Translate

sexta-feira, 15 de maio de 2015

A obra do Senhor deve ser feita com amor

  • (Mateus 22:37-40) "Respondeu Jesus: Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento. Este é o primeiro e maior mandamento. E o segundo é semelhante a ele: Ame o seu próximo como a si mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas".
    Falar de amor, é falar de um assunto muito sério... Vemos isto claramente analisando a igreja de Éfeso (Apocalipse 2:1-7). 

    Essa igreja...
    • Perseverava em meio às tribulações.
    • Se sacrificava pela obra do Senhor trabalhando até a exaustão.
    • Não tolerava falsos mestres.
    • Não tolerava pecados dentro da igreja... 
    Era zelosa em tudo isto... Mas faltava o amor...

    Jesus declarou para essa igreja, que se não arrependesse e voltasse as primeiras obras com amor... Essa igreja deixaria de existir.
    • (Apocalipse 2:4,5) "Contra você, porém, tenho isto: você abandonou o seu primeiro amor. Lembre-se de onde caiu! Arrependa-se e pratique as obras que praticava no princípio. Se não se arrepender, virei a você e tirarei o seu candelabro do seu lugar".


    Como?

    1. Sendo instrumento de restauração do nosso irmão:
    (Gálatas 6:1) Irmãos, se alguém for surpreendido em algum pecado, vocês, que são espirituais 
    A responsabilidade da restauração do irmão que caiu em pecado é do cristão espiritual, ou seja, daquele que é cheio do Espírito Santo... Que é guiado pelo Espírito Santo.

    deverão restaurá-lo com mansidão. 
    E essa restauração deve ser feita com um espírito de mansidão (humildade, bondade, gentileza) e não com ira e acusações afastando o irmão do caminho da salvação.

    Cuide-se, porém, cada um para que também não seja tentado.
    E aquele que está de pé deve também ter cuidado para não cair em tentação porque todos estamos sujeitos a sermos tentados.
    • (Provérbios 22:3) "O prudente percebe o perigo e busca refúgio; o inexperiente segue adiante e sofre as consequências".

    (Gálatas 6:2) Levem os fardos pesados uns dos outros e, assim, cumpram a lei de Cristo.
    Devemos ajudar o nosso irmão:
    • Resolver os seus problemas.
    • Crescer na fé.
    • Vencer as tentações.
    • Entender o seu chamado... Fazendo isto... Estamos obedecendo a lei de Cristo.

    2. E jamais nos considerar superior a ele:
    (Gálatas 6:3) Se alguém se considera alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo.
    Deus não se agrada quando um cristão se compara com o outro que caiu em pecado, julgando-se superior a ele. 
    Quem pensa assim já caiu no pecado de orgulho.
    • Quanto mais aproximamos de Deus... Mais humildes ficamos.
    Veja a declaração do apóstolo Paulo depois de uma longa caminhada:
    • (1 Timóteo 1:15) "Esta é uma palavra fiel, e digna de toda a aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal".

    3. Examinando a consciência:
    (Gálatas 6:4) Cada um examine os próprios atos, e então poderá orgulhar-se de si mesmo, sem se comparar com ninguém.

    Cada um deve examinar os seus próprios atos para ver se realmente está no caminho da retidão, e se alegrar com o seu crescimento pessoal, mas sem se comparar com os outros. O verdadeiro cristão não se alegra com o fracasso dos outros.
    • (Romanos 12:9) "O amor deve ser sincero. Odeiem o que é mau; apeguem-se ao que é bom."

    4. Suportando a nossa própria carga:
    (Gálatas 6:5) Pois cada um deverá levar a própria carga.
    Não devemos sobrecarregar as pessoas com problemas que damos contas de resolvê-los sozinhos.

    5. Abençoando os nossos mestres:
    (Gálatas 6:6) O que está sendo instruído na palavra partilhe todas as coisas boas com quem o instrui. 
    Devemos abençoar as pessoas que estão dedicando a sua vida para crescermos espiritualmente.
    • Todas as coisas boas (grego): Coisas úteis, benefícios, bênçãos.


    Por quê?

    1. Toda ação tem uma consequência:
    (Gálatas 6:7) Não se deixem enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá.
    Essa lei é infalível: colhemos o que plantamos. 

    (Gálatas 6:8) Quem semeia para a sua carne, da carne colherá destruição; mas quem semeia para o Espírito, do Espírito colherá a vida eterna.
    Há dois tipos de semeadura:
    • Semearmos na carne: colheremos a morte.
    • Semearmos no espírito: colheremos vida eterna.
    E isso também é válido para o que fazemos com o nosso dinheiro:
    • Estamos semeando no terreno da natureza humana, ou no terreno do Espírito de Deus?

    (Gálatas 6:9) E não nos cansemos de fazer o bem, pois no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos.
    São muitas as pessoas que desistem de suas semeaduras, mas nós não podemos esquecer: Deus é um Deus justo.
    • Devemos continuar servindo os outros, ofertando, fazendo a obra do Senhor...
    Se permanecermos firmes em semearmos o bem, embora a nossa colheita aparentemente esteja demorando, ela certamente virá, e com certeza valerá a pena o tempo de espera.

    2. Abençoar especialmente os nossos irmãos na fé:
    (Gálatas 6:10) Portanto, enquanto temos oportunidade, façamos o bem a todos, especialmente aos da família da fé.
    Enquanto temos tempo devemos ajudar a todos, mas a nossa prioridade é fazer o bem primeiramente a nossa família na fé.


    Para finalizar... Uma pergunta:
    • O amor tem sido a motivação do nosso coração?

    Graça e paz,
    Pra. Angela Caldas.

    domingo, 10 de maio de 2015

    Devemos Honrar O Sacrifício De Jesus

    (1 Pedro 2:24) "Ele mesmo levou em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, a fim de que morrêssemos para os pecados e vivêssemos para a justiça; por suas feridas vocês foram curados".
    • Metaforicamente, a respeito de doenças morais; curar ou salvar das consequências do pecado.
    O propósito da morte de Jesus na cruz do calvário, foi para:
    • Restaurar a nossa paz (comunhão) com Deus... 
    Jesus pagou uma alto preço... Levando sobre o Seu corpo os pecados de toda a humanidade e transferindo a Sua justiça, nos salvando da ira vindoura que é a condenação eterna.
    • (João 3:18) "Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado, por não crer no nome do Filho Unigênito de Deus".
    Então... Depois de receber Jesus como Senhor e Salvador de nossas vidas... Devemos aprender dia a dia a crucificar a nossa carne e nos alinhar a uma vida na justiça de Deus, ou seja obedecendo os princípios da Sua Palavra. Graças a Deus que o pecado não tem mais domínio sobre nós porque pelas feridas de Jesus fomos curados.

    Graça e paz,
    Pra. Angela Caldas.