Translate

quinta-feira, 31 de março de 2016

O homem prudente e o homem insensato

Introdução: Deus permite que nós cristãos passemos por tempestades (grandes tribulações). Entretanto, elas não são para nos destruir, e sim para nos fortalecer para o cumprimento do propósito d'Ele em nossa vida.

(Mateus 7)
(24) "Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha.
(25) Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu, porque tinha seus alicerces na rocha.
(26) Mas quem ouve estas minhas palavras e não as pratica é como um insensato que construiu a sua casa sobre a areia.
(27) Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela caiu. E foi grande a sua queda."

Temos aqui um grande ensinamento do Senhor Jesus para resistirmos às tempestades: Edificarmos dia após dia a nossa vida espiritual pelo conhecimento da Palavra de Deus com a prática.

É totalmente humano ficarmos ansiosos e com medo quando uma "tempestade" nos pega de surpresa. Mas existem duas escolhas:

1) Nos entregar e experimentar a derrota.

2) Confiar totalmente na Palavra de Deus e alcançar a vitória. 


Como vencer as tempestades?

1) Saber, entender e crer nas promessas.
  • (1 João 5:14-15) "Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo com a sua vontade, ele nos ouve. E se sabemos que ele nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que temos o que dele pedimos."

    2) Colocar a Palavra de Deus gradativamente em prática à medida em que conhecermos.
    • (Tiago 1:25) "Mas o homem que observa atentamente a lei perfeita que traz a liberdade, e persevera na prática dessa lei, não esquecendo o que ouviu mas praticando-o, será feliz naquilo que fizer."

    3) Tirar os olhos das circunstâncias contrárias.
    • (2 Coríntios 4:18) "Assim, fixamos os olhos, não naquilo que se vê, mas no que não se vê, pois o que se vê é transitório, mas o que não se vê é eterno."

    4) Confessá-la diariamente e permitir que Deus aja da Sua maneira e no Seu tempo - Os nossos pensamentos e anossas confissões nos fazem pessoas vitoriosas ou derrotadas.
    • (Marcos 11:23) "Eu lhes asseguro que se alguém disser a este monte: ‘Levante-se e atire-se no mar’, e não duvidar em seu coração, mas crer que acontecerá o que diz, assim lhe será feito." 

    5) Glorificar a Deus pela vitória antes mesmo de recebê-la. Foi assim que Abraão se fortaleceu na fé durante a espera do filho prometido:
    • (Romanos 17:19-21) "E não enfraquecendo na fé, não atentou para o seu próprio corpo já amortecido, pois era já de quase cem anos, nem tampouco para o amortecimento do ventre de Sara. E não duvidou da promessa de Deus por incredulidade, mas foi fortificado na fé, dando glória a Deus, E estando certíssimo de que o que ele tinha prometido também era poderoso para o fazer."

    A Palavra de Deus é o nosso alimento espiritual

    (Mateus 4:4) "Não só de pão viverá o homem mas de toda a Palavra que procede da boca de Deus."

    Quando edificamos a nossa vida sobre a rocha (conhecimento da Palavra de Deus com a prática), conseguimos VISUALIZAR a vitória pela fé.
    • (Hebreus 11:1) "Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos."
    Se quisermos viver pela fé, temos de aprender a colocar a Palavra de Deus acima de todas as outras coisas, porque esse foi o lugar que Deus a colocou.
    • (Salmo 138:2) "Voltado para o teu santo templo eu me prostrarei e renderei graças ao teu nome, por causa do teu amor e da tua fidelidade; pois exaltaste acima de todas as coisas o teu nome e a tua palavra."

    Conclusão: Não são as tempestades (grandes tribulações) que derrotam os cristãos, porque, se fossem, com certeza as duas casas tinham sido destruídas. O que nós precisamos aprender é viver segundo a Palavra de Deus e permitir que Deus seja glorificado através de nossa vida.

    Graça e paz,
    Pra. Angela Caldas.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Registre e compartilhe conosco uma experiência vivida ou um comentário de bênção. Obrigado