Translate

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Adultério. O Que A Palavra De Deus Nos Ensina?

O adultério é aplicável tanto aos homens, quanto as mulheres. Esse mandamento de Deus protege a santidade no relacionamento matrimonial, porque o casamento é criação de Deus.
O casamento é o alicerce da sociedade, e o adultério destrói o relacionamento entre os cônjuges,  e faz com que até os filhos percam o respeito pelos pais, trazendo diversos problemas emocionais a toda família.
  • (Gênesis 2:24) "Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne".
Adulterar é pecar contra Deus:
  • (Gênesis 39:9) "Ninguém desta casa está acima de mim. Ele nada me negou, a não ser a senhora, porque é a mulher dele. Como poderia eu, então, cometer algo tão perverso e pecar contra Deus?".
(Êxodo 20:14) "Não adulterarás".
Deus não agrada de infidelidade no casamento. Deus julgará os adúlteros.
  • (Hebreus 13:4) "O casamento deve ser honrado por todos; o leito conjugal, conservado puro; pois Deus julgará os imorais e os adúlteros".

(Levítico 20:10) "Também o homem que adulterar com a mulher de outro, havendo adulterado com a mulher do seu próximo, certamente morrerá o adúltero e a adúltera".
O pecado do adultério é considerado tão grave, que a penalidade dele no velho testamento era a morte.

Quem adultera não pode casar-se novamente:

(Marcos 10:11-12) "E ele lhes disse: Todo aquele que repudiar a sua mulher e se casa com outra, adultera contra ela. E, se uma mulher repudiar o marido dela, e se casa com outro, ela comete adultério".
Divórcio não garante novo casamento... A Palavra de Deus é bem clara... 

(Mateus 19:9-10) "Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher, exceto sendo em caso de fornicação, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério. Disseram-lhe seus discípulos: Se assim é a condição do homem relativamente à mulher, não convém casar".

Deus é um juiz justo... Ele protege o cônjuge fiel, deixando bem claro que em caso de fornicação (pecados sexuais) pode haver novo casamento para a parte fiel.
Mas não podemos esquecer que o divórcio não é agradável aos olhos de Deus. Bom é não praticar o adultério, mas praticando, um bom remédio é o perdão.
Mesmo havendo divórcio, o novo casamento para quem adulterou não é aceito por Deus, porque a pessoa entra em estado de adultério. Pela reação dos discípulos dar para perceber que todos assustaram...

Disseram-lhe seus discípulos: Se assim é a condição do homem relativamente à mulher, não convém casar". 

Porém Jesus disse:
  • (Mateus 19:11) "Nem todos podem receber esta palavra, mas só aqueles a quem foi concedido".

Só adultera quem não tem juízo:
(Provérbios 6:32) "O que adultera com uma mulher está fora de si; só mesmo quem quer arruinar-se é que pratica tal coisa".
O adúltero não tem o que restituir...
  • (Provérbios 6:30-35) "O ladrão não é desprezado se, faminto, rouba para matar a fome.  Contudo, se for pego, deverá pagar sete vezes o que roubou, embora isso lhe custe tudo o que tem em casa. Mas o homem que comete adultério não tem juízo; todo aquele que assim procede a si mesmo se destrói. Sofrerá ferimentos e vergonha, e a sua humilhação jamais se apagará, pois o ciúme desperta a fúria do marido, que não terá misericórdia quando se vingar. Não aceitará nenhuma compensação; os melhores presentes não o acalmarão".
A vergonha do adultério jamais abandonará a pessoa... Ficará sempre na memória das pessoas...

Um pecado leva a outro pecado:
(Oséias 4:2) "Só permanecem o perjurar, o mentir, o matar, o furtar e o adulterar; fazem violência, um ato sanguinário segue imediatamente a outro".O pecado só traz destruição... Um pecado leva a outro pecado... (O pecado de adultério de Davi, levou ao pecado de homicídio - e as consequências não afastaram de sua casa...)
  • (Salmos 42:7) "Abismo chama abismo ao rugir das tuas cachoeiras; todas as tuas ondas e vagalhões se abateram sobre mim".

Olhar com desejo também é considerado por Deus como adultério:

(Mateus 5:28) "Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela".
Deus considera a cobiça como adultério...
Devemos manter autocontrole sobre os membros do nosso corpo. A cobiça leva a pessoa para o adultério em si.
  • (Tiago 1:14-15) "Ao contrário, cada um é tentado pela sua própria cobiça, quando esta o atrai e seduz. Então, a cobiça, depois de haver concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, uma vez consumado, gera a morte".
A pureza deve ser mantida nos olhos e no coração... E para isso é preciso amar à Palavra de Deus ao ponto de guardá-la no coração (Decorar).
  • (Salmo 119:11) " Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti".
Pessoas que sempre estão desejando as outras, são pessoas que são controladas pelo pecado da luxúria, e nunca abandonaram os seus pecados... Suas consciências já estão cauterizadas pelo pecado e suas fantasias já se tornaram algo habitual. 
  • (1 Timóteo 1:19) "Conservando a fé, e a boa consciência, a qual alguns, rejeitando, fizeram naufrágio na fé".
Só a Palavra de Deus é capaz de libertar uma alma dominada pela imoralidade sexual.
  • (João 8:32) "E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará".

Deus não aprova a infidelidade:

(Malaquias 2:13-15) "Há outra coisa que vocês fazem: Enchem de lágrimas o altar do Senhor; choram e gemem porque ele já não dá atenção às suas ofertas nem as aceita com prazer. E vocês ainda perguntam: "Por quê? " É porque o Senhor é testemunha entre você e a mulher da sua mocidade, pois você não cumpriu a sua promessa de fidelidade, embora ela fosse a sua companheira, a mulher do seu acordo matrimonial. Não foi o Senhor que os fez um só? Em corpo e em espírito eles lhe pertencem. E por que um só? Porque ele desejava uma descendência consagrada. Portanto, tenham cuidado: Ninguém seja infiel à mulher da sua mocidade".
Deus criou apenas uma mulher para cada homem... Desde o inicio foi assim... Deus criou para Adão apenas uma esposa, Eva. Deus não agrada da infidelidade...

Separação só com a morte - Essa é a vontade de Deus:

(Mateus 19:6) "Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém o separe".
(Romanos 7:1-3) "Meus irmãos, falo a vocês como a pessoas que conhecem a lei. Acaso vocês não sabem que a lei tem autoridade sobre alguém apenas enquanto ele vive? Por exemplo, pela lei a mulher casada está ligada a seu marido enquanto ele estiver vivo; mas, se o marido morrer, ela estará livre da lei do casamento. Por isso, se ela se casar com outro homem enquanto seu marido ainda estiver vivo, será considerada adúltera. Mas se o marido morrer, ela estará livre daquela lei, e mesmo que venha a se casar com outro homem, não será adúltera".

Deus odeia o divórcio:

(Malaquias 2:16) "Eu odeio o divórcio", diz o Senhor, o Deus de Israel, e "o homem que se cobre de violência como se cobre de roupas", diz o Senhor dos Exércitos. Por isso tenham bom senso; não sejam infiéis".
Deus considera o divórcio sem justificativa, um pecado horrível que deixa marcas profundas na vida de várias pessoas, principalmente na vida dos  filhos.

Não herdarão o Reino de Deus:

(1 Coríntios 6:10) "Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus".

Para meditar:

(Gálatas 6:7) "Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará".

"O que você faz acontecer aos outros, Deus fará acontecer a você". (Mike Murdock)


Graça e paz,
Angela Caldas.


segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Divórcio! Quando Ele é Permitido???

(Mateus 19:3-9) "Então chegaram ao pé dele os fariseus, tentando-o, e dizendo-lhe: É lícito ao homem repudiar sua mulher por qualquer motivo?Ele, porém, respondendo, disse-lhes: Não tendes lido que aquele que os fez no princípio macho e fêmea os fez. E disse: Portanto, deixará o homem pai e mãe, e se unirá a sua mulher, e serão dois numa só carne? Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem. 

Deus criou o homem e a mulher, para se unirem em casamento, tornando-se assim uma pessoa diante de Deus. Deus criou o casamento para ser duradouro, separado apenas pela morte.
  • (Malaquias 2:14-16) "E dizeis: Por quê? Porque o SENHOR foi testemunha entre ti e a mulher da tua mocidade, com a qual tu foste desleal, sendo ela a tua companheira, e a mulher da tua aliança. E não fez ele somente um, ainda que lhe sobrava o espírito? E por que somente um? Ele buscava uma descendência para Deus. Portanto guardai-vos em vosso espírito, e ninguém seja infiel para com a mulher da sua mocidade. Porque o SENHOR, o Deus de Israel diz que odeia o repúdio, e aquele que encobre a violência com a sua roupa, diz o SENHOR dos Exércitos; portanto guardai-vos em vosso espírito, e não sejais desleais".
Disseram-lhe eles: Então, por que mandou Moisés dar-lhe carta de divórcio, e repudiá-la? Disse-lhes ele: Moisés, por causa da dureza dos vossos corações, vos permitiu repudiar vossas mulheres; mas ao princípio não foi assim. 

Moisés não havia dado um mandamento de divórcio... Havia permitido o divórcio, por causa da dureza do coração. Por trás de todo divórcio existe um coração totalmente endurecido em relação à Palavra de Deus e ao cônjuge...
  • (Deuteronômio 24:1-5) "Quando um homem tomar uma mulher e se casar com ela, então será que, se não achar graça em seus olhos, por nela encontrar coisa indecente, far-lhe-á uma carta de repúdio, e lha dará na sua mão, e a despedirá da sua casa.  Se ela, pois, saindo da sua casa, for e se casar com outro homem,  E este também a desprezar, e lhe fizer carta de repúdio, e lha der na sua mão, e a despedir da sua casa, ou se este último homem, que a tomou para si por mulher, vier a morrer, Então seu primeiro marido, que a despediu, não poderá tornar a tomá-la, para que seja sua mulher, depois que foi contaminada; pois é abominação perante o SENHOR; assim não farás pecar a terra que o SENHOR teu Deus te dá por herança.

Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de fornicação, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério".


Jesus liberou o divórcio somente em caso de pecados sexuais... (Fornicação, homossexualismo, adultério...) 
Nesse caso, a parte inocente pode casar-se novamente sem cometer adultério...
  • (Mateus 5:31,32) "Também foi dito: Qualquer que deixar sua mulher, dê-lhe carta de desquite.Eu, porém, vos digo que qualquer que repudiar sua mulher, a não ser por causa de prostituição, faz que ela cometa adultério, e qualquer que casar com a repudiada comete adultério."

Situação do cônjuge casado com cristão ou com não cristão:
(I Coríntios 7:10-16) "Todavia, aos casados mando, não eu mas o Senhor, que a mulher não se aparte do marido. Se, porém, se apartar, que fique sem casar, ou que se reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a mulher. 

Se um cristão separar de seu cônjuge cristão, não poderá casar-se novamente, a não ser em caso de adultério...
Ou devem reconciliar-se, ou devem permanecer sozinhos...

Mas aos outros digo eu, não o Senhor: Se algum irmão tem mulher descrente, e ela consente em habitar com ele, não a deixe. E se alguma mulher tem marido descrente, e ele consente em habitar com ela, não o deixe. 


Paulo instruiu as pessoas que se converteram a não abandonarem os cônjuges descrentes... 
Elas devem obedecer à Palavra de Deus para ganhar a sua família para Jesus...

Porque o marido descrente é santificado pela mulher; e a mulher descrente é santificada pelo marido; de outra sorte os vossos filhos seriam imundos; mas agora são santos.


No casamento, o cristão traz a graça que recai sobre o cônjuge descrente... De certa forma ele acaba sendo abençoado, podendo até se converter... E um dos cônjuges sendo fiel, os filhos também serão abençoados e protegidos por Deus... E poupados de danos espirituais por causa do cônjuge descrente. Além de aprenderem a Palavra de Deus para se converterem...

Mas, se o descrente se apartar, aparte-se; porque neste caso o irmão, ou irmã, não esta sujeito à servidão; mas Deus chamou-nos para a paz".


Agora, se o cônjuge descrente quiser se separar por não tolerar a fé de seu companheiro, o melhor é deixá-lo ir sem brigas...
O padrão divino não pode ser imposto a pessoa não regenerada. Não há nada que o cristão possa fazer a não ser se submeter ao divórcio.
A paz deve ser mantida dentro do lar.
  • (Romanos 12:18) "Se for possível, quanto estiver em vós, tende paz com todos os homens".
Afastar de Deus por causa de um casamento, em hipótese nenhuma não é benção. Nesse caso é melhor o divórcio, porque a salvação é individual.

  • Romanos 14:12) "Assim, cada um de nós prestará contas de si mesmo a Deus".

Divórcio não libera ninguém para casar-se:

(Lucas 16:18) "Quem se divorciar de sua mulher e se casar com outra mulher estará cometendo adultério, e o homem que se casar com uma mulher divorciada do seu marido estará cometendo adultério".

O casamento não pode ser desfeito a não ser em caso de adultério, que permite o novo casamento para parte fiel. A mulher que é repudiada pelo marido também não pode casar-se novamente. 

(1 Coríntios 7:39) "A mulher está ligada a seu marido enquanto ele viver. Mas, se o seu marido morrer, ela estará livre para se casar com quem quiser, contanto que ele pertença ao Senhor".


O casamento deve durar até a morte de um dos cônjuges, e o novo casamento só é liberado, desde que seja no Senhor.

(Romanos 7:2-3) "Porque a mulher que tem marido, está ligada pela lei ao marido dela enquanto ele estiver vivendo; mas se o marido morrer, ela está livre da lei do marido dela. De sorte que, enquanto estiver vivendo o marido dela, se ela se casar com outro homem, ela será chamada de adúltera; mas, se morto o marido dela, ela livre está daquela lei; de modo que ela não é adúltera, ainda que ela se case com outro homem".


O divórcio não anula o primeiro casamento... A mulher continua casada.
A nova união não é reconhecida por Deus, se não ela não seria chamada de adúltera. Na Bíblia não existe ex-marido.

Deus odeia o divórcio:

(Malaquias 2:16) "Eu odeio o divórcio", diz o Senhor, o Deus de Israel, e "o homem que se cobre de violência como se cobre de roupas", diz o Senhor dos Exércitos. Por isso tenham bom senso; não sejam infiéis".

Deus considera o divórcio sem justificativa, um pecado horrível que deixa marcas profundas na vida de várias pessoas, principalmente na vida dos filhos.

Entregue a sua vida nas mãos de Deus e Ele julgará a sua causa:

(Salmo 9:8) "Ele mesmo julgará o mundo com justiça; exercerá juízo sobre povos com retidão".
(Salmo 103:6) "O SENHOR faz justiça e juízo a todos os oprimidos."
(Salmos 119:42) "A tua justiça é uma justiça eterna, e a tua lei é a verdade".
(Salmo 89:14) "A retidão e a justiça são os alicerces do teu trono; o amor e a fidelidade vão à tua frente".

"O cristão fiel a Deus nunca deve tomar frente há um divórcio, deve deixá-lo para o cônjuge infiel".


Graça e paz,

Angela Caldas.