Translate

sábado, 7 de fevereiro de 2015

O Amor pelos nossos irmãos

(1 João 3:11-24)

Neste texto João afirma que:
  • Os cristãos que praticam o amor dão prova que nasceram de novo. 
  • Os cristãos que não praticam o amor dão prova que não nasceram de novo. 

A nova natureza implantada em nós é responsável por essa mudança.

(11) “Porque esta é a mensagem que ouvistes desde o princípio: que nos amemos uns aos outros.

Desde o início do ministério de Cristo, Ele sempre nos ensinou que devemos amar o nosso próximo.
  • (Mateus 22:37-40) “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento. O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas."
Queremos o melhor para nós, devemos desejar o melhor para os nossos irmãos.

O que significa amar o próximo como a nós mesmo?
  • (Lucas 6:31) “Como quereis que os homens vos façam, assim fazei-o vós também a eles."

(12) Não como Caim, que era do maligno e matou a seu irmão. E por que causa o matou? Porque as suas obras eram más, e as de seu irmão, justas.
  • Foi usado o exemplo de Caim e Abel porque foi uma discórdia religiosa.
Nós vemos que:

Caim não foi apresentado como um ateu, ele foi apresentado como um (religioso):

  • (Gênesis 4:3) “Aconteceu que no fim de uns tempos trouxe Caim do fruto da terra uma oferta ao Senhor."

Deus agradou de Abel e de sua oferta:
  • (Gênesis 4:4) “Abel por sua vez, trouxe das primícias do seu rebanho e da gordura deste. Agradou-se o Senhor de Abel e de sua oferta."

Mas de Caim e de sua oferta, Deus não agradou, porque as suas obras eram más.
  • (Gênesis 4:5-7) “Ao passo que de Caim e de sua oferta não se agradou. Irou-se, pois, sobremaneira, Caim, e descaiu-lhe o semblante. Então, lhe disse o Senhor: Por que andas irado, e por que descaiu o teu semblante? Se procederes bem, não é certo que serás aceito? Se todavia, procederes mal, eis que o pecado jaz à porta; o seu desejo será contra ti, mas a ti cumpre dominá-lo."

Mas Caim não foi rejeitado por Deus, Deus falou para ele:
  • Se procederes bem, não é certo que serás aceito? 

Mas Caim não dominou:
  • Ciúmes 
  • Inveja... Que se transformaram: ÓDIO... E o ódio se transformou em: HOMICÍDIO.

Complementar: 

As obras daqueles que praticam a justiça diante de Deus e dos homens, acabam expondo e envergonhando as obras daqueles que praticam as injustiças, gerando assim as invejas, os ciúmes e as perseguições e, como última expressão desses sentimentos malignos, o ódio, que pode levar ao homicídio.

(13) Meus irmãos, não vos maravilheis, se o mundo vos aborrece.

O INJUSTO sempre persegue o JUSTO.

(14) Nós sabemos que passamos da morte para a vida,

Que nascemos de novo.

porque amamos os irmãos; quem não ama a seu irmão permanece na morte.

Quem não ama os irmãos em Cristo, está debaixo de condenação eterna.

(15) Qualquer que aborrece a seu irmão é homicida. E vós sabeis que nenhum homicida tem permanente nele a vida eterna.

Aos olhos de Deus o ódio equivale ao homicídio. 
  • Vemos o exemplo de Caim, seu ódio por Abel resultou em homicídio.
Cristianismo é obediência interior.

(16) Conhecemos o amor nisto: que ele deu a sua vida por nós, e nós devemos dar a vida pelos irmãos.

Prova de amor de Jesus por nós:
  • Ele deu a Sua vida por nós. 

O que Deus espera de nós:
  • Que sacrifiquemos as nossas vidas pelos nossos irmãos.

Devemos servir os nossos irmãos sem nada esperar em troca.

(17) Quem, pois, tiver bens do mundo e,

Boas condições financeiras.

vendo o seu irmão necessitado,

Passando necessidades básicas (arroz, feijão, roupas...)

lhe cerrar o seu coração, como estará nele o amor de Deus?

Na verdade não tem o amor de Deus.

(18) Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade.

O verdadeiro amor é demonstrados pelas nossas ATITUDES.

(19) E nisto conhecemos que somos da verdade e diante dele asseguraremos nosso coração;

Se as nossas atitudes forem de amor, podemos tranquilizar o nosso coração diante de Deus.

(20) sabendo que, se o nosso coração nos condena, maior é Deus do que o nosso coração e conhece todas as coisas.

Deus é o juiz maior e não o nosso próprio coração. Ele vê o nosso coração e as nossas atitudes e pode nos aprovar mesmo se não tivermos seguros quanto ao nosso amor pelos irmãos.
  • O amor precisa ser exercitado para crescer (Gálatas 5:22,23).

(21) Amados, se o nosso coração nos não condena, temos confiança para com Deus;

Devemos nos apresentar a Deus com a consciência tranquila, livres de culpa.

(22) e qualquer coisa que lhe pedirmos, dele a receberemos, porque guardamos os seus mandamentos e fazemos o que é agradável à sua vista.

E oramos com ousadia porque sabemos que teremos as nossas orações respondidas.
A forma como tratamos os nossos irmãos, influencia nas respostas das nossas orações.


Aqui estão as maiores evidências da salvação

(23) E o seu mandamento é este: que creiamos no nome de seu Filho Jesus Cristo
  • Crer em Jesus Cristo como nosso Senhor e Salvador. 

e nos amemos uns aos outros, segundo o seu mandamento.
  • Amor pelos irmãos. 

(24) E aquele que guarda os seus mandamentos nele está, e ele nele.
  • Obediência à Palavra de Deus. 

E nisto conhecemos que ele está em nós: pelo Espírito que nos tem dado".
  • Presença permanente do Espírito Santo em nós. 

Conclusão:

O amor a Deus deve ser em primeiro lugar, mas quando amamos os nossos irmãos, confirmamos que amamos a Deus.

Graça e paz,
Pra. Angela Caldas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Registre e compartilhe conosco uma experiência vivida ou um comentário de bênção. Obrigado