Translate

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Façamos O Bem A Todos


E o amor é a base de tudo...

(João 13:34,35) Eu lhes dou este novo mandamento: amem uns aos outros. Assim como eu os amei, amem também uns aos outros. Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros".
Somos ensinados a amar o nosso irmão... Assim como Jesus nos amou... Ele deu a Sua própria vida por nós...
  • (1 João 3:16) “Nisto conhecemos o que é o amor: Jesus Cristo deu a sua vida por nós, e devemos dar a nossa vida por nossos irmãos”.

Como?
1. Sendo instrumento de restauração do nosso irmão:
(Gálatas 6:1) "Meus irmãos, se alguém for apanhado em alguma falta, vocês que são espirituais devem ajudar essa pessoa a se corrigir. Mas façam isso com humildade e tenham cuidado para que vocês não sejam tentados também.
Quando realmente vivemos pelo Espírito, o amor de Deus está no nosso coração, e nos importamos com vida dos nossos irmãos em Cristo. Mostramos isso pelas nossas atitudes, quando vemos um irmão que caiu em alguma falta e nos preocupamos em restaurá-lo com espírito de mansidão e não com ira e acusações, afastando essa pessoa do caminho da salvação. E enquanto tivermos ajudando o nosso irmão, temos que manter a vigilância para não cairmos também... E agradecer a Deus por estarmos de pé.
  • (1 Coríntios 10:12) "Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia"!

(Gálatas 6:2) Ajudem uns aos outros e assim vocês estarão obedecendo à lei de Cristo.
O desejo de Deus é que todos nós cresçamos espiritualmente, nos tornemos maduros na fé, mas para isso acontecer é necessário que um ajude o outro a vencer as suas dificuldades e tentações.

2. E jamais nos considerar superior a ele:
(Gálatas 6:3) A pessoa que pensa que é importante, quando, de fato, não é, está enganando a si mesma.
Deus não se agrada quando um cristão se compara com o outro que está fraco ou caiu em tentação e se julga superior.

3. Examinando a consciência:
(Gálatas 6:4) Que cada pessoa examine o seu próprio modo de agir! Se ele for bom, então a pessoa pode se orgulhar do que fez, sem precisar comparar o seu modo de agir com os dos outros.
Devemos nos examinar pela Palavra de Deus para ver se estamos no caminho da fidelidade, e se as nossas obras estão sendo aprovadas pelo Senhor.
Se a nossa consciência nos aprova, podemos nos alegrar, mas isso não nos dar o direito de nos compararmos com os outros.
  • (1 Timóteo 3:9) “Devem apegar-se ao mistério da fé com uma consciência pura”.

4. Suportando a nossa própria carga:
(Gálatas 6:5) Porque cada pessoa deve carregar a sua própria carga.
Somos os responsáveis pelas nossas escolhas, devemos fazê-las segundo a Palavra de Deus... E dentro do possível não sobrecarregar as pessoas com problemas que nós podemos resolver.

5. Abençoando os nossos mestres:
(Gálatas 6:6) E o que é instruído na palavra reparta de todos os seus bens com aquele que o instrui.
Devemos abençoar as pessoas que estão dedicando a sua vida para crescermos espiritualmente.
  • Em grego: Coisas boas e úteis, benefícios, bênçãos.
Por quê?
1. Toda ação tem uma consequência:
(Gálatas 6:7) Não se enganem: ninguém zomba de Deus. o que uma pessoa plantar, é isso mesmo que colherá.
Essa lei é infalível: colhemos o que plantamos. 

(Gálatas 6:8) Se plantar no terreno da natureza humana, desse terreno colherá a morte. Porém, se plantar no terreno do Espírito de Deus, desse terreno colherá a vida eterna.
Há dois tipos de semeadura:
  • Semearmos na carne: colheremos a morte.
  • Semearmos no espírito: colheremos vida eterna.
E isso também é válido para o que fazemos com o nosso dinheiro:
  • Estamos semeando no terreno da natureza humana, ou no terreno do Espírito de Deus?

(Gálatas 6:9) Não nos cansemos de fazer o bem. Pois, se não desanimarmos, chegará o tempo certo em que faremos a colheita.
São muitas as pessoas que desistem de suas semeaduras, mas nós não podemos esquecer: Deus é um Deus justo.
Se permanecermos firmes em semearmos o bem, embora a nossa colheita aparentemente esteja demorando, ela certamente virá, e com certeza valerá a pena o tempo de espera.

2. Abençoar especialmente os nossos irmãos na fé:
(Gálatas 6:10) Portanto, sempre que pudermos, devemos fazer o bem a todos, especialmente aos que fazem parte da nossa família na fé.
Enquanto temos tempo devemos ajudar a todos, mas a nossa prioridade é fazer o bem primeiramente a nossa família na fé.


"O manto do amor de Deus é infinitamente grande". Thomas Brooks

Graça e paz,
Pra. Angela Caldas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Registre e compartilhe conosco uma experiência vivida ou um comentário de bênção. Obrigado