Translate

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Lealdade... Justiça... Retidão... Faz Parte Do Caráter De Deus

(Jeremias 9:23,24) "Assim diz o Senhor: "Não se glorie o sábio em sua sabedoria nem o forte em sua força nem o rico em sua riqueza, mas quem se gloriar, glorie-se nisto: em compreender-me e conhecer-me, pois eu sou o Senhor, e ajo com lealdade, com justiça e com retidão sobre a terra, pois é dessas coisas que me agrado", declara o Senhor".
Deus declara que...
  • O sábio não deve gloriar-se de sua sabedoria,
  • O forte (poderoso) não deve gloriar-se de sua força,
  • O rico não deve gloriar-se de sua riqueza,
Porque isso não é motivo para ninguém gloriar-se...

Quantas são as pessoas e infelizmente até cristãos que estão se gloriando em tantas coisas... Esquecendo que tudo está nas mãos de Deus... Inclusive a nossa vida... E Ele pode tirar a hora que quiser:
  • (Salmo 104:29) "Quando escondes o rosto, entram em pânico; quando lhes retiras o fôlego, morrem e voltam ao pó".
Devemos nos gloriar por compreender e conhecer o Senhor, e saber que Ele é Deus e que age na terra com: 
  • Lealdade
  • Justiça
  • Retidão
E vai nos tratar conforme a nossa semeadura:
    • (Salmo 75:7) "Mas Deus é o Juiz: a um abate, e a outro exalta". 
    • (Lucas 14:11) "Porquanto qualquer que a si mesmo se exaltar será humilhado, e aquele que a si mesmo se humilhar será exaltado".
    • (1 Samuel 2:7) "O Senhor empobrece e enriquece; abaixa e também exalta".

    "Quando você ignora a Deus, agenda uma tragédia". Mike Murdock

    Graça e paz,
    Pra. Angela Caldas.

      terça-feira, 8 de julho de 2014

      ORAÇÕES - PERSONALIDADES RESTAURADAS – Valnice Milhomens

      CAPÍTULO 2 - RESTAURAÇÃO DAS PORTAS

      Pai, eu Te louvo porque me encontraste no meu pecado e, pela Tua graça e amor, me perdoaste e me recebeste como filho. Louvo-te por Jesus, meu bendito Senhor, Salvador e Mestre, que com Seu sangue derramado em meu lugar comprou-me para ti. Sei que hoje vives em mim, na pessoa do Espírito Santo, que sou uma nova criação em Cristo Jesus, participante da Tua natureza, herdeiro Teu e co-herdeiro com Cristo. Exponho a minha alma a Ti e à operação do Teu Espírito, para que a imagem de Jesus seja formada em mim. Exponho-Te a minha alma com todas as marcas negativas que ela ainda tem, para que seja restaurada, até que eu possa refletir, na própria personalidade, as marcas de Jesus.
      Por uma decisão da minha vontade, respondi ao Teu chamado, e a Porta das Ovelhas está aberta ao Cordeiro, Teu Filho, que hoje é a razão da minha vida e meu supremo Senhor. Ele é meu Senhor, meu tudo. Disponho-me a seguir Seus passos e obedecer A Sua voz.
      Abro-me para ser canal de instrução e bênção para aqueles que estão vindo a Ti. Alegro-me na reprodução. A Porta dos Peixes está aberta, a fim de ver multidões passando por ela, para receber de mim o que me deste para lhes oferecer.
      Renuncio todos os velhos padrões herdados da minha família e da sociedade, que não se ajustam aos Teus padrões, para viver a realidade da nova vida em Cristo Jesus, meu Senhor. Louvo-te pela graça de ter aberto a Porta do Vale e ali provado o Teu milagre, quando me libertaste das chamas eternas, e agora eu mesmo me consagro a Ti, como Teu canal, para impedir que as multidões permaneçam no inferno. Ofereço-me, como instrumento, para saquear o inferno e povoar o Céu.
      Pai, rejeito o lixo do mundo e me disponho a expulsar toda imundície que porventura tenha permanecido em minha alma e a cerrar a Porta do Monturo, a fim de que o lixo e a contaminação do mundo não tenham mais lugar em mim.
      Abro-me ao Teu Espírito, para que as águas vivas me dessedentem e que transbordem através de mim. Viverei em comunhão contigo e ajudarei aqueles que perecem. Submeto-me ao Teu Espírito, a fim de que Sua plenitude esteja sempre em mim. A Porta da Fonte está aberta para Ti.
      Quero louvar-Te pelo poder libertador de Jesus. Ele me libertou, e rejeito agora todas as prisões que o inimigo tenta trazer sobre mim. Não me deixarei dominar por coisa alguma, nem por ninguém. Rejeito todo jugo estranho, e me submeto a Ti somente, como meu Deus e Senhor. Abro a Porta das Águas da Tua Palavra, para que minha alma seja lavada. Nela me deleito, dela me encho e com ela apago os dardos inflamados que o inimigo atira contra mim. Amo a Tua Palavra e a ela me submeto, trazendo-a em meu coração e em meus lábios.
      É tão maravilhoso saber que “cada dia” levas os meus fardos, e posso descansar em Ti. A Porta dos Cavalos está aberta para por ela, fazer sair todos os pesos da minha alma, transferindo-os para Ti, que tens recursos para destruí-los. Recuso-me a levar sobre mim qualquer cuidado. Andarei no descanso da fé. Viverei ainda na esperança do regresso do meu Senhor Jesus. Sei que há fim para toda a aflição e luta e que o justo terá sua recompensa. A Porta Oriental está aberta para Jesus e O estou aguardando, como servo diligente e fiel e, pela Tua graça, vê-lO-ei em Sua glória.
      Meu Pai, Teu amor me atraiu e me prendeu. Como agradecer-Te o me teres recebido como Teu filho, com direito de primogenitura? Sei que Tuas riquezas são minhas, que é linda minha herança, que pertenço a Ti. Posso viver na abundância das Tuas bênçãos. Quero, porém, segredar-Te meu maior encanto: Tu mesmo, Senhor. És meu tudo, supremo bem da minha vida, meu amor, razão de viver, minha origem e meu destino se escondem em Ti e dou-me, sem reservas, a Ti, para ser e fazer o que agrada o Teu coração de Pai. Tens tudo que quiseres de mim. Deixa Tua vida, amor e graça fluírem deste vaso que é Teu, para sempre, com dedicação suprema de amor e gratidão. Esta é a oração fervente, que brota do meu profundo ser, no Nome maravilhoso do meu Senhor Jesus.

      CAPÍTULO 3 - OPOSIÇÃO SATÂNICA

      Pai, eu Te louvo, porque “maior é O que está em mim do que aquele que está no mundo”. No meio de toda a oposição planejada no reino das trevas e manifestada através de instrumentos humanos ou circunstâncias, Tu me darás vitória. Reconheço que minha determinação de expor-me ao Teu Espírito e à Tua Palavra para que minha alma seja totalmente restaurada e reflita a beleza do Senhor Jesus, despertará a fúria de Satanás contra mim, mas, com a Tua graça e a assistência do Teu Espírito que em mim habita, não me deixarei impressionar.
      Estou determinado a seguir a direção do Espírito na restauração dos muros, portas, fontes e torres de vigia da minha personalidade. O escárnio do inimigo, suas conspirações contra mim, ameaças de morte ou atentados contra minha vida e saúde, serão frustrados, em o Nome de Jesus, pois, pelo Teu Espírito, far-me-ás saber suas maquinações e fortalecer-me-ás, enquanto me devoto à oração, à Tua Palavra e ao trabalho que me tens proposto.
      Confesso a convicção de que me darás sabedoria e revelação, para discernir a astúcia do inimigo a fim de levar-me a compromissos que me afastariam da obra diligente, e recusar-me-ei a retirar a mão do arado. Com Tua graça, Pai, não darei ouvidos às acusações e difamações que tentam denegrir minha imagem; pois já morri, e minha vida está escondida com Cristo, em Ti. Por isso prosseguirei, enquanto Tu mesmo fortaleces minhas mãos e me conserva o coração voltado para Ti e para as instruções do Teu Espírito. Inclino meus ouvidos à Sua voz, com um coração disposto a Te obedecer. Sei que o inimigo não terá poder de me afastar do alvo, e Teus propósitos para minha vida serão plenamente estabelecidos. No meio de toda a oposição, em Cristo, sou mais que vencedor!

      CAPÍTULO 4 – FORTALECENDO O MUNDO INTERIOR

      Primeira Oração

      “A lei do Senhor é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do Senhor é fiel, e dá sabedoria aos simples. Os preceitos do Senhor são retos, e alegram o coração; o mandamento do Senhor é puro, e alumia os olhos. Mais desejáveis são do que o ouro, sim, do que muito ouro fino; e mais doces do que o mel e o que goteja dos favos. Também por eles o teu servo é advertido; e em os guardar há grande recompensa” (Sol 19:7,8,10,11).
      Escondi a Tua Palavra no meu coração, para não pecar contra Ti.
      Em Teus preceitos medito, e observo os Teus caminhos.
      Deleitar-me-ei nos Teus estatutos; não me esquecerei da Tua Palavra.
      Desvenda os meus olhos, para que eu veja as maravilhas da tua Lei.
      Os Teus testemunhos são o meu prazer e os meus conselheiros.
      Ensina-me, ó Senhor, o caminho dos Teus estatutos, e eu os guardarei até o fim.
      Deleitar-me-ei em Teus mandamentos, que eu amo.
      Antes de ser afligido, eu me extraviava; mas agora guardo a Tua Palavra.
      Para sempre, ó Senhor, a Tua Palavra está firmada nos céus.
      Oh! Quanto amo a Tua lei! Ela é a minha meditação o dia todo.
      Oh! Quão doces são as Tuas palavras ao meu paladar! Mais doces do que o mel à minha boca.
      Lâmpada para os meus pés é a Tua Palavra, e luz para o meu caminho.
      Maravilhosos são os Teus testemunhos, por isso a minha alma os guarda.
      A Tua palavra é fiel a toda prova, por isso o teu servo a ama.
      Antecipo-me à alva da manhã e clamo; aguardo com esperança as tuas palavras.
      Os meus olhos se antecipam às vigílias da noite, para que eu medite na Tua Palavra.
      Anelo por Tua salvação, ó Senhor; a Tua lei é o meu prazer.
      Que minha alma viva, para que eu Te louve; ajudem-me as Tuas ordenanças.
      (Salmo 119:11,15,16,18,24,33,47,67,89,97,103,105,129,140,147,148,174,175).

      Segunda Oração

      Pai, coloco-me diante de Ti e exponho-me à Tua presença e à Tua Palavra. Tenho trabalhado em minha alma, sob a liderança do Teu Espírito, buscando conservar os inimigos fora do meu arraial, sem lhes dar brechas. Agora, porém, quero confessar-Te a fome pela Tua Palavra. “Para sempre, ó Senhor, a Tua Palavra está firmada nos Céus! Oh! Quanto amo a Tua lei! Ela é a minha meditação o dia todo. Oh! Quão doces são as Tuas Palavras ao meu paladar! Mais doces do que o mel à minha boca. Maravilhosos são os Teus testemunhos, por isso a minha alma os guarda” (Sl. 119:89,97,103,129). Tua lei é perfeita e restaura a minha alma, pelo que a ela me devotarei cada vez mais, sabendo que nela encontro direção para os meus passos, pois ela é “lâmpada para os meus pés e luz para os meus caminhos” (Sl. 19:7; 119:105)
      “Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos; vê se há em mim algum caminho perverso, e guia-me pelo caminho eterno” (Sl.139:23,24). Quero andar nos Teus caminhos com integridade de coração e santidade de vida. Aborreço o pecado e arrependo-me até ao pó das transgressões contra Tua Palavra. “Quem pode discernir os próprios erros? Purifica-me Tu dos que me são ocultos” (Sl 19:12). Dá-me a graça de um coração inclinado ao arrependimento sempre que ele se fizer necessário. Estou consciente da possibilidade de engano e queda e me inclino à Tua Palavra para que os meus pés não resvalem. “Não me deixes cair em tentação, mas livra-me do mal” (Mt 6:13).
      Meu Deus, é forte dentro de mim a consciência de que pertenço a Ti. Novamente venho dizer-te que tudo quanto sou e tenho procede de Ti e volta para Ti. Não sou de mim mesmo. Do que me deste, ofereço a Ti, sem reservas, com um coração voluntário e contrito. Tens tudo o que queres de mim. Nada me tens negado, em Cristo, meu Senhor. Nada também quero negar-Te. Meu ser inteiro está dedicado a Ti, para o louvor da Tua glória. Dispõe, pois, deste vaso que é Teu, do modo como Te aprouver, para os Teus eternos propósitos, e isso será alegria e gozo para este coração de filho que Te ama tanto e não pode viver sem Ti. Eis-me outra vez aos Teus pés, Pai, dedicando o espírito, a alma e o corpo a Ti. Isso até parece sem sentido, pois nada tenho que de Ti não houvesse recebido, ainda assim quero que saibas que não há outro bem que eu deseje além de Ti e todo o meu ser repudia qualquer tipo de vida que não seja inteiramente consagrada a Ti. Aceita, pois, essa oferta singela em amor, gratidão e devoção, de um ser que foi atraído por Ti e encontra sua plena realização somente em Ti. 

      CAPÍTULO 5 – PRINCÍPIOS DE CONQUISTA

      Oração no Meio do Conflito Espiritual

      Pai, eu me humilho debaixo da Tua potente mão, para que no devido tempo me exaltes; lançando sobre Ti toda a minha ansiedade, porque tens cuidado de mim. Sou sóbrio e vigilante, porque o meu adversário, o Diabo, anda ao derredor, rugindo como leão, e procurando a quem possa tragar. Resisto-o firme na fé, sabendo que os mesmos sofrimentos estão-se cumprindo entre os meus irmãos no mundo. Tu, Deus de toda a graça, que em Cristo me chamaste à Tua eterna glória, depois de haver sofrido por um pouco, Tu mesmo me hás de aperfeiçoar, confirmar e fortalecer. A Ti seja o domínio para todo o sempre. Amém (1 Pedro 5:6-11).
      Porque embora em ande na carne, não milito segundo a carne, pois as armas da minha milícia não são carnais, mas poderosas em Deus, para demolição de fortalezas; derribando raciocínios e todo baluarte que se ergue contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo (2 Coríntios 10:3-5).
      Eu venço a Satanás pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do meu testemunho, e não amo a minha vida até a morte (Apocalipse 12:11).
      De ferro e de bronze sejam os meus ferrolhos; e como os meus dias, assim seja a minha força. Não há outro, ó Jesurum, semelhante a Deus, que cavalga sobre o Céu para a minha ajuda, e na Sua majestade sobre as mais altas nuvens. O Deus eterno é a minha habitação, e por baixo estão os braços eternos; Ele lançou o inimigo de diante de mim e disse: Destrói-o (Dt 3:25-27).
      Não prosperará nenhuma arma forjada contra mim; e toda língua que se levantar contra mim e juízo, eu a condenarei; esta é a minha herança como servo do Senhor, e a minha justificação procede de Ti, Senhor (Isaías 54:17). 

      CAPÍTULO 12 – UMA MENTE LIVRE

      Confissão

      Faça agora em alta voz uma confissão, apropriando-se do que temos estudado. Coloque sua mão na testa, como forma de tornar mais real sua decisão de controle da sua mente.
      A minha mente, sede da minha alma, não será depósito para o lixo de Satanás, mas para a Palavra de Deus. Renová-la-ei com a Palavra de Deus. Em nome de Jesus, expulso da minha mente todo pensamento, toda imagem, todo raciocínio, todo princípio, toda conclusão e toda estrutura de pensamento que não se ajusta à Palavra de Deus. Tomo cada pensamento cativo à obediência do Senhor Jesus.
      Coloco sobre a minha cabeça, o capacete da salvação e me cinjo com a verdade. Disponho-me a renovar minha mente, a usá-la, a pensar, raciocinar, refletir, estudar a Palavra de Deus, até que ela reflita a mente de Jesus, residente em mim, na Pessoa do Espírito Santo. Pai, firmo a minha mente em Ti e “Tu conservarás em perfeita paz, aquele cuja mente está firme em Ti, porque confia em Ti”.
      Em nome de Jesus, rejeito toda cadeia construída em minha mente. Pai, vem agora, pelo poder do Teu Espírito, quebrar toda prisão na minha mente, todo engano, toda fortaleza construída desde a infância. Expulso toda a passividade da mente e toda influência maligna. Na autoridade de Cristo Jesus, desalojo todo pensamento que Lhe é contrário. Resisto às forças invisíveis das trevas que tentam perturbar a minha mente com pensamentos de dúvida, rebeldia, incredulidade, sensualidade, mentira, pornografia, angústia, depressão, medo, mágoa, ódio, amargura e coisas semelhantes, em Nome de Jesus
      Todas as cadeias da mente jogo agora por terra, no Nome do Senhor Jesus. E agora venha a Tua luz e Tua paz sobre a minha mente. Vem tu, agora, pelo Teu poder, cingir minha mente com o Teu Espírito. Reforça a guarda dos teus anjos em volta de mim, num mundo tão conturbado. Pai fortalece minha mente, minha vontade e meu espírito.
      Recebo agora Tua paz para minha mente, minhas emoções e meu corpo. Concede-me a vitória, para que minha mente se levante renovada e eu seja um canal transparente, através do qual as revelações do Teu Espírito fluam. Liberta-me de tradições humanas e dá-me a graça de viver na Tua presença, com uma mente livre e inteiramente consagrada a Ti. Disponho-me a trabalhar para que ela seja um depósito da Tua Palavra e reflita cada vez mais a mente do Senhor Jesus. Dou-Te graças porque “farás infinitamente mais do que penso e Te peço”, em seu maravilhoso nome.
        
      Oração por Estabilidade Mental e Emocional

      Estive cansado e oprimido, mas vim a Ti, Senhor Jesus e me deste descanso. Tomei sobre mim o Teu jugo e tenho aprendido de Ti, que és manso e humilde de coração; tenho encontrado descanso para a minha alma, porque o Teu jugo é suave e o Teu fardo é leve (M t 11:28-30)
      Resta ainda um repouso sabático para o povo de Deus. Pois aquele que entrou no descanso de Deus, esse também descansou de suas obras, assim como Deus das Suas. Ora, à vista disso, procuro diligentemente entrar naquele descanso, para que eu não venha a cair no mesmo exemplo de desobediência (Hb 4:9-11).
      Tu me conservarás em perfeita paz, porque minha mente está firme em Ti e confia em Ti (Is 26:3).
      Tenho muita paz, porque amo a tua lei, e nada me fará tropeçar (Sl 119:165).
      As armas da minha batalha espiritual são poderosas em Deus. Com elas derrubo as fortalezas que Satanás construiu na minha mente. Sujeito todos os meus pensamentos à obediência de Cristo. Três das minhas armas espirituais são: proclamação da Palavra, ações de graça e louvor. (Baseada em 2 Co 10:3-5).
      Não ando ansioso por coisa alguma; antes em tudo meus pedidos são conhecidos diante de Ti, ó Deus, pela oração e súplica, com ações de graça; e a Tua paz, que excede todo o entendimento, guarda o meu coração e os meus pensamentos em Cristo Jesus. Finalmente, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude e se há algum louvor, nisso penso (Fp 4:6-8). 

      CAPÍTULO 15 – LIBERTAÇÃO DA VONTADE

      Graças Te dou, ó Pai, por me haveres criado conforme Tua imagem e semelhança. Agradeço-Te a faculdade de decidir e escolher. Reconheço que me deste uma vontade livre para agir de acordo com os Teus propósitos. Sou livre para praticar o bem e seguir a Verdade.
      Lançando mão da minha liberdade de escolha, decido seguir o Teu caminho e fazer a Tua vontade. Teus propósitos são elevados, santos, puros, perfeitos e eternos e a eles inclino o meu coração. Renuncio meus próprios caminhos e planos, submetendo-os aos Teus, porque reconheço-Te como meu Senhor Supremo e entreguei-Te todo o meu ser, mediante uma decisão da minha vontade.
      Digo agora, como Jesus, no passado: “A minha comida é fazer a vontade do meu Pai que me enviou a realizar a sua obra” (Jo 4:34). “Não se faça a minha vontade, mas a Tua” (Lc 22;42b). O passado e o futuro para Ti são um eterno presente e não importa o que o futuro me reserva, sei que será glorioso, porquanto ele está em Ti.
      Recuso-me a seguir o erro e a decidir-me pela carne, pelo mundo ou por Satanás. Tua verdade, Pai, iluminará meu coração. Com a direção do Teu Espírito saberei discernir o Teu plano, e alegremente o seguirei numa atitude de obediência e rendição incondicional da minha vontade a Ti.
      Rejeito toda e qualquer prisão na minha vontade. Minha obediência a Ti será a expressão da incansável busca do conhecimento do Teu plano, para que a ele me possa submeter inteligentemente, consciente das consequencias da minha decisão.
      Meu Pai, reconheço que ainda estou a caminho da maturidade e corro o risco de não discernir claramente tua vontade em alguma área da minha vida. Quero, porém, dizer-Te que tens liberdade de interferir na minha vida e mostrar-me o erro. Livra-me do engano e de desviar-me dos Teus caminhos. O que mais quero fazer na vida é andar de acordo com a Tua santa vontade.
      De toda a minha vontade busco a Ti, Senhor, e Te encontro, e Tu me dás descanso ao redor (2 Cr 15:15b). “Deleito-me em fazer a Tua vontade, ó Deus meu; sim, a Tua Lei está dentro do meu coração” (Sl 40:8). “Ensina-me a fazer a Tua vontade, pois Tu és o meu Deus; guie-me o Teu bom Espírito por terreno plano” (Sl 143:10).
      “Eis-me aqui para fazer a Tua vontade. E nessa vontade tenho sido santificado pela oferta do corpo de Jesus Cristo, feita uma vez para sempre” (Hb 10:9,10), pelo que clamo do mais profundo do meu ser: Seja feita a Tua vontade em minha vida, de um modo tão perfeito, como ela é feita no Céu, e viverei para a Tua glória! Amém. 

      CAPÍTULO 18 – A FORÇA DO PERDÃO

      Pai, sei que me amas e me exponho a Ti, para que Teu amor, derramado pelo Teu Espírito em meu coração, inunde o meu ser inteiro e eu possa agora liberar todos quantos no passado e no presente foram instrumentos de feridas na minha alma. Sei que as que mais me feriram são exatamente as que mais amo, e reconheço que era Satanás quem estava por trás delas, com o intuito de destruir a minha vida. Agora eu declaro diante de Ti, ó Pai: eu solto ___________________ (diga o nome da pessoa), com a força que me deste e libero o perdão e amor que de Ti recebo, em nome de Jesus. Solto meu pai, minha mãe, meus professores, parentes, colegas, vizinhos, todos. ________________ (vá citando os nomes um a um), vai em paz! Eu te perdôo e te amo com o amor de Jesus. A prisão da mágoa está agora desfeita, no nome de Jesus! Sou filho de Deus e sou perdoador.
      Jesus, tomaste o meu lugar e foste ferido, rejeitado, traído, esquecido, por mim, para que pelas Tuas feridas eu seja agora sarado. Vejo-Te na cruz sofrendo, e ainda assim bradando com tanta ternura: “Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem”! Portanto, eu assumo agora o meu papel de filho de Deus e Teu servo e, com a graça que procede de Ti para mim, eu digo: Pai Celeste, perdoa __________________ (cite os nomes), porque ele (a) não sabia o que estava fazendo. Não lhe imputes este pecado. Perdoa-o, como eu mesmo o tenho perdoado!
      Meu Deus, bem sei que o perdão não depende de um sentimento, mas de uma decisão da minha vontade; portanto, eu decido agora perdoar a todos aqueles que me feriram ou me estão ferindo. Teu espírito está derramando do Teu amor em meu coração e eu o libero para meus ofensores. Sei que o amor não é um sentimento da alma, mas uma virtude de um espírito recriado pela Tua semente Divina. Não importa o que eu sinta agora, decido perdoar e amar a todos, em nome de Jesus.
      Pai, sei que guardei estas mágoas, ressentimentos e feridas por muito tempo. Confesso-Te agora o meu pecado e recebo o Teu perdão, pelo sangue de Jesus, derramado para minha completa redenção.
      Senhor Jesus, naquela cruz estavam os meus pecados. Fui causa da Tua ferida. Teu sofrimento era resultado das minhas quedas, meus erros, fracassos, meu pecado. Peço-Te perdão. Sei que me amas e me aceitas. Sei que me perdoas Senhor. Teu amor me atraiu e nele quero viver.
      Pai, eu me vejo perdoado e me entrego totalmente em Tuas mãos. Venha agora o Teu Espírito sarando e curando minhas feridas. Aquieto-me na Tua presença e recebo a Tua cura e Tua paz que excede todo o entendimento, em Cristo Jesus, meu Senhor.
      Levanto as mãos para Ti e confesso: com Tua graça, sou um perdoador. Perdoei todos quantos me feriram e me ferem e aceito o desafio de não mais aceitar as feridas que Satanás quiser provocar contra mim no futuro. Recusarei todas elas, num passo de fé, na autoridade do Senhor Jesus Cristo, no poder do Espírito Santo e no Teu amor em meu coração. Deixei ir em paz meus ofensores e comando Tuas bênçãos sobre eles. Sejam prósperos em todos os Teus caminhos.
      Aproprio-me da Tua cura para toda raiz de amargura. Expulso a mágoa da minha alma e me banho no Teu amor de Pai. Graças Te dou por tão grande libertação e tão indizível amor que agora invade todo o meu ser. Graças por Cristo, meu Senhor, que me proveu, pela Sua morte e ressurreição, a mais completa vitória! Amém!

      CAPÍTULO 20 – SAÍDA DA REJEIÇÃO

      Pai, eu me sinto confortável em Tua presença, com a consciência de que sou teu filho amado, aceito por Ti. Coloco-me despido diante de Ti, com o coração escancarado. Deixo de lado toda resistência; tiro as máscaras. Nada posso esconder de Ti; tudo é patente aos Teus olhos. Pela operação do Teu Espírito, revela-me as causas dos problemas que me atormentam. Reconheço que queres realizar Tua obra complet6a dentro de mim, e me submeto a Ti sem reservas. Tens liberdade em mim. Quero seguir-Te até que minha personalidade inteira seja inundada pela Tua presença e a imagem de Jesus vá se refletindo em meu caráter, e eu seja absorvido pela glória do Cordeiro.
      Querido Jesus, olho para o calvário e contemplo-Te na cruz sangrando, vertendo sangue inocente por causa dos meus pecados. A coroa de espinhos ferindo Tua fronte bendita; Tuas costas dilaceradas pelos açoites algozes; Teus pés e mãos varados pelos pregos; toda dor, zombaria, escárnio, afronta, vergonha e horror da cruz. Vejo as trevas que envolveram a Terra toda e a ausência do Pai que Te causou tanta agonia! Tudo por mim! Que tremendo o preço da minha redenção! Que amor indizível! Que graça sem medida! Que misericórdia inaudita!
      Jesus, eu me rendo aos teus pés com tudo quanto tenho e sou. Aliás, tudo quanto sou e tenho provém de Ti e a Ti o devolvo com uma gratidão maior que as palavras e um amor profundo que, mesmo imperfeito, é Teu. Senhor Jesus, vejo sobre Ti naquela cruz, todos os meus pecados, minhas quedas, fracassos e derrotas; vejo ali minha maldição, condenação e morte; vejo sobre Teu Corpo sangrando minhas mágoas, amarguras, ressentimentos, ódios e rejeições; todas as minhas dores e misérias espirituais, emocionais e físicas, vejo-as na cruz. Meu coração quebrantado diante de Ti não vê mais sentido de eu carregar toda essa infâmia maldita sobre minha vida. Humildemente aceito a Tua oferta de amor e deixo aos Teus pés as consequencias do pecado que marcaram a minha vida. Em troca de todo mal, recebo Tua própria vida e Te confesso como meu único Senhor e Deus.
      Trindade santa, eu me banho no Teu amor e aproprio-me das bênçãos da redenção. Ofereço minha vida a Ti, como expressão do meu próprio amor e gratidão. Deixa-me ser um canal transparente do Teu amor e graça por todos os homens, de modo que glorifique o Teu Nome na Terra e conduza muitos ao Lar Eterno. Amém!

      CAPÍTULO 21 – A CURA INTERIOR

      Pai, eu fui feito à Tua imagem. É verdade que o pecado destruiu em mim essa imagem. Mas eu ouvi a Tua Palavra, abri o meu coração, recebi a Tua semente e o Espírito Santo veio sobre mim e fez nascer dentro de mim um filho para Ti. Meu espírito foi recriado e agora minha alma está exposta ao Teu Espírito e à Tua Palavra, para ser totalmente restaurada, liberta e sarada.
      Eu me deixo embelezar pelo mover do Teu Espírito e da Tua Palavra, removendo de mim todas as manchas e rugas. Sei que Tu estás também purificando o Corpo, sarando as nossas feridas, para que sejamos um, em amor, e cresçamos em tudo nAquele que é nossa cabeça, Cristo, até atingirmos a estatura de Noiva e a semelhança do Senhor, de acordo com o Teu propósito de amor, graça e misericórdia.

      PROCLAMAÇÃO

      Ó Senhor, deveras sou teu servo; sou teu servo, filho da tua serva; soltaste as minhas cadeias (Sl 116:16).
      Senhor, Tu me preservarás de todo o mal; guardarás a minha vida. Guardarás a minha saída e a minha entrada, desde agora e para sempre (Sl 121:7-8).
      Tu és a luz e a minha luz salvação; a quem temerei? Tu és a força da minha vida; de quem me recearei? Quando os malvados investiram contra mim, para comerem as minhas carnes, eles, meus adversários e meus inimigos, tropeçaram e caíram.
      Ainda que um exército se acampe contra mim, conservarei a minha confiança. Uma coisa Te pedi, Senhor, e a buscarei: que possa morar na Tua Casa todos os dias da minha vida, para contemplar a Tua formosura, e inquirir no Teu Templo.
      Pois no dia da adversidade me esconderás no Teu pavilhão; no recôndito do Teu Tabernáculo me esconderás; sobre uma rocha me elevarás.
      E agora será exaltada a minha cabeça acima dos meus inimigos que estão ao redor de mim; e no Teu Tabernáculo oferecerei sacrifícios de júbilo; cantarei, sim, cantarei louvores a Ti, Senhor! (Sl 127:1-6)

      DECRETO

      O Deus Eterno é a tua habitação, e por baixo de ti estão os braços eternos. Ele lançou o inimigo de diante de ti e disse: Destrói-o. (Dt 33:27)
      Mas o povo que conhece ao seu Deus, se tornará forte, e fará proezas. (Dan 11:33b)


      Graça e paz,
      Pra. Angela Caldas.


      sábado, 5 de julho de 2014

      Deus Só Tem Compromisso Com Quem Tem Compromisso Com O Caminho Da Justiça

      (Gênesis 18:19) "Porque eu o tenho conhecido, e sei que ele há de ordenar a seus filhos e à sua casa depois dele, para que guardem o caminho do Senhor, para agir com justiça e juízo; para que o Senhor faça vir sobre Abraão o que acerca dele tem falado".
      Deus fez uma promessa a Abraão:
      • (Gênesis 12:2-3) "Farei de você um grande povo, e o abençoarei. Tornarei famoso o seu nome, e você será uma bênção. Abençoarei os que o abençoarem, e amaldiçoarei os que o amaldiçoarem; e por meio de você todos os povos da terra serão abençoados".
      Mas para que essa promessa se cumprisse em sua vida ele teria que fazer o que é justo e direito aos olhos de Deus e ensinar os seus filhos a permanecerem no caminho do Senhor fazendo o que é justo e direito.

      O nosso Deus não muda, é o mesmo ontem, hoje e sempre. Se queremos ser verdadeiramente abençoados... Devemos escolher sempre o caminho da justiça.

      "Toda decisão resulta em um aumento ou uma diminuição". Mike Murdock

      Graça e paz,
      Pra. Angela Caldas.