Translate

domingo, 27 de agosto de 2017

Conhecimento e oração são fundamentais para uma caminhada segura

(Provérbio 19:2) "Não é bom ter zelo sem conhecimento, nem ser precipitado e perder o caminho."

NÃO É BOM ter zelo sem conhecimento, porque a ignorância é destrutiva.

  • (Oséias 4:6a) "Meu povo foi destruído por falta de conhecimento."
A busca pelo conhecimento sempre deve vir em primeiro lugar. Em se tratando da Palavra de Deus, nós cristãos temos de ser como os cristãos bereanos.
  • (Atos 17:11) "Os bereanos eram mais nobres do que os tessalonicenses, pois receberam a mensagem com grande interesse, examinando todos os dias as Escrituras, para ver se tudo era assim mesmo."
Não basta somente sermos zelosos, temos que ter a certeza de estarmos sendo zelosos no caminho certo.

NÃO É BOM ser precipitado e perder o caminho. Buscar a direção de Deus para termos a certeza que estamos no caminho certo também é fundamental para uma vida abençoada.

Graça e paz,
Pra. Angela Caldas.

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Princípios bíblicos para uma vida abençoada

Nós cristãos enfrentamos muitas lutas durante a nossa caminhada na fé, mas praticar os princípios bíblicos nos levarão a uma vida abençoada.
  • (João 14:23) Respondeu Jesus: "Se alguém me ama, guardará a minha palavra. Meu Pai o amará, nós viremos a ele e faremos nele morada".

1º princípio:
  • Viver em humildade.
(Tiago 4:6b) "Mas ele nos concede graça maior. Por isso diz a Escritura: Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes."
  • Opõe -  Se coloca como obstáculo; frustra-os e derrota-os.
  • Graça - Favor, bênção.
    Viver em humildade é sempre decidir pela obediência aos princípios bíblicos, ou seja, viver em total dependência de Deus.

    Complementar:

    O orgulhoso resiste às verdades de Deus e entra em um caminho de destruição.
    • (Provérbio 16:18) "O orgulho vem antes da destruição; o espírito altivo, antes da queda."

    2º princípio:
    • Perdoar.
    (Mateus 18) 
    (21) "Então Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou: Senhor, quantas vezes deverei perdoar a meu irmão quando ele pecar contra mim? Até sete vezes?
    (22) Jesus respondeu: Eu lhe digo: não até sete, mas até setenta vezes sete."


    Pedro pensava que estava sendo muito espiritual ao declarar o perdão por sete vezes, pois os rabinos ensinavam com base em Amós 1:3 e Jó 33:29,30 que perdoar 3 vezes era o suficiente. 

    Jesus não quis colocar um valor numérico, mas declarar que o perdão deve ser ilimitado.

    Devemos perdoar os outros, assim como Deus nos perdoou. Não podemos esquecer o sacrifício de Jesus na cruz do Calvário.
    • (Efésios 4:32) "Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo."

    3º princípio:
    • Orar a respeito de tudo.
    (Filipenses 4)
    (6) "Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus.

    A ansiedade rouba a paz e a alegria e ainda gera várias doenças. Paulo instruiu aos filipenses para apresentar a Deus as circunstâncias que causam a ansiedade, em vez de preocupar com elas. 

    Devemos colocar os problemas nas mãos de Deus e confiar no Seu livramento. 

    Quando oramos e vivemos uma vida de gratidão a Deus, a Sua paz guarda o nosso coração e a nossa mente em Cristo Jesus:
    • (Filipenses 4:7) "E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus."

    Complementar:

    Mesmo depois de orarmos as circunstâncias ainda não forem favoráveis, sabemos que Deus está no controle de nossa vida.
    • (Romanos 8:28) "Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito."

    4º princípio:
    • Linguagem correta.
    (Provérbio 18:21) "A língua tem poder sobre a vida e sobre a morte; os que gostam de usá-la comerão do seu fruto."

    Todos os dias semeamos palavras, e elas geram vida ou morte.

    Palavras de vida, são palavras alinhadas com à Palavra de Deus.

    Palavras de morte são palavras em contradição à Palavra de Deus. Exemplos: Palavras de murmurações, derrotas, doenças...


    Uma grande parte dos pecados cometidos pelo ser humano está relacionado ao mau uso da língua. Uma linguagem correta nos livra de muitas angústias.
    • (Provérbio 21:23) "Quem é cuidadoso no que fala evita muito sofrimento."

    5º princípio:
    •  Trabalhar com excelência.
    (Provérbio 22:29) "Você já observou um homem habilidoso em seu trabalho? Será promovido ao serviço real; não trabalhará para gente obscura."
    • Gente obscura: Homens de baixa condição ou sem reputação.
    Aqueles que são diligentes com respeito ao trabalho (a palavra hebraica pode ser usada acerca de todos os ofícios) será promovido, não trabalhará para pessoas de baixa condição ou sem reputação.

    Fazer sempre o melhor, mesmo nos trabalhos que consideramos insignificantes e Deus dará um destino abençoado a nossa vida.

    6º princípio:
    • Saber esperar o tempo de Deus.
    (Eclesiastes 3:1) "Para tudo há uma ocasião, e um tempo para cada propósito debaixo do céu."

    Deus sabe o tempo certo para as promessas se cumprirem em nossa vida. Devemos orar e esperar Deus agir.


    Complementar:

    A precipitação é uma corrida para a destruição.
    • (Provérbio 19:2) "Não é bom ter zelo sem conhecimento, nem ser precipitado e perder o caminho."

    Conclusão:

    Ninguém conhece melhor o ser humano que o nosso Pai celestial. Se quisermos viver de forma abençoada, devemos observar os princípios bíblicos e guardá-los.

    Graça e paz,

    Pra. Angela Caldas.

    sábado, 19 de agosto de 2017

    Princípios para conservar a unidade na igreja

    Conflitos de opiniões são inevitáveis, mas para não gerarmos um espírito de divisão na igreja, devemos fazer da Bíblia o nosso manual de vida.
    • (Tiago 1:22) "Sejam praticantes da palavra, e não apenas ouvintes, enganando-se a si mesmos."

    (Efésios 4:1-3)
    (1) “Como prisioneiro no Senhor, rogo-lhes que vivam de maneira digna da vocação que receberam.

    Por causa da vocação que recebemos, de sermos chamados para a salvação, somos encorajados a conduzir a nossa vida equivalente a nossa declaração de fé.

    A verdadeira fé sempre nos levará para a prática da Palavra de Deus.

    • (Efésios 4) (22) "Quanto à antiga maneira de viver, vocês foram ensinados a despir-se do velho homem, que se corrompe por desejos enganosos, (23) a serem renovados no modo de pensar e (24) a revestir-se do novo homem, criado para ser semelhante a Deus em justiça e em santidade provenientes da verdade."

    Complementar:


    Vocação nesse contexto não se refere ao chamado ministerial...

    • Vocação grego (klesis): Em Novo Testamento, usada de maneira metafórica: um chamado, um convite ao reino de Deus e seus privilégios, o chamado divino pelo qual os cristãos são apresentados aos privilégios do Evangelho.


    (2) Sejam completamente humildes e dóceis, e sejam pacientes, suportando uns aos outros com amor.

    Esse andar digno que fornece o ambiente para a unidade da igreja, manifesta-se nessas virtudes:

    Humildade: Contrário de orgulho.


    Em relação a Deus - dependência total:

    • (Salmo 37:5) "Entregue o seu caminho ao Senhor; confie nele, e ele agirá."

    Em relação a mim mesmo - pensar de mim com um conceito equilibrado:
    • (Romanos 12:3) "Pois pela graça que me foi dada digo a todos vocês: ninguém tenha de si mesmo um conceito mais elevado do que deve ter; mas, pelo contrário, tenha um conceito equilibrado, de acordo com a medida da fé que Deus lhe concedeu."

    Em relação ao próximo - considerá-lo superior a mim:
    • (Filipenses 2:3) "Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos."

    Manso:

    Em relação a Deus: Manso em aceitar a forma como Deus conduz a nossa vida.
    • (Mateus 26:42) "E retirou-se outra vez para orar: "Meu Pai, se não for possível afastar de mim este cálice sem que eu o beba, faça-se a tua vontade."

    Em relação ao próximo: Manso para suportar sem irritação suas as faltas.
    • (Tito 3:2) "Não caluniem a ninguém, sejam pacíficos e amáveis e mostrem sempre verdadeira mansidão para com todos os homens."

      Paciente: 


      Em relação a Deus: Saber esperar o tempo d'Ele para a minha vida.
      • (Romanos 4)  (18) "Abraão, contra toda esperança, em esperança creu, tornando-se assim pai de muitas nações, como foi dito a seu respeito: "Assim será a sua descendência". (19) Sem se enfraquecer na fé, reconheceu que o seu corpo já estava sem vitalidade, pois já contava cerca de cem anos de idade, e que também o ventre de Sara já estava sem vitalidade. (20) Mesmo assim não duvidou nem foi incrédulo em relação à promessa de Deus, mas foi fortalecido em sua fé e deu glória a Deus."

      Em relação ao próximo: Capacidade de suportar (resistência) sofrimentos e maus tratos com esperança de melhoria.

      • (Gálatas 6:9) "E não nos cansemos de fazer o bem, pois no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos."

      Suportar o nosso próximo com amor: 


      Suportar com paciência e amor os erros ou fraquezas do nosso próximo - ajudando-o a crescer espiritualmente.
      • (1 Pedro 4:8) "Sobretudo, amem-se sinceramente uns aos outros, porque o amor perdoa muitíssimos pecados."

      Complementar:

      Só conseguiremos viver dessa forma com a ajuda do Espírito Santo - Vida de comunhão com Deus através da oração e do estudo da Palavra.

      (3) Façam todo o esforço para conservar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz."
      • (Romanos 12:18) “Façam todo o possível para viver em paz com todos."

      Para conservarmos a unidade na igreja, temos que nos esforçar para vivermos em paz com todos.

      Complementar:

      A unidade do Espírito não é produzida pelo cristão, mas ele tem a responsabilidade de conservá-la. 

      O filho de Deus semeia a paz:
      (Mateus 5:9) “Bem-aventurados os pacificadores, pois serão chamados filhos de Deus."

      Os pacificadores não são somente as pessoas pacíficas, mas aquelas que promovem ativamente a paz, mas nunca ao custo da santidade.
      • (Hebreus 12:14) "Esforcem-se para viver em paz com todos e para serem santos; sem santidade ninguém verá o Senhor."


      Complementar:

      Não é aceitável promover a paz através de mentiras.

      Conclusão:

      (Romanos 15:1) "Nós, que somos fortes, devemos suportar as fraquezas dos fracos, e não agradar a nós mesmos."

      Os cristãos maduros na fé, devem suportar as fraquezas dos imaturos e ajudá-los a crescerem espiritualmente. Haverá muito mais concordância na igreja quando os cristãos estiverem alinhados com a Palavra de Deus.
      • A maturidade do "forte" não deve ser somente para agradar a si próprio, mas para ajudar a edificar a fé dos "fracos".
      Graça e paz,
      Pra. Angela Caldas.



      quarta-feira, 9 de agosto de 2017

      Orar sempre e nunca desanimar.

      Deus sabe de tudo que necessitamos antes mesmos de orarmos:
      • (Salmo 139:4) "Antes mesmo que a palavra me chegue à língua, tu já a conheces inteiramente, Senhor."
      Mas a oração é o caminho estabelecido por Deus para lhe apresentarmos os nossos pedidos. 
      • (Filipenses 4:6) "Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus."

      Nós vamos analisar agora uma parábola onde Jesus incentiva à perseverança na oração...

      A parábola da viúva perseverante

      (Lucas 18:1-8)
      (1) "Então Jesus contou aos seus discípulos uma parábola, para mostrar-lhes que eles deviam orar sempre e nunca desanimar.
      • Desanimar: No sentido de ser remisso ou preguiçoso nas obrigações.
      Orar sempre é orar a respeito de tudo e permanecer em Sua presença - Vida de comunhão com Deus.
      • (Salmo 37:5) "Entregue o seu caminho ao Senhor; confie nele, e ele agirá."

      (2) Ele disse: Em certa cidade havia um juiz que não temia a Deus, nem se importava com os homens.

      Ele não temia a Deus... 

      O temor a Deus nos leva a agir com justiça, porque cremos que tem um Deus acima de nós, e sabemos que teremos que prestar contas a Ele.
      • (Hebreus 4:13) "Nada, em toda a criação, está oculto aos olhos de Deus. Tudo está descoberto e exposto diante dos olhos daquele a quem havemos de prestar contas."

      Nem se importava com os homens...

      Esse juiz ignorava os dois grandes mandamentos:

      • (Lucas 10:27) Ele respondeu: "‘Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todas as suas forças e de todo o seu entendimento’ e ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’". 

      (3) E havia naquela cidade uma viúva que se dirigia continuamente a ele, suplicando-lhe: ‘Faze-me justiça contra o meu adversário’.
      • A viúva era símbolo de pessoa desamparada e vulnerável.
      A viúva se dirigia a ele continuamente... 

      Todos os dias insistentemente ela suplicava-lhe: "Faze-me justiça contra o meu adversário".

      Não é um pedido de vingança, é um pedido de socorro por alguma injustiça sofrida.

      Complementar:

      Nesse tempo o tribunal era em tendas e quem queria apresentar a sua causa ao juiz tinha que passar primeiro pelos seus assistentes. E mulheres praticamente não existiam perante a lei.

      (4) "Por algum tempo ele se recusou. Mas finalmente disse a si mesmo: ‘Embora eu não tema a Deus e nem me importe com os homens,


      Por algum tempo ele se recusou...

      Ele ignorou o seu pedido, mas ela não desistiu, continuou a importuná-lo: "Faze-me justiça contra o meu adversário".

      (5) esta viúva está me aborrecendo; vou fazer-lhe justiça para que ela não venha me importunar’. 
      • Aborrecer: Fazer pressão mental a ponto da fadiga ou exaustão.
      Ele atendeu o seu pedido só porque a sua insistência se tornou um aborrecimento para ele.

      (6) E o Senhor continuou: Ouçam o que diz o juiz injusto.

      Ouçam o que diz o juiz injusto: Entendam... Percebam o sentido do que está sendo dito...

      O juiz declarou: "...vou fazer-lhe justiça para que ela não venha me importunar."

      (7) Acaso Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele dia e noite? Continuará fazendo-os esperar?

      Somos encorajados a permanecermos fiéis e confiantes em nossas orações, porque se até um juiz injusto responde diante de uma pressão constante, quanto mais o nosso Pai amoroso, que é um Deus justo, responderá os seus amados que clamam por sua justiça. 
      • (Salmo 89:14) "A retidão e a justiça são os alicerces do teu trono; o amor e a fidelidade vão à tua frente."

      (8) Eu lhes digo: ele lhes fará justiça, e depressa. 

      Muitas vezes sentimos que Deus está demorando, mas Ele age no tempo certo.
      • (Eclesiastes 3:1) "Para tudo há uma ocasião, e um tempo para cada propósito debaixo do céu."

      Contudo, quando o Filho do homem vier, encontrará fé na terra?"

      Na segunda vinda de Jesus, será que Ele encontrará pessoas perseverando na vida de fé e oração, ou encontrará frieza espiritual? 

      Complementar:

      A vinda de Jesus será precedida por um tempo de frieza espiritual, uma vida de oração nos ajudará a permanecermos unidos a Deus. 
      • (Mateus 24:12-13) "Devido ao aumento da maldade, o amor de muitos esfriará, mas aquele que perseverar até o fim será salvo."
      Conclusão:

      Jesus não nos comparou com essa viúva, e não comparou o nosso Deus com esse juiz injusto.
      • A viúva não tinha livre acesso ao juiz.
      • Nós temos livre acesso ao nosso Deus - Temos dois intercessores (Jesus: 1 João 2:1 - Espírito Santo: Romanos 8:27).
      • O juiz era um homem injusto.
      • O nosso Deus é um PAI: Justo, amoroso, bondoso. 
      • O juiz atendeu ao pedido da viúva só porque a sua insistência se tornou um aborrecimento para ele.
      • Deus responde as nossas orações por amor.

      Ponto principal desta parábola:
      • Perseverança na oração.
      Somente aquele que mantém uma vida de oração experimenta dos cuidados do Pai celestial.

      "Orar sempre e nunca desanimar."


      Graça e paz,
      Pra. Angela Caldas.

      segunda-feira, 7 de agosto de 2017

      Orando com fé

      A oração para nós cristãos não é uma opção e sim uma necessidade diária. Jesus mesmo sendo Deus manteve uma vida de oração aqui na terra e continua a interceder por nós (Romanos 8:34). E nós? Temos nos dedicado à oração como deveríamos? 

      Para entendermos o que é orar com fé, temos de entender primeiro qual a definição bíblica de fé.

      O que é fé?

      (Hebreus 11:1) "Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos."

      • Fé grego (pitis):Particularmente e de modo geral, uma firme convicção, uma crença na verdade de alguém ou alguma coisa. 
      A verdadeira fé não é um pensamento positivo, é acreditar em Deus e em Sua Palavra. É fazer da Palavra de Deus o nosso manual de vida, vivendo segundo os seus princípios.

      Complementar:

      É receber a Palavra de Deus como verdadeira e agir em fidelidade a ela, crendo que aquilo que esperamos se manifestará.
      • A fé bíblica é acreditar primeiro para poder ver.

      O que as Escrituram declaram sobre a 
      fidelidade de Deus?

      (Números 23:19) "Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa; porventura diria ele, e não o faria? Ou falaria, e não o confirmaria?"

      O ser humano pode fazer uma promessa mentirosa ou até mesmo se arrepender de uma promessa feita de coração, mas Deus jamais faria uma promessa em Sua Palavra se Ele não estivesse disposto a cumpri-la.

      Como desenvolver a fé?

      (Romanos 10:17) "De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela Palavra de Deus."


      A fé cresce à medida que ouvimos à Palavra de Deus, e ouvimos com o interesse de aprender e praticar.

      A fé não pode ficar apenas na teoria:
      • (Tiago 1:22) "Sejam praticantes da palavra, e não apenas ouvintes, enganando-se a si mesmos."

      A quem devemos dirigir a oração?

      (João 16:23b) "Na verdade, na verdade vos digo que tudo quanto pedirdes a meu Pai, em meu nome, ele vo-lo há de dar."

      A oração correta é sempre dirigir a oração ao Pai, em nome de Jesus.
      • (João 15:16) "Vocês não me escolheram, mas eu os escolhi para irem e darem fruto, fruto que permaneça, a fim de que o Pai lhes conceda o que pedirem em meu nome."

      Como ter uma vida de oração bem sucedida?

      a) Orar em linha com a Palavra de Deus:

      (Isaías 55) 
      (10) "Assim como a chuva e a neve descem dos céus e não voltam para ele sem regarem a terra e fazerem-na brotar e florescer, para ela produzir semente para o semeador e pão para o que come, 

      A água é geradora de vida: Ela rega a terra e faz brotar e florescer, para ela produzir semente...

      (11) assim também ocorre com a palavra que sai da minha boca: Ela não voltará para mim vazia, mas fará o que desejo e atingirá o propósito para o qual a enviei."
      • A eficácia da Palavra de Deus, ela também é geradora de vida.
      Tão certo quanto à chuva dá nova vida a terra, a Palavra de Deus cumpre o seu propósito. Devemos declará-la e descansar em Deus. 
      • (Eclesiastes 3:1) "Para tudo há uma ocasião, e um tempo para cada propósito debaixo do céu."

      Complementar:

      Muitas pessoas desanimam de orar porque querem se apoiar em seus sentimos ou nas circunstâncias.

      (1 João 5:14,15) "Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo com a sua vontade, ele nos ouve. E se sabemos que ele nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que temos o que dele pedimos."

      Para termos nossas orações respondidas, temos de verificar se estamos de acordo com a Sua vontade revelada em Sua Palavra. 

      b) Orar com motivações corretas:

      (Tiago 4:2,3) "Vocês cobiçam coisas, e não as têm; matam e invejam, mas não conseguem obter o que desejam. Vocês vivem a lutar e a fazer guerras. Não têm, porque não pedem. Quando pedem, não recebem, pois pedem por motivos errados, para gastar em seus prazeres."
      • Devemos orar de maneira que a nossa oração seja agradável a Deus.
      De alguma forma é importante que as respostas das nossas orações favoreçam o crescimento do reino de Deus  ou favoreçam o nosso próximo.

      Deus não se agrada de orações egoístas, orações que tem a finalidade apenas de agradar o nosso ego.

      c) Obediência:

      (Provérbio 28:9) "Se alguém se recusa a ouvir a lei, até suas orações serão detestáveis."

      Muitas pessoas estão vivendo uma vida de oração fracassada porque não obedecem aos princípios bíblicos.
      • (1 João 3:22) "E recebemos dele tudo o que pedimos, porque obedecemos aos seus mandamentos e fazemos o que lhe agrada."

      Devemos declarar a saída do mal

      (Marcos 11) 
      (23) "Eu lhes asseguro que se alguém disser a este monte: ‘Levante-se e atire-se no mar’, e não duvidar em seu coração, mas crer que acontecerá o que diz, assim lhe será feito.
      • Se alguém disser a este monte... 
      Metáfora conhecida pelos judeus. Os grandes rabinos e líderes espirituais eram conhecidos como "levantadores de montanhas", porque eles podiam resolver problemas difíceis ou aparentemente impossíveis. 

      Jesus estava ensinado que eles teriam grandes vitórias através de declarações de fé.

      Temos de declarar a saída do mal e orar em linha com a Palavra de Deus para que as bênçãos permaneçam em nossa casa. 

      (24) Portanto, eu lhes digo: tudo o que vocês pedirem em oração, creiam que já o receberam, e assim lhes sucederá.

      Não podemos orar e preparar para o fracasso. 

      Mantendo a perseverança

      (Tiago 1:4) "E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma."

      Não podemos desistir no meio do caminho por não recebermos imediatamente as respostas de nossas orações. A oração perseverante deve ter ação completa para que a nossa fé seja aperfeiçoada e nos tornemos pessoas maduras e íntegras.

      Conclusão:

      Devemos nos aproximar de Deus em total confiança, crendo em Sua existência e crendo que Ele recompensa aqueles que O buscam.
      • (Hebreus 11:6) "Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam."
      A fé que agrada a Deus é a fé na Sua pessoa e nas Suas promessas.


      Graça e paz,
      Pra. Angela Caldas.