Translate

terça-feira, 4 de abril de 2017

Vivendo a paz de Jesus

A verdadeira paz não é a ausência de problemas, mas uma paz interior que recebemos em nossa união com Cristo, confiando e vivendo a Sua Palavra, porque enquanto vivermos nesse mundo enfrentaremos problemas.
  • (João 16:33) "Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo.”

Parte 1
Cinco conselhos para não perdermos a paz:

1) Não viver em função dos problemas ou da glória do passado:

(Filipenses 3:13) “Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim.”

A nossa atenção deve estar por diante, e não no que ficou para trás. Viver em função do passado nos impedirá de viver o hoje e de caminhar em direção à Vida Eterna.
  • (Filipenses 3:14) “Prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus.

2) Viver um dia de cada vez:

(Mateus 6:34) "Não vos inquieteis, pois, pelo dia amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.”
  • Todos os dias recebemos uma medida da graça de Deus para enfrentarmos o dia de hoje.
O que nós podemos fazer é viver bem o dia de hoje, orando e resolvendo o que estiver ao nosso alcance e entregar aos cuidados de Deus através da oração aquilo que não temos condições nenhuma de resolver. Muitos problemas que preocupamos hoje nem chegam a acontecer.
  • Um bom orçamento mensal nos ajudará a vivermos em paz.

3) Não intrometer nos negócios e nem na vida dos outros:

(1 Pedro 4:15) "Se algum de vocês sofre, que não seja como assassino, ladrão, criminoso ou como quem se intromete em negócios alheios."
(Provérbio 26:17) "Como alguém que pega pelas orelhas um cão qualquer, assim é quem se mete em discussão alheia.”

Devemos viver com sabedoria. Aconselhar as pessoas quando elas nos pedirem ajuda.

Complementar:
A pessoa humilde aceita conselhos mesmo quando ela não pede ajuda, mas aconselhar um orgulhoso é procurar sofrimento.

4) Tomar cuidado com as palavras:

(1 Pedro 3)
(10) “Pois, "quem quiser amar a vida e ver dias felizes, guarde a sua língua do mal e os seus lábios da falsidade.
(11) Afaste-se do mal e faça o bem; busque a paz com perseverança.

Pensar antes de falar...

Grande parte dos problemas que enfrentamos é por causa do mau uso da língua.
  • Não usar a língua para o mal: fofocas, calúnias, murmurações, mentiras...

Conselho de Tiago:
  • (Tiago 1:19,20) “Meus amados irmãos, tenham isto em mente: Sejam todos prontos para ouvir, tardios para falar e tardios para irar-se, pois a ira do homem não produz a justiça de Deus.

5) Escolher bem os amigos:

(Provérbio 13:20) "Aquele que anda com os sábios será cada vez mais sábio, mas o companheiro dos tolos acabará mal.”

Devemos tomar muito cuidado nas escolhas dos nossos amigos porque eles influenciam grandemente a nossa vida.
  • Amigos sábios nos levarão para um nível maior de sabedoria e podem nos advertir sobre perigos futuros.
  • Amigos tolos nos envolverão em muitos problemas.

Parte 2
Aprendendo a desfrutar de paz interior

1) Receber a paz que Jesus nos deixou:

(João 14:27) "Deixo-lhes a paz; a minha paz lhes dou. Não a dou como o mundo a dá. Não se perturbem os seus corações, nem tenham medo.”

Jesus nos deixou a verdadeira paz como herança. É uma paz espiritual:
  • Descanso
  • Tranquilidade
  • Equilíbrio
  • Segurança
Temos que aprender a receber essa paz, decidindo não meditar nos problemas e sim na Palavra de Deus.

Nós temos duas escolhas:
  • Meditar no problema e ficarmos cada vez mais preocupados.
  • Meditar e praticar a Palavra de Deus e descansar em Sua fidelidade Deus.

2) Colocar o Senhor no centro dos nossos projetos:

(Isaías 26:3) “Tu, Senhor, conservarás em perfeita paz cujo propósito é firme; porque ele confia em ti.”

Quando confiamos em Deus, O colocamos no centro dos nossos projetos, e como resultado dessa entrega Ele mantém a nossa mente em paz.

3) Lançar as ansiedades em Deus:

(1 pedro 5:7) "Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.”
  • Significado da palavra lançar: Atirar com força para outra pessoa.
A melhor solução contra as preocupações é lançá-las sobre Deus. Devemos lançar sobre Ele tudo que nos tira a paz, Deus está disposto a nos aliviar de todas as nossas ansiedades. Dando-nos escape ou nos fortalecendo para enfrentá-los. 

É muito importante orarmos a respeito de tudo, antes de resolvermos qualquer problema, por menor que ele pareça.
  • (Efésios 3:20) "Àquele que é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos, de acordo com o seu poder que atua em nós.”
Não deixar Deus de fora nem dos problemas aparentemente menores.
Qualquer coisa que pedimos ou pensamos Deus é poderoso para fazer muito mais além...

4) Semear a paz:

(Mateus 5:9) “Felizes as pessoas que trabalham pela paz, pois Deus as tratará como seus filhos.”

Ser um pacificador em qualquer ambiente. Os pacificadores são mais felizes.
  • (Gálatas 6:7,8) “Não se deixem enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá. Quem semeia para a sua carne, da carne colherá destruição; mas quem semeia para o Espírito, do Espírito colherá a vida eterna.”

Conclusão:

A verdadeira paz vem de Deus, não é a ausência de problemas, é a segurança de saber que temos um Deus que cuida de nós e que é poderoso para fazer infinitamente mais além daquilo que pedimos ou pensamos. É Deus quem guarda o nosso coração e os nossos pensamentos em paz, se vivermos segundo a Sua Palavra, orarmos e mantermos uma vida de gratidão.
  • (Filipenses 4:6,7) “Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus.”

Graça e paz,
Pra. Angela Caldas.

sábado, 1 de abril de 2017

A nossa força vem de Deus

(Efésios 6:10) "Finalmente, fortaleçam-se no Senhor e no seu forte poder."

A Palavra de Deus orienta para sermos fortes no Senhor e no seu forte poder, e não em nossa própria força. A força de que necessitamos para vencer as dificuldades diárias vem da nossa união com Cristo, ou seja, em nossa entrega, a fim de vivermos segundo os princípios da Sua Palavra. E isso inclui também uma vida de oração e comunhão com pessoas que também priorizam o Reino Deus.
  • (João 15:5) "Eu sou a videira; vocês são os ramos. Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma."⁠

Graça e paz,
Pra. Angela Caldas.