar de acordo com a vontade de Deus:
  • (1 João 5:14,15) "Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo com a sua vontade, ele nos ouve. E se sabemos que ele nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que temos o que dele pedimos." 
Há ocasiões que não sabemos qual a vontade de Deus para uma questão, então podemos orar assim:
  • (Mateus 6:10) "... seja feita a tua vontade..." 

E com as motivações corretas:
  • (Tiago 4:3) "Quando pedem, não recebem, pois pedem por motivos errados, para gastar em seus prazeres." 
Deus não alimenta orgulho/vaidade em nosso coração respondendo orações com motivações erradas.

Todas as promessas de Deus são verdadeiras e confiáveis:

(2 Coríntios 1:20) "Pois quantas forem as promessas feitas por Deus, tantas têm em Cristo o "sim". Por isso, por meio dele, o "Amém" é pronunciado por nós para a glória de Deus."
  • Deus é fiel.

Mas é necessário obedecer a Sua Palavra

(Isaías 59:2) "Mas as suas maldades separaram vocês do seu Deus; os seus pecados esconderam de vocês o rosto dele, e por isso ele não os ouvirá."

Nossos pecados levantam um muro entre nós e Deus, de modo que Ele não nos ouça.

E perseverar em oração

(Lucas 18:1) "Então Jesus contou aos seus discípulos uma parábola, para mostrar-lhes que eles deviam orar sempre e nunca desanimar."

A aparente demora não diminui em nada a fidelidade de Deus.

Exemplo de uma fé perseverante:

(Romanos 4)

(17) "Como está escrito: "Eu o constituí pai de muitas nações". Ele é nosso pai aos olhos de Deus, em quem creu, o Deus que dá vida aos mortos e chama à existência coisas que não existem, como se existissem.

Foi prometido a Abraão que ele seria pai de muitas nações, quando ele e sua esposa estavam em idade avançada.
  • (Hebreus 11) (11) Pela fé, Abraão — e também a própria Sara, apesar de estéril e avançada em idade — recebeu poder para gerar um filho, porque considerou fiel aquele que lhe havia feito a promessa. (12) Assim, daquele homem já sem vitalidade originaram-se descendentes tão numerosos como as estrelas do céu e tão incontáveis como a areia da praia do mar."

O Deus que ressuscita os mortos podia abençoá-lo com filhos.
  • (Gênesis 25) (1) "Abraão casou-se com outra mulher, chamada Quetura. (2) Ela lhe deu os seguintes filhos: Zinrã, Jocsã, Medã, Midiã, Isbaque e Suá."

(18) Abraão, contra toda esperança,

Não tinha motivos humanos para ele ter esperança. As circunstâncias diziam não.

  • Eles já eram avançados em idade e Sara era estéril e não tinha mais o ciclo das mulheres.

em esperança creu, tornando-se assim pai de muitas nações, como foi dito a seu respeito: "Assim será a sua descendência".


(19) Sem se enfraquecer na fé, reconheceu que o seu corpo já estava sem vitalidade, pois já contava cerca de cem anos de idade, e que também o ventre de Sara já estava sem vitalidade.

  • A fé não nega as circunstâncias.
Se Abraão olhasse para as circunstâncias, não acreditaria que seria "Pai de muitas nações".

(20) Mesmo assim 


Mesmo não tendo nenhum recurso humano.


não duvidou nem foi incrédulo em relação à promessa de Deus, mas foi fortalecido em sua fé e deu glória a Deus,


Mesmo vivendo o contrário da Palavra de Deus em sua vida, sua fé foi fortalecida porque manteve uma vida de gratidão a Deus.


(21) estando plenamente convencido de que ele era poderoso para cumprir o que havia prometido."

Ele tinha certeza de que Deus era fiel e poderoso para cumprir a Sua promessa.
  • (Efésios 3:20) "Àquele que é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos, de acordo com o seu poder que atua em nós..."

Conclusão:

Podemos confiar em Deus e descansar em Sua fidelidade. Ele é um Pai amoroso e tem o melhor para cada um de Seus filhos.

Graça e paz,
Pra. Angela Caldas.


sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

O amor pelos nossos irmãos

(1 João 3:11-24)

Neste texto João afirma que:
  • Os cristãos que praticam o amor, dão prova que nasceram de novo. 
  • Os cristãos que não praticam o amor, dão prova que não nasceram de novo. 
(11) “Porque esta é a mensagem que ouvistes desde o princípio: que nos amemos uns aos outros.

A mensagem de Cristo, desde o princípio do Seu ministério, foi que devemos amar o nosso próximo.
  • (João 13) (34) "Um novo mandamento lhes dou: Amem-se uns aos outros. Como eu os amei, vocês devem amar-se uns aos outros. (35) Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros."
Amar o nosso próximo não é uma opção, mas um mandamento de Deus.

(12) Não como Caim, que era do maligno e matou a seu irmão.

Era do maligno... Vivia na prática do pecado... 
  • (1 João 3:9) "Todo aquele que é nascido de Deus não pratica o pecado, porque a semente de Deus permanece nele; ele não pode estar no pecado, porque é nascido de Deus."

Complementar:

A inveja habitava nele, depois o ódio e por fim o homicídio.

E por que causa o matou? Porque as suas obras eram más, e as de seu irmão, justas.

As obras daqueles que praticam a justiça, expõe as obras daqueles que praticam as injustiças, gerando assim as invejas e as perseguições e por fim o ódio que pode levar ao homicídio.
  • (Hebreus 11:4) "Pela fé Abel ofereceu a Deus um sacrifício superior ao de Caim. Pela fé ele foi reconhecido como justo, quando Deus aprovou as suas ofertas. Embora esteja morto, por meio da fé ainda fala."

Complementar:
  • Foi usado o exemplo de Caim e Abel, porque foi uma discordância religiosa.

Caim não foi apresentado como um ateu, ele foi apresentado como um religioso.
  • (Gênesis 4:3) "Passado algum tempo, Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao Senhor."

Deus aceitou Abel e sua oferta:
  • (Gênesis 4:4) "Abel, por sua vez, trouxe as partes gordas das primeiras crias do seu rebanho. O Senhor aceitou com agrado Abel e sua oferta."

Mas Caim e sua oferta, Deus não aceitou, porque as suas obras eram más.
  • (Gênesis 4) (5) mas não aceitou Caim e sua oferta. Por isso Caim se enfureceu e o seu rosto se transtornou. (6) O Senhor disse a Caim: "Por que você está furioso? Por que se transtornou o seu rosto? (7) Se você fizer o bem, não será aceito? Mas se não o fizer, saiba que o pecado o ameaça à porta; ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo."

Mas Caim não foi rejeitado por Deus, Deus falou para ele:
  • Se você fizer o bem, não será aceito?

(13) Meus irmãos, não vos maravilheis, se o mundo vos aborrece.

Nós não devemos ficar surpresos se as pessoas que não temem a Deus nos odiar.

  • Aquele que pratica a injustiça vai perseguir aquele que pratica a justiça.

Complementar:

Não concordar com o erro, pode gerar perseguição.

(14) Nós sabemos que passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos;


Que nascemos de novo...


quem não ama a seu irmão permanece na morte.


A falta de amor ao próximo demonstra que a pessoa ainda permanece na morte espiritual e está debaixo de condenação eterna.


(15) Qualquer que aborrece a seu irmão é homicida. E vós sabeis que nenhum homicida tem permanente nele a vida eterna.


Aos olhos de Deus o ódio equivale ao homicídio. 

  • Vemos o exemplo de Caim, seu ódio por Abel resultou em homicídio.

Complementar:

Deus olha o coração.  Quem odeia o seu irmão já o matou dentro de si.


(16) Conhecemos o amor nisto: que ele deu a sua vida por nós, 


Prova de amor de Jesus por nós: Ele deu a Sua vida por nós. 


e nós devemos dar a vida pelos irmãos.


O que Deus espera de nós:  Que sacrifiquemos as nossas vidas pelos nossos irmãos.

  • (Gálatas 6:9) "E não nos cansemos de fazer o bem, pois no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos."

Complementar:

Devemos desenvolver o amor fraternal até o ponto de sacrificar a nossa vida em favor dos nossos irmãos.

(17) Quem, pois, tiver bens do mundo e,


Boas condições financeiras.


vendo o seu irmão necessitado,


Passando necessidades básicas (arroz, feijão, roupas...)


lhe cerrar o seu coração, 


Não ajudá-lo...


como estará nele o amor de Deus?


Na verdade não tem o amor de Deus.


(18) Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade.


João ensina para pararmos de falar que amamos o nosso irmão e amá-lo com sinceridade.


Amor apenas de palavras não é amor verdadeiro:

  • (Tiago 2) (15) "Se um irmão ou irmã estiver necessitando de roupas e do alimento de cada dia (16) e um de vocês lhe disser: "Vá em paz, aqueça-se e alimente-se até satisfazer-se", sem porém lhe dar nada, de que adianta isso?"

(19) E nisto conhecemos que somos da verdade e diante dele asseguraremos nosso coração;


Se realmente estamos vivendo o amor na prática, podemos tranquilizar o nosso coração quando estivermos diante de Deus.


(20) sabendo que, se o nosso coração nos condena, maior é Deus do que o nosso coração e conhece todas as coisas.


Se o nosso coração (consciência) nos condena devemos ir para a luz da Palavra de Deus e ver onde estamos errando. Deus é misericordioso, está sempre pronto a perdoar aqueles que verdadeiramente se arrependem e mudam as suas atitudes.

  • (1 João 1:9) "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça."

(21) Amados, se o nosso coração nos não condena, temos confiança para com Deus;


Se examinamos o nosso coração a luz da Palavra de Deus e ele não nos condena, podemos chegar na presença de Deus em total confiança...


Complementar (20,21):


A nossa consciência é um juiz interno, tanto pode nos aprovar, quanto pode nos reprovar, mas devemos analisar tudo a luz da Palavra de Deus para vermos se ela está nos guiando da forma correta. Ela pode ser influenciada pela cultura que vivemos, pela criação familiar, pelos amigos, e até por ensinos distorcidos da Palavra de Deus. Temos que nos manter alinhados com a Palavra de Deus na sua integridade.

  • (Romanos 2) (14) De fato, quando os gentios, que não têm a lei, praticam naturalmente o que ela ordena, tornam-se lei para si mesmos, embora não possuam a lei; (15) pois mostram que as exigências da lei estão gravadas em seus corações. Disso dão testemunho também a consciência e os pensamentos deles, ora acusando-os, ora defendendo-os."
  • (1 Timóteo 1:19) "Conservando a fé, e a boa consciência, a qual alguns, rejeitando, fizeram naufrágio na fé."

(22) e qualquer coisa que lhe pedirmos, dele a receberemos, porque guardamos os seus mandamentos e fazemos o que é agradável à sua vista.


E  orar com ousadia sabendo que teremos as nossas orações respondidas.
  • A forma como tratamos os nossos irmãos, influencia nas respostas das nossas orações.

Aqui estão as maiores evidências da salvação:

(23) E o seu mandamento é este: que creiamos no nome de seu Filho Jesus Cristo
  • Crer em Jesus Cristo como nosso Senhor e Salvador. 

e nos amemos uns aos outros, segundo o seu mandamento.

  • Amor pelos irmãos. 

(24) E aquele que guarda os seus mandamentos nele está, e ele nele.

  • Obediência à Palavra de Deus. 

E nisto conhecemos que ele está em nós: pelo Espírito que nos tem dado".

  • Presença permanente do Espírito Santo em nós, que vai gerar em nós convicção que somos filhos de Deus, mas também gerar em nós convicção do pecado, da justiça e do juízo.

Conclusão:

O amor a Deus deve ser em primeiro lugar, mas quando amamos os nossos irmãos, confirmamos que amamos a Deus.

Graça e paz,
Pra. Angela Caldas.

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Roteiro para a vida cristã tendo como alicerce o amor

O alicerce da vida cristã é o AMOR... Não importa o quanto façamos para Deus e para o próximo, se não fizermos com amor será tudo vazio e sem sentido.

(Romanos 12:9-21)

(V.9) "O amor deve ser sincero. 
  • Sem disfarces (sem hipocrisia).
Não fingir amar... amar realmente.

O amor é a primeira virtude do fruto do Espírito Santo, e o mais importante também (1 Coríntios 13:13):

  • (Gálatas 5) (22) "Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, (23) mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei."

O amor cristão é prático:
  • (1 João 3:18) "Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade."

Quem ama a Deus ama também o seu próximo:
  • (Mateus 22:38,39) (35) "Um deles, perito na lei, o pôs à prova com esta pergunta: (36) "Mestre, qual é o maior mandamento da Lei?" (37) Respondeu Jesus: "‘Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento’. Este é o primeiro e maior mandamento. E o segundo é semelhante a ele: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’."

Complementar:


Os antigos rabinos judeus contavam 613 ordenanças da Lei, sendo 365 negativas e 248 positivas. Um dos exercícios prediletos deles era discutir qual desses mandamentos era o mais importante. 
Jesus respondeu que em primeiro lugar é amar a Deus e em segundo lugar é amar ao próximo, porque aos olhos de Jesus estes dois mandamentos são inseparáveis, ou seja, é impossível amar a Deus sem amar ao próximo. 

Odeiem o que é mau; 

Odiar/detestar o que é errado.

  • (Provérbio 8:13) "Temer ao Senhor é odiar o mal; odeio o orgulho e a arrogância, o mau comportamento e o falar perverso."

apeguem-se ao que é bom.


Firmar/praticar o que é certo.

  • (Gálatas 6:9) "E não nos cansemos de fazer o bem, pois no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos."

Honrar aos outros acima de nós (10)

(V.10) Dediquem-se uns aos outros com amor fraternal. 

Amar os nossos irmãos como verdadeiros irmãos em Cristo.

Prefiram dar honra aos outros mais do que a si próprios.

No sentido de ir adiante e mostrar o caminho, ir a frente e conduzir, ir à frente como um líder.
  • Não ter medo de ajudar os nossos irmãos a crescerem.

Complementar:
  • Procurar não estar em evidência...
Entre nós não pode haver espírito de competição. Competição é sinal que não sabemos a nossa identidade espiritual, para aquilo que realmente fomos chamados.

Servir com zelo ao Senhor (11)

(V.11) Nunca lhes falte o zelo, sejam fervorosos no espírito, sirvam ao Senhor.

Em tempos difíceis... Devemos continuar zelosos e firmes em Deus.
  • Não podemos servir ao Senhor com preguiça, com desânimo.
     
(V.12) Alegrem-se na esperança, 

Alegrar no Senhor, confiando que Ele tem o melhor para cada um de nós.

  • (Isaías 55:9) "Assim como os céus são mais altos do que a terra, também os meus caminhos são mais altos do que os seus caminhos e os meus pensamentos mais altos do que os seus pensamentos."

sejam pacientes na tribulação,


Manter firme em tempos de dificuldades.

  • Toda tribulação traz consigo lições de vida, devemos procurar aprendê-las.

perseverem na oração.


Não entregar ao desânimo desistindo de orar.

  • (Lucas 18:1) "...orar sempre e nunca desanimar."

Aliviar as necessidades dos outros (13)      

(V.13) Compartilhem o que vocês têm com os santos em suas necessidades. 


Ajudar os irmãos necessitados. 

  • (Gálatas 6:10) "Portanto, enquanto temos oportunidade, façamos o bem a todos, especialmente aos da família da fé."

Pratiquem a hospitalidade.


Não está falando de praticar a hospitalidade para parentes e amigos chegados, mas principalmente para a obra de Deus e para aqueles que necessitarem de um lugar para se hospedarem.


Praticar a hospitalidade sem reclamar:
  • (1 Pedro 4:9) "Sejam mutuamente hospitaleiros, sem reclamação."

Abençoar aqueles que nos perseguem (14)

(V.14) Abençoem aqueles que os perseguem; abençoem, e não os amaldiçoem.


Somos chamados para abençoar aqueles que nos perseguem.
  • Abençoar... (1) Orar pelo bem estar de alguém até ver Deus respondendo as nossas orações. (2) Falar bem.

Não temos o direito de decretar palavras de maldições sobre ninguém.
  • Amaldiçoar... Desejar o mal ou a destruição de alguém.

Estar unidos com todos (15-16)

(V.15) Alegrem-se com os que se alegram; 


Alegrar com as bênçãos e o crescimento dos outros sem importar qual seja a nossa situação.


chorem com os que choram.


Não podemos permanecer indiferentes ao sofrimento das pessoas.

  • Tentar amenizar o sofrimento dos outros.

(V.16) Tenham uma mesma atitude uns para com os outros. 


Tratar todas as pessoas com respeito, independentemente da situação financeira.


Não sejam orgulhosos, mas estejam dispostos a associar-se a pessoas de posição inferior. 


Não sermos orgulhosos de querer associar somente com pessoas de posição  financeira superior a nossa, mas associar também com pessoas de posição  financeira inferior a nossa.

  • (Tiago 4:6) "Deus resiste ao soberbo, mas dá graça ao humilde."

Não sejam sábios aos seus próprios olhos.


Não nos julgar pessoas importantes ou nos achar sábios demais.


Complementar: 


Em se tratando de obra de Deus, vemos com muita frequência nas igrejas, pessoas que ao assumirem cargos de liderança, se sentem importantes em relação aos outros irmãos. Isso é totalmente errado, os cargos de liderança são para serem recebidos com muito temor e responsabilidade e não com o coração cheio de orgulho.


Abrir mão da vingança (17-21)

(V.17) Não retribuam a ninguém mal por mal. 


Não devolver o mal que as pessoas praticam contra nós.

Procurem fazer o que é correto aos olhos de todos.

Mas esforçar em fazer o que é correto servindo de exemplo para encorajar outras pessoas a fazerem o mesmo.

(V.18) Façam todo o possível para viver em paz com todos.
  • A  desarmonia nunca deve começar por nós cristãos.
Nem sempre é possível viver em paz com todas as pessoas porque também depende das atitudes delas, mas nós devemos nos esforçar ao máximo para vivermos em paz com todos.

(V.19)  Amados, nunca procurem vingar-se, mas deixem com Deus a ira, pois está escrito: "Minha é a vingança; eu retribuirei", diz o Senhor.

A vingança (correção) pertence a Deus e não a nós. Deus corrige na medida certa.

Complementar:

O cristão deve liberar perdão:

Perdoar é deixar Deus ser o juiz. Ele promoverá a justiça devida para cada situação. Quem não perdoa age como juiz.
  • (Salmo 89:14) "Justiça e juízo são a base do teu trono; misericórdia e verdade irão adiante do teu rosto."

Devemos agir com misericórdia:
  • (Tiago 2:13) "Porque será exercido juízo sem misericórdia sobre quem não foi misericordioso. A misericórdia triunfa sobre o juízo!"

(V.20) Pelo contrário: 

Além de não vingar...

"Se o seu inimigo tiver fome, dê-lhe de comer; se tiver sede, dê-lhe de beber. 

Somos ordenados a agirmos com bondade em favor dos nossos inimigos.
  • Ações corretas nos levará a sentimentos corretos.

Fazendo isso, 

Agindo com bondade...

você amontoará brasas vivas sobre a cabeça dele".

Podemos levá-lo ao arrependimento e talvez até ganhar um amigo.

(21) Não se deixem vencer pelo mal, mas vençam o mal com o bem."
  • Aqui está a conclusão ligada ao princípio do versículo 9b: "Odeiem o que é mau; apeguem-se ao que é bom."
Nossa tarefa não é nos proteger, mas sim obedecer ao Senhor e deixar os resultados por sua conta.


Conclusão:


Devemos nos esforçar para viver nesse nível de pagar o mal com o bem. Se pagarmos com a mesma moeda, só alimentaremos mais o mal e ainda podemos gerar dor na vida de pessoas inocentes. A graça de Deus nos ajudará a vencer um dia de cada vez.

Graça e paz,
Pra. Angela Caldas.

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Sete coisas que Deus detesta

Introdução: A Palavra de Deus nos ensina a amá-Lo de todo o nosso coração, de toda a nossa alma e de todo o nosso entendimento. E a amarmos ao próximo como a nós mesmos (Mateus 22:37-39). Qualquer pecado praticado é contra Deus, em primeiro lugar. Nesse sentido, é importante observar uma lista de atitudes, contra e prejudiciais ao próximo, as quais são pecados contra Deus. 

(Provérbios 6)
(16) "Há seis coisas que o Senhor odeia, sete coisas que ele detesta:
(17) olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente,
(18) coração que traça planos perversos, pés que se apressam para fazer o mal,
(19) a testemunha falsa que espalha mentiras e aquele que provoca discórdia entre irmãos."

1) Olhos altivos: Arrogância; desprezo pelo próximo.
  • (Filipenses 2:3b) "... mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos."

2) Língua mentirosa: Falsidade, engano.
  • (Efésios 4:25) "Portanto, cada um de vocês deve abandonar a mentira e falar a verdade ao seu próximo, pois todos somos membros de um mesmo corpo." 

3) Mãos que derramam sangue inocente: Crueldade; sede de sangue.
  • (João 13:34) "Um novo mandamento lhes dou: Amem-se uns aos outros. Como eu os amei, vocês devem amar-se uns aos outros." 

4) Coração que traça planos perversos: Sabedoria para praticar o mal.
  • (Jó 28:28) "Disse então ao homem: 'No temor do Senhor está a sabedoria, e evitar o mal é ter entendimento'." 

5) Pés que se apressam para fazer o mal: Prontidão para praticar o mal.
  • (Efésios 6:15) "... tendo os pés calçados com a prontidão do evangelho da paz." 

6) A testemunha falsa que espalha mentiras: Aquele que, falsamente, difama o caráter de alguém.
  • (Êxodo 20:16) "Não darás falso testemunho contra o teu próximo." 

7) Aquele que provoca discórdia entre irmãos: Aquele que, de alguma maneira, causa inimizades.
  • (Salmo 133:1) "Como é bom e agradável quando os irmãos convivem em união!"

Conclusão: 

A vontade de Deus para nós irmãos é que vivamos em espírito de unidade, um ajudando o outro. 
  • (1 Pedro 4:10) "Cada um exerça o dom que recebeu para servir aos outros, administrando fielmente a graça de Deus em suas múltiplas formas." 

Graça e paz, 
Pra. Angela Caldas.

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

O perigo dos ensinos distorcidos

Instruções do apóstolo Paulo a Timóteo para combater as heresias dentro da igreja de Éfeso.
  • A igreja de Éfeso estava contaminada com ensinos distorcidos.

(2 Timóteo 2) 
(15) Procure apresentar-se a Deus aprovado, como obreiro que não tem do que se envergonhar, 
  • Aprovado (grego - dokimos): Testado, provado; aprovado e, portanto genuíno.
Ninguém é aprovado sem passar por um teste. O obreiro aprovado por Deus pratica aquilo que ensina...

que maneja corretamente a palavra da verdade.
  • O significado literal da expressão que maneja bem é: que corta em linha reta. Lidar corretamente, habilmente; ensinar corretamente a palavra da verdade.
O retrato da mente de Paulo pode ter sido de uma estrada sendo construida em linha reta até o destino final. Timóteo deveria ensinar a Palavra de Deus de forma reta, dedicando a ser um examinador da Palavra de Deus para manter um ensino dentro do contexto bíblico.
    Aquele que não ensina com integridade será julgado com mais rigor:
    • (Tiago 3:1) "Meus irmãos, não sejam muitos de vocês mestres, pois vocês sabem que nós, os que ensinamos, seremos julgados com maior rigor."

    (16) Evite as conversas inúteis 
    • Inúteis - Conversas vazias, sem valor algum para o crescimento espiritual.
    e profanas, 
    • Profanas - Conversas não santificadas que promovem a vida ímpia.
    pois os que se dão a isso prosseguem cada vez mais para a impiedade.

    Conversas profanas levam a maldade de pensamentos ou ações.

    Evitar qualquer conversa que não gera a edificação da igreja:

    • (Efésios 4:29) "Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem."

    (17) O ensino deles alastra como câncer; entre eles estão Himeneu e Fileto.
    • Himeneu e Fileto - dois falsos mestres.
    O ensino distorcido é comparado a um câncer porque é gerador de morte e não de vida. Não pode salvar e nem santificar. 

    Só a Palavra ensinada de forma íntegra promove crescimento espiritual:

    • (1 Pedro 2:2) "Como crianças recém-nascidas, desejem de coração o leite espiritual puro, para que por meio dele cresçam para a salvação."

    (18) Estes se desviaram da verdade, dizendo que a ressurreição já aconteceu, e assim a alguns pervertem a fé.
    • Nessa igreja as heresias eram a respeito da ressurreição, mas hoje tem diversas heresias...
    Himeneu e Fileto distorceram a verdade a respeito da ressurreição. Eles ensinavam que ela já tinha acontecido de forma espiritual no momento da conversão e não existiria a ressurreição futura do corpo.

    Complementar:

    Esses dois falsos mestres conseguiram destruir a fé de algumas pessoas com seus ensinos distorcidos.

    (19) Entretanto, o firme fundamento de Deus permanece inabalável 

    Mesmo com os ensinos distorcidos de alguns, o firme fundamento de Deus (Verdade de Deus) permanece inabalável.
    • Permaneceu no passado, permanece no presente e permanecerá no futuro também, ela é eterna (Isaías 40:8).

    e selado com esta inscrição: 

    Na Bíblia, o selo é um sinal de propriedade e de garantia.


    "O Senhor conhece quem lhe pertence" 


    Segurança da igreja. Deus é onisciente, Ele sabe aqueles que lhes pertence.


    e "afaste-se da iniquidade todo aquele que confessa o nome do Senhor".


    Pureza da igreja. Todo aquele que confessa o nome do Senhor deve afastar-se da iniquidade. 

    (20) Numa grande casa há vasos não apenas de ouro e prata, mas também de madeira e barro; alguns para fins honrosos, outros para fins 

    Grande casa - Igreja de Cristo.
    • Vasos = A palavra grega era usada para descrever vários instrumentos, utensílios encontrados numa casa.
    Nesta ilustração, Paulo descreve a igreja de Cristo como “uma grande casa”, com fundação firme e vários tipos de utensílios.

    Em um lar abastado...

    Os utensílios de ouro e prata eram para servir alimentos para a família e hóspedes. Esses eram os vasos para fins honrosos, os elogiados pelas pessoas.

    Os utensílios de madeira e barro eram para a coleta de lixo e outros objetos sujos da casa. Eram vasos para fins desonrosos e portanto não recebiam elogios.

    Na igreja de Cristo tem aqueles que são vasos de honra e aqueles que são vasos de desonra. 


    (21) Se alguém se purificar dessas coisas, será vaso para honra, santificado, útil para o Senhor e preparado para toda boa obra.

    Se alguém se purificar...

    • Purificar = A palavra grega significa limpar totalmente, purificar de todo.
    Para sermos vasos de honra e útil para o Senhor e preparado para toda boa obra temos que nos purificar primeiro de todo tipo de conversas inúteis e profanas (16,23), dos ensinos distorcidos que alastra como câncer (17,18) e de todo tipo de impureza (22)...
    • (Mateus 7:17) "Semelhantemente, toda árvore boa dá frutos bons, mas a árvore ruim dá frutos ruins."

    (22) Fuja dos desejos malignos da juventude e siga a justiça, a fé, o amor e a paz, juntamente com os que, de coração puro, invocam o Senhor.

    Em se tratando dos desejos da carne, fugir não é considerado covardia. 

    Além de fugir dos desejos da carne... Seguir a justiça, a fé, o amor e a paz... 
    • Sozinho? Não... Com os que de coração puro invocam o Senhor. 
    Devemos nos unir as pessoas que querem viver um evangelho em sua integridade.

    (23) Evite as controvérsias tolas e fúteis, pois você sabe que acabam em brigas.

    Evitar qualquer tipo de discussão para não acabar em brigas.

    Complementar:

    Os falsos mestres eram um problema na igreja de Éfeso, eles gostavam de provocar conflitos dentro da igreja.

    (24) Ao servo do Senhor não convém brigar mas, sim, ser amável para com todos, apto para ensinar, paciente.

    Em vez de brigar, o servo de Deus precisa ser amável, apto para ensinar e paciente com todos.  O bom ensino nunca promove contendas ou discussões tolas. 
    • Timóteo deveria combater os ensinos distorcidos com muito amor e paciência...

    (25) Deve corrigir com mansidão os que se lhe opõem, na esperança de que Deus lhes conceda o arrependimento, levando-os ao conhecimento da verdade,
    (26) para que assim voltem à sobriedade e escapem da armadilha do diabo, que os aprisionou para fazerem a sua vontade.

    O único remédio para livrar essas pessoas (que estão presas a esses ensinos distorcidos) da armadilha do diabo é ensiná-las a Palavra de Deus com mansidão para que Deus lhes conceda o arrependimento.
    • Ensinos distorcidos fazem as pessoas ficarem cativas do diabo.
    Só Deus pode promover o verdadeiro arrependimento...

    Complementar:

    Como o diabo não conseguiu parar o evangelho de Cristo, ele trabalha para distorcê-lo.

    Conclusão
    • (João 8:32) "E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará."
    Precisamos ser como os cristãos bereanos (Atos 17:11), examinadores da Palavra de Deus. Ensino íntegro gera liberdade e ensino distorcido faz as pessoas ficarem cativas do diabo.

    Graça e paz,
    Pra. Angela Caldas.