Translate

terça-feira, 27 de setembro de 2016

ESPÍRITO, alma e corpo

Para entendermos o propósito de Deus, precisamos meditar no mínimo nessas três perguntas e entender as suas respostas:
  • De onde viemos?
  • Por que existimos?
  • E para onde vamos?

Porque a nossa vida não termina com a morte física, o nosso espírito é eterno.



O ser humano foi criado por Deus

(Gênesis 1)
(26a) "Então disse Deus: 'Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança.
(27) Criou Deus o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou."

(Gênesis 2:7) “Então o Senhor Deus formou o homem do pó da terra e soprou em suas narinas o fôlego de vida, e o homem se tornou um ser vivente.

(Gênesis 2)
(21) “Então o Senhor Deus fez o homem cair em profundo sono e, enquanto este dormia, tirou-lhe uma das costelas, fechando o lugar com carne.
(22) Com a costela que havia tirado do homem, o Senhor Deus fez uma mulher e a trouxe a ele.
(23) Disse então o homem: Esta, sim, é osso dos meus ossos e carne da minha carne! Ela será chamada mulher, porque do homem foi tirada.”

Observando como Deus criou todas as coisas, percebemos que o ser humano foi criado de uma forma muito especial, foi criado do pó da terra, à imagem e a semelhança de Deus, e Ele soprou em suas narinas o fôlego de vida.
  • Estes textos explicam como aconteceu a criação do homem no sexto dia (Gênesis 1:31).

Composição do ser humano

No início da criação não mostra a composição do ser humano, porque as revelações se tornam mais claras progressivamente.

  • (1 Tessalonicenses 5:23) “Que o próprio Deus da paz os santifique inteiramente. Que todo o espírito, alma e corpo de vocês seja conservado irrepreensível na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.”

Todo o ser de uma pessoa deve ser totalmente santificado (separado) para Deus. 



Adão e Eva foram colocados em um teste de obediência

(Deus criou pessoas livres)

(Gênesis 2)
(16) "E o Senhor Deus ordenou ao homem: "Coma livremente de qualquer árvore do jardim,
(17) mas não coma da árvore do conhecimento do bem e do mal, porque no dia em que dela comer, certamente você morrerá."

Depois que Deus formou o ser humano, Ele impôs um limite a ele, tornando clara a penalidade, para o caso desse limite ser violado:
  • Limite permanente: Não coma.
  • Penalidade: Certamente você morrerá.

Se havia outros propósitos para a árvore do conhecimento do bem e do mal, não sabemos, porque não são mencionados nas Escrituras. O que sabemos com certeza é que ela foi usada como um teste de obediência.

A responsabilidade do homem era obedecer a Deus e não comer do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal.

Queda do homem

(Gênesis 3)
(1) "Ora, a serpente era o mais astuto de todos os animais selvagens que o Senhor Deus tinha feito. E ela perguntou à mulher: "Foi isto mesmo que Deus disse: ‘Não comam de nenhum fruto das árvores do jardim’?"

À medida que as revelações progridem, a serpente é apresentada várias vezes como diabo ou Satanás.

Vejam uma das declarações a respeito da serpente:
  • (Apocalipse 12:9) “O grande dragão foi lançado fora. Ele é a antiga serpente chamada diabo ou Satanás, que engana o mundo todo. Ele e os seus anjos foram lançado à terra.”

(2) Respondeu a mulher à serpente: ‘Podemos comer do fruto das árvores do jardim,

(3) mas Deus disse: ‘Não comam do fruto da árvore que está no meio do jardim, nem toquem nele; do contrário vocês morrerão’.
(4) Disse a serpente à mulher: ‘Certamente não morrerão!
(5) Deus sabe que, no dia em que dele comerem, seus olhos se abrirão, e vocês serão como Deus, conhecedores do bem e do mal’.
(6) Quando a mulher viu que a árvore parecia agradável ao paladar, era atraente aos olhos e, além disso, desejável para dela se obter discernimento, tomou do seu fruto, comeu-o e o deu a seu marido, que comeu também."
(7) Os olhos dos dois se abriram, e perceberam que estavam nus; então juntaram folhas de figueira para cobrir-se.

O ser humano foi criado para manter um relacionamento com Deus:

(8) Ouvindo o homem e sua mulher os passos do Senhor Deus que andava pelo jardim quando soprava a brisa do dia, esconderam-se da presença do Senhor Deus entre as árvores do jardim.
(9) Mas o Senhor Deus chamou o homem, perguntando: "Onde está você? "
(10) E ele respondeu: "Ouvi teus passos no jardim e fiquei com medo, porque estava nu; por isso me escondi".
(11) E Deus perguntou: "Quem lhe disse que você estava nu? Você comeu do fruto da árvore da qual lhe proibi comer? "
(12) Disse o homem: "Foi a mulher que me deste por companheira que me deu do fruto da árvore, e eu comi".

Eva foi enganada pela serpente, mas Adão não foi enganado, ou seja, agiu de olhos abertos:
  • (1 Timóteo 2:14) “E Adão não foi enganado, mas sim a mulher, que, tendo sido enganada, tornou-se transgressora.”

Não houve morte física imediata:

  • (Gênesis 5:4,5) “Depois que gerou Sete, Adão viveu 800 anos e gerou outros filhos e filhas. Viveu ao todo 930 anos e morreu."
No momento em que eles comeram do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal morreram espiritualmente. A morte espiritual provocou também a morte física.
  • (Gênesis 3:19) “Com o suor do seu rosto você comerá o seu pão, até que volte à terra, visto que dela foi tirado; porque você é pó e ao pó voltará.”
  • (Eclesiastes 12:7) “o pó volte à terra, de onde veio, e o espírito volte a Deus, que o deu.”

Em Adão todos morrem, em Cristo todos serão vivificados

(1 Coríntios 15:22) “Pois da mesma forma como em Adão todos morrem, em Cristo todos serão vivificados.

Adão representava a humanidade, por isso em sua desobediência, trouxe ao mundo o pecado e a morte.

Da morte espiritual para a vida espiritual

Nossa condição antes de entregarmos a nossa vida para Jesus: (Versículos 1-3)

(Efésios 2)
(1-2) “Vocês estavam mortos em suas transgressões e pecados, nos quais costumavam viver, quando seguiam a presente ordem deste mundo e o príncipe do poder do ar, o espírito que agora está atuando nos que vivem na desobediência.

Antes de confessarmos a Jesus como Senhor de nossas vidas, estávamos mortos espiritualmente e debaixo do domínio de Satanás.

E todos que estão na prática do pecado continuam debaixo desse domínio.
  • (Colossenses 1:13) "Pois ele nos resgatou do domínio das trevas e nos transportou para o Reino do seu Filho amado.”

(3) Anteriormente, todos nós também vivíamos entre eles, satisfazendo as vontades da nossa carne, seguindo os seus desejos e pensamentos. Como os outros, éramos por natureza merecedores da ira.

Estávamos debaixo da condenação eterna, ou seja, mortos espiritualmente, separados de Deus por toda a eternidade.

O que Deus fez por nós: (Versículos 4-9)

(4-5) Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou,

O amor de Deus é tão grande, ao ponto de entregar o Seu filho para morrer por nós.
  • (João 3:16) "Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.

deu-nos vida juntamente com Cristo, quando ainda estávamos mortos em transgressões — pela graça vocês são salvos.

Deus através de Cristo é o autor da vida:
  • (1 João 5:12) “Quem tem o Filho, tem a vida; quem não tem o Filho de Deus, não tem a vida.

(6) Deus nos ressuscitou com Cristo e com ele nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus,

Quando Jesus ressuscitou, cumpriu o Seu propósito de salvar a humanidade.

A vida espiritual (salvação) nos é dada instantaneamente quando confessamos Jesus como Senhor de nossas vidas.

Agora estamos assentados (igreja) com Cristo nos lugares celestiais...
  • (Efésios 1:20-23) “Esse poder ele exerceu em Cristo, ressuscitando-o dos mortos e fazendo-o assentar-se à sua direita, nas regiões celestiais, muito acima de todo governo e autoridade, poder e domínio, e de todo nome que se possa mencionar, não apenas nesta era, mas também na que há de vir. Deus colocou todas as coisas debaixo de seus pés e o designou como cabeça de todas as coisas para a igreja, que é o seu corpo, a plenitude daquele que enche todas as coisas, em toda e qualquer circunstância.”

(7) para mostrar, nas eras que hão de vir, a incomparável riqueza de sua graça, demonstrada em sua bondade para conosco em Cristo Jesus.

A salvação em Cristo Jesus... É bondade de Deus.
  • (1 Pedro 1:18-20) “Pois vocês sabem que não foi por meio de coisas perecíveis como prata ou ouro que vocês foram redimidos da sua maneira vazia de viver que lhes foi transmitida por seus antepassados, mas pelo precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro sem mancha e sem defeito, conhecido antes da criação do mundo, revelado nestes últimos tempos em favor de vocês.”

(8-9) Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie.

Não alcançamos a salvação por meio de obras ou por um bom comportamento, mas pela fé.

(V.10) Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as quais Deus preparou de antemão para que nós as praticássemos.
  • (Tiago 2:26) "Assim como o corpo sem espírito está morto, também a fé sem obras está morta.”
Mas as boas obras são os resultados da salvação, que Deus já tinha preparado para que as praticássemos, porque servindo a Deus nós vamos somar para que mais pessoas sejam restauradas à comunhão com Deus.

Só para lembrar...

Foi o sacrifício de Jesus na cruz do Calvário que restaurou a comunhão com Deus e nos sarou da doença do pecado:
  • (Isaías 53:5) “Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.

Para recebermos a vida espiritual, a confissão verbal é necessária:

(Romanos 10)
(9) “Se você confessar com a sua boca que Jesus é Senhor e crer em seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo.

Confessar que Jesus é o Senhor, o Salvador dos homens, e que Ele morreu na cruz e ressuscitou dentre os mortos.

(10) Pois com o coração se crê para justiça, e com a boca se confessa para salvação.”

A fé em Cristo deve sair do silêncio para a confissão para que haja salvação.

Existem pessoas que pensam que não precisam de Jesus por ser moralmente corretas:

Deus colocou princípios da Sua lei em nosso coração:

(Romanos 2)
(14) “De fato, quando os gentios, que não têm a lei, praticam naturalmente o que ela ordena, tornam-se lei para si mesmos, embora não possuam a lei;
(15) pois mostram que as exigências da lei estão gravadas em seus corações. Disso dão testemunho também a consciência e os pensamentos deles, ora acusando-os, ora defendendo-os.”

Os judeus já nascem aprendendo a lei de Deus, mas Deus colocou princípios da lei gravada no coração de todo o ser humano. É isto que faz uma pessoa mesmo sem conhecimento bíblico, andar em aparente retidão.
  • O Ser humano tem um juiz interior chamado consciência.
Dependendo da cultura, da forma que a pessoa é educada, e da forma como vive, a voz da consciência pode ser cauterizada ou não.
Qual o propósito de Deus para o cristão depois que ele recebe a vida espiritual?

(1 Pedro 2:24) “Ele mesmo levou em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, a fim de que morrêssemos para os pecados e vivêssemos para a justiça; por suas feridas vocês foram curados.”

Todo cristão deve aprender a morrer para o pecado e a viver para uma nova vida com Cristo.
  • (Gálatas 2:20) “Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.”

Podemos semear na carne ou no espírito,
a escolha é nossa!

(Romanos 8)
(5) "Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito.

É impossível viver nos dois lugares simultaneamente.

(6) Porque a inclinação da carne é morte;

Se vivermos para alimentar a nossa carne, morreremos espiritualmente.

mas a inclinação do Espírito é vida e paz.

Se vivermos para alimentar o nosso espírito com a Palavra de Deus, receberemos vida e paz.
  • Maior qualidade de vida que podemos experimentar.
(7) Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser.
(8) Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus."
  • Viver para satisfazer a carne significa morte espiritual – separação de Deus.

A lei da semeadura é infalível:

A lei da semeadura é uma lei universal, ela transita entre o nível físico e espiritual:
  • (Gálatas 6:7,8) “Não se deixem enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá. Quem semeia para a sua carne, da carne colherá destruição; mas quem semeia para o Espírito, do Espírito colherá a vida eterna.

Mas temos de ter a consciência que existe uma luta interna para não obedecermos a Palavra de Deus:
  • (Gálatas 5:17) “Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito, o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam.

Uma pergunta para nós meditarmos:
  • Como eu quero viver minha vida,HOJE?

Não estamos sozinhos, temos intercessores que nos ajudarão em nossa caminhada cristã

Espírito Santo:
(Romanos 8:26,27)
(26) “Da mesma forma o Espírito nos ajuda em nossa fraqueza, pois não sabemos como orar, mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis.
(27) E aquele que sonda os corações conhece a intenção do Espírito, porque o Espírito intercede pelos santos de acordo com a vontade de Deus.

O Espírito Santo nos ajuda intercedendo por nós de acordo com a vontade de Deus.

  (Efésios 3:20) “Àquele que é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos, de acordo com o seu poder que atua em nós (intercessão do Espírito Santo).”

Senhor Jesus:
(1 João 2:1) "Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.”

Jesus conhece as fraquezas e sofrimentos que todo ser humano enfrenta, porque em tudo foi tentado e não pecou. Portanto, podemos no recorrer a Ele em total confiança e transparência.
  • (Hebreus 4) “Portanto, visto que temos um grande sumo sacerdote que adentrou os céus, Jesus, o Filho de Deus, apeguemo-nos com toda a firmeza à fé que professamos, pois não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, mas sim alguém que, como nós, passou por todo tipo de tentação, porém, sem pecado. Assim sendo, aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento da necessidade.”

O arrependimento e o pedido de perdão é o caminho para a restauração

A única coisa que pode nos levar à morte espiritual e separação de Deus é o pecado:
  • (Isaías 59:2) “Mas as suas maldades separaram vocês do seu Deus; os seus pecados esconderam de vocês o rosto dele, e por isso ele não os ouvirá.
A única coisa que pode restaurar completamente a nossa comunhão com Deus é o arrependimento e a confissão do pecado.
  • (1 João 1:9) "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.”
Deus é fiel à Sua Palavra. Ele prometeu nos perdoar e nos purificar todas as vezes que nos arrependermos e pedirmos perdão pelos nossos pecados.

Conclusão

O nosso espírito é eterno. A Palavra de Deus declara:

(Hebreus 9:27a) “Da mesma forma, como o homem está destinado a morrer uma só vez e depois disso enfrentar o juízo.”
  • Onde queremos passar a eternidade?
Porque existem dois destinos:
  • Vida eterna – Céu.
  • Condenação eterna – Inferno.
Se semearmos na carne, passaremos a nossa eternidade sem Deus.

Se semearmos no espírito, passaremos a nossa eternidade com Deus.

E é nesse tempo que se chama hoje que vai ser determinado, através da nossa semeadura, o destino do nosso espírito, porque seremos julgados segundo as nossas obras.

Oração de confissão:

Pai, eu acredito em Sua Palavra e confesso Jesus como Senhor e Salvador da minha vida... Eu creio em meu coração que o Senhor O ressuscitou dentre os mortos. Quero viver a minha vida em dependência total do Seu Espírito Santo. Perdoa os meus pecados e me encha da Tua presença.


Graça e paz,
Pra. Angela Caldas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Registre e compartilhe conosco uma experiência vivida ou um comentário de bênção. Obrigado